O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Portugal - Itália: retrospectiva, guia de forma, confrontos

Portugal passou a fase de grupos do EURO Sub-21 com distinção e defronta a Itália recordista em presenças (11) nos quartos-de-final.

Portugal somou três vitórias em três jogos na fase de grupos sem sofrer golos
Portugal somou três vitórias em três jogos na fase de grupos sem sofrer golos UEFA via Getty Images

Portugal, vencedor do Grupo D, com três vitórias em três jogos e sem golos sofridos, vai defrontar nos quartos-de-final, no Stadion Stožice, em Ljubljana, a Itália, segunda classificada do Grupo B, que tem mais participações nesta fase da prova do que qualquer outro país.

• Enquanto os "azzurrini" somaram apenas uma vitória nos três jogos na fase de grupos, Portugal apurou-se sem dificuldades, com o máximo de pontos possível e nenhum golo sofrido; a "equipa das quinas" vai agora tentar apurar-se para as meias-finais pela primeira vez em seis anos.

• Quem levar a melhor enfrentará a Espanha ou a Croácia nas meias-finais, a 3 de Junho, em Maribor.

Resumo da final de 2015: Itália 0-0 Portugal
Resumo da final de 2015: Itália 0-0 Portugal

Confrontos anteriores
• Este vai ser o 14º embate entre os dois países em Campeonatos da Europa de Sub-21, tendo os últimos quatro tido, todos eles, lugar em fases finais – o mais recente terminou com um empate sem golos na Jornada 2 da fase de grupos de 2015. Portugal acabou por terminar no primeiro lugar desse Grupo B, com cinco pontos, mais um do que a Itália, que ficou no terceiro posto e se viu eliminada.

• Tratou-se, então, do segundo nulo entre as duas seleções em fases finais do EURO Sub-21: antes, tinham registado igual resultado no "play-off" de atribuição da última vaga olímpica, em 2007; dessa feita, a Itália levou depois a melhor por 4-3 no desempate por penáltis.

• A Itália também se superiorizou a Portugal em 2004, nas meias-finais, em Bochum, com Alberto Gilardino a bisar num triunfo por 3-1.

• A mais recente das três vitórias conseguidas por Portugal sobre a Itália em jogos oficiais de sub-21 surgiu na única anterior ocasião em que os dois países se encontraram nos quartos-de-final, então disputados a duas mãos, em 1996. Hugo Porfírio marcou o único golo da partida da primeira mão, em Lisboa; contudo, golos de Christian Vieri e Damiano Tommasi na segunda mão, em Palermo, viraram a eliminatória a favor dos italianos.

• A Itália conquistou o seu segundo título europeu de sub-21 às custas de Portugal. Foi em 1994, quando Pierluigi Orlandini marcou o único golo da final, já no prolongamento, no Stade de la Mosson, em Montpellier.

• Portugal venceu dois dos primeiros cinco jogos oficiai entre os dois países em sub-21, tendo a Itália triunfado nos outros três; porém, só conseguiu uma vitória nos últimos oito embates (3 empates, 4 derrotas).

Resumo do EURO Sub-19: Portugal derrota a Itália em final época
Resumo do EURO Sub-19: Portugal derrota a Itália em final época

• Jota bisou no triunfo por 4-3 (após prolongamento) de Portugal sobre a Itália na final do Campeonato da Europa de Sub-19 de 2018, com Gianluca Scamacca a marcar o terceiro golo dos italianos. João Virgínia e Florentino Luís também alinharam por Portugal nesse encontro, com Diogo Queirós a não sair do banco; Alessandro Plizzari, Raoul Bellanova, Davide Frattesi e Andrea Pinamonti foram titulares do lado italiano, com Enrico Del Prato a ficar no banco.

• Scamacca e Frattesi marcaram numa vitória por 3-2 que a Itália havia somado sobre Portugal na fase de grupos dessa mesma fase fina, num jogo em que Diogo Queirós foi expulso logo aos nove minutos e em que Bellanova apontou um autogolo.

• Scamacca marcou a Diogo Costa numa derrota por 2-1 da Itália sobre Portugal, em partida amigável de sub-20 disputada em Outubro de 2018; Riccardo Sottil foi titular na selecção transalpina.

• Gonçalo Ramos marcou o segundo golo de Portugal numa vitória por 3-0 sobre a Itália na fase de grupos da fase final do Campeonato da Europa de Sub-19 de 2019; Tomás Tavares e Vitinha também alinharam pela selecção lusa, tendo Marco Carnesecchi, Samuele Ricci e Giacomo Raspadori jogado pela "squadra azzurra".

• Lorenzo Pirola alinhou durante 80 minutos numa vitória por 1-0 da Itália sobre Portugal nos quartos-de-final do Campeonato da Europa de Sub-17 de 2019; Lorenzo Colombo, do lado italiano, e Tiago Tomás, do lado português, foram suplentes não utilizados.

• Rafael Leão bisou na goleada por 6-0 aplicada por Portugal à Itália em 2015.

Guia de forma

Todos os golos de Portugal na prova até ao momento
Todos os golos de Portugal na prova até ao momento

Portugal
• A última presença de Portugal em fases finais tinha sido em 2017, edição em que se viu eliminado ao terminar no segundo lugar do Grupo B, atrás da Espanha. Bateu a Sérvia (2-0) e a Macedónia do Norte (4-2), mas uma derrota por 3-1 diante do seu país vizinho na Jornada 2 acabou por se revelar fatal.

• Dois anos antes, em 2015, Portugal tinha perdido na final frente à Suécia, naquela que foi a sua primeira presença em fases finais desde 2007. A selecção portuguesa já tinha sido finalista vencida em 1994, tendo em 1996 atingido os quartos-de-final. Depois, foi terceiro em 2004, mas nas restantes presenças em fases finais ficou-se pela fase de grupos – em 2002, 2006 (como anfitriã), 2007 e 2017.

• Ao leme dos sub-21 de Portugal desde 2010, Rui Jorge guiou os seus pupilos ao segundo lugar no Grupo 7 de qualificação para a fase final deste Europeu de Sub-21 de 2021. Portugal terminou com os mesmos 27 pontos da Holanda, vencedora do grupo, mas com desvantagem no confronto direto entre as duas selecções (derrota por 4-2 em solo holandês, vitória por 2-1 em solo lusitano). Portugal venceu todos os outros jogos no grupo.

• Portugal venceu 12 dos 26 jogos que disputou em fases finais do EURO Sub-21 (7 empates, 7 derrotas).

• Portugal terminou no primeiro lugar do Grupo D com um máximo de nove pontos, graças a vitórias sobre a Croácia (1-0), a Inglaterra (2-0) e a Suíça (3-0). A diferença de golos foi de +6, a melhor da fase de grupos a par da da Dinamarca.

• Portugal foi uma das três selecções (juntamente com Dinamarca e Espanha) a ultrapassar a fase de grupos sem sofrer qualquer golo.

• Portugal vai disputar uns quartos-de-final pela terceira vez. Eliminou a Polónia em 1994 (3-1 fora, 2-0 casa) mas perdeu com a Itália dois anos mais tarde (1-0 casa, 0-2 fora).

Veja todos os golos da Itália até agora
Veja todos os golos da Itália até agora

Itália
• A Itália participou em 11 das 13 fases finais da prova que tiveram lugar desde 1998, falhando apenas as edições de1998 e 2011. Atingiu pelo menos as meias-finais em seis dessas anteriores dez presenças e ergueu o troféu em 2000 e 2004.

• A Itália já tinha vencido a competição outras três vezes no passado, de forma consecutiva, entre 1992 e 1996, tendo igualmente atingido a final em 1986.

• Os "azzurrini" qualificaram-se automaticamente para a fase final da edição de 2019, na qualidade de anfitriões, mas não conseguiu ultrapassar a fase de grupos, apesar de ter somado duas vitórias em três jogos: derrotou Espanha e Bélgica por 3-1, mas uma derrota por 1-0 ante a Polónia ditou a eliminação. Terminou com os mesmos pontos do que Espanha e Polónia, mas foram os espanhóis - que viriam a erguer o troféu - a seguirem em frente graças a um melhor registo no confronto directo a três.

• Na qualificação para esta fase final de 2021, Paolo Nicolato – que substituiu Luigi Di Biagio em Julho de 2019 – guiou a Itália ao primeiro lugar no Grupo 1, com 25 pontos somados em dez jogos (fruto de 8 vitórias, 1 empate, 1 derrota), mais quatro do que a Islândia, segunda classificada. A única derrota da Itália foi frente à Suécia, fora de portas, por 3-0, a 8 de Setembro de 2020; os italianos somaram vitórias nos últimos quatro jogos, batendo o Luxemburgo (4-0) e a Suécia (4-1) nos últimos dois.

• Nesta fase final, uma vitória sobre a co-anfitriã Eslovénia por 4-0 na Jornada 3 selou o apuramento da Itália no Grupo B, como segunda classificada, atrás da Espanha, com quem empatou 0-0 na Jornada 2; na Jornada 1 a Itália empatou 1-1 com a República Checa.

• A Itália só ganhou seis dos últimos 14 jogos que disputou em fases finais da prova (3 empates, 5 derrotas).

• Esta é a 11ª presença da Itália em quartos-de-final do EURO Sub-21, mais do que qualquer outro país.

• O registo da Itália em quartos-de-final da prova é de 6 apuramentos e 4 eliminações. Viu-se derrotado nos primeiros três, em 1978, 1980 e 1982, correspondentes às três primeiras edições da competição, mas venceu seis dos sete que se seguiram, o mais recente precisamente frente a Portugal, em 1996 (0-1 fora, 2-0 casa). A Itália não se vê afastada em quartos-de-final da prova desde 1988, quando foi eliminada pela França (1-2 fora, 2-2 casa).

Os melhores gestos técnicos da fase de grupos do EURO Sub-21
Os melhores gestos técnicos da fase de grupos do EURO Sub-21

Ligações e curiosidades
• Jogaram em Itália:
Diogo Dalot (AC Milan, por empréstimo, 2020/21)
Pedro Pereira (Sampdoria 2015–17, Génova, por empréstimo, 2018/19, Crotone, por empréstimo, 2020/21)
Dany Mota (Virtus Entella 2015–18, Sassuolo, por empréstimo, 2018, Juventus 2019/20, Monza 2020–)
Tiago Djaló (AC Milan 2019)Rafael Leão (AC Milan 2019–)

• Francisco Conceição entrou perto do fim do encontro no triunfo por 2-1 do FC Porto sobre Juventus na primeira mão dos oitavos-de-final da UEFA Champions League, a 17 de Fevereiro de 2021. Diogo Costa foi suplente não utilizado nesse encontro.

• Diogo Leite entrou, depois, perto do fim do prolongamento na partida da segunda mão, que a Juve venceu por 3-2, resultado que não impediu o apuramento do FC Porto graças aos golos fora.

• Jogaram juntos:
Dany Mota e Davide Frattesi (Monza 2020–)
Dany Mota e Pietro Beruatto (Juventus 2019)
Dany Mota e Davide Frattesi, Giacomo Raspadori, Gianluca Scamacca (Sassuolo 2018)
Vitinha e Patrick Cutrone (Wolverhampton Wanderers 2020)
Tiago Djaló e Patrick Cutrone (AC Milan 2018/19)

• Dany Mota marcou o único golo da partida a Plizzari num triunfo por 1-0 do Monza sobre a Reggina, na Serie B, a 28 de Novembro de 2020.