O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Recordes, factos e números do EURO Sub-21

Confira todos os recordes do EURO de Sub-21 e da sua competição predecessora de Sub-23.

 A Espanha conquistou a prova pela quinta vez em 2019
A Espanha conquistou a prova pela quinta vez em 2019 AFP via Getty Images

Lista de honra: finais

Campeonato da Europa de Sub-21

Fases finais com 16 equipas
2021: Alemanha 1-0 Portugal (anfitriãs: Hungria e Eslovénia)

Fases finais com 12 equipas
2019: Espanha 2-1 Alemanha (Itália e San Marino)2017: Alemanha 1-0 Espanha (Polónia)

Como foram ganhas as finais dos Sub-21 entre 1996 e 2017

Fases finais com oito equipas (incluindo a fase de grupos)
2015: Suécia 0-0, 4-3p Portugal (Chéquia)
2013: Espanha 4-2 Itália (Israel)
2011: Espanha 2-0 Suíça (Dinamarca)
2009: Alemanha 4-0 Inglaterra (Suécia)
2007: Países Baixos 4-1 Sérvia (Países Baixos)
2006: Países Baixos 3-0 Ucrânia (Portugal)
2004: Itália 4-0 Sérvia e Montenegro (Alemanha)
2002: Chéquia 0-0, 3-1p França (Suíça)
2000: Itália 2-1 Chéquia (Eslováquia)

Fases finais com oito equipas (a eliminar)
1998: Espanha 1-0 Grécia (Roménia)

Fases finais com quatro equipas (a eliminar)
1996: Itália 1-1, 4-2p Espanha (Espanha)
1994: Itália 1-0ap Portugal (França)

Finais a duas mãos
1992: Itália 2-1 (total) Suécia
1990: União Soviética 7-3 Jugoslávia
1988: França 3-0 Grécia
1986: Espanha 3-3, 3-0p Itália
1984: Inglaterra 3-0 Espanha
1982: Inglaterra 5-4 RFA
1980: União Soviética 1-0 RDA
1978: Jugoslávia 5-4 RDA

Campeonato da Europa de Sub-23 da UEFA

1976: União Soviética 3-2 (total) Hungria
1974: Hungria 6-3 RDA
1972: Checoslováquia 5-3 União Soviética

Recordes das equipas

Espanha - Itália: estrelas de anteriores Europeus de Sub-21

Mais títulos
5: Itália
5: Espanha
3: Alemanha
2: Inglaterra
2: Países Baixos
2: Rússia (incluindo a União Soviética)

Mais finais
8: Espanha
7: Itália
5: Alemanha (incluindo a RFA)
4: Sérvia (incluindo a Jugoslávia/Sérvia e Montenegro)
3: Inglaterra, Portugal

Mais meias-finais
12: Itália
10: Espanha
9: Inglaterra
6: França
6: Alemanha (incluindo a RFA)
6: Países Baixos
5: Suécia

Mais jogos (incluindo a qualificação)
261: Itália
255: Inglaterra
248: Espanha
229: França
225: Alemanha (incluindo a RFA)
220: Portugal
217: Sérvia (incluindo a Sérvia e Montenegro/Jugoslávia)
215: Suécia
211: Países Baixos
210: Dinamarca

Mais golos marcados (incluindo a qualificação)
540: Espanha 
534: Alemanha (incluindo a RFA)
512: Inglaterra
481: Itália
458: Portugal
443: Países Baixos
438: França
421: Dinamarca

Maiores vitórias

Qualificação: Espanha 14-0 San Marino (08/02/2005)
Eliminatória a duas mãos: Inglaterra 6-1 França (28/02/1984), RFA 5-0 União Soviética (30/04/1982), Hungria 5-0 Polónia (26/03/1986), Dinamarca 5-0 Polónia (11/03/1992)
Fase final: Inglaterra 6-0 Turquia (29/05/2000)

Recordes de jogadores

Golos num único jogo

Qualificação: 5 – Jan Chramosta (Chéquia, contra Andorra, 05/06/2012), Gojko Kačar (Sérvia, contra a Hungria, 07/09/2008)

Eliminatória a duas mãos: 4 – Aris Karasavvidis (Grécia, contra os Países Baixos, primeira mão das meias-finais, 13/04/1988), Mark Hateley (Inglaterra, contra a França, primeira mão dos quartos-de-final, 28/02/1984)

Fase final: 3 – Luca Waldschmidt (Alemanha, contra a Sérvia, 20/06/2019), Marco Asensio (Espanha, contra a Macedónia do Norte, 17/06/2017), Jan Kliment (Chéquia, contra a Sérvia, 20/06/2015), Thiago Alcántara (Espanha, contra a Itália, 18/06/2013), Marcus Berg (Suécia, contra a Bielorrússia, 16/06/2009)

Golo mais rápido: 29 segundos - Florian Wirtz (Alemanha 1-2 Países Baixos)

Resumo de 2019: Alemanha 6-1 Sérvia

Melhores marcadores

Fase final (desde a introdução da fase de grupos)
2021: Lukas Nmecha (Alemanha) 4
2019: Luca Waldschmidt (Alemanha) 7
2017: Saúl Ñíguez (Espanha) 5
2015: Jan Kliment (Chéquia) 3
2013: Álvaro Morata (Espanha) 4
2011: Adrián (Espanha) 5
2009: Marcus Berg (Suécia) 7
2007: Maceo Rigters (Países Baixos) 4
2006: Klaas-Jan Huntelaar (Países Baixos) 4
2004: Alberto Gilardino (Itália), Johan Elmander (Suécia) 4
2002: Massimo Maccarone (Itália) 3
2000: David Jarolím (Chéquia), Igor Tudor (Croácia), Lukáš Došek (Chéquia) 2

Total (incluindo a qualificação)
2021: Odsonne Édouard (França), Eddie Nketiah (Inglaterra) 13
2019: Dawid Kownacki (Polónia), George Puşcaş (Roménia) 11
2017: Patrik Schick (Chéquia) 11
2015: Saido Berahino (Inglaterra) 10
2013: Rodrigo (Espanha) 12
2011: Tomáš Pekhart (Chéquia) 10
2009: Robert Acquafresca (Itália) 8
2007: Nikita Bazhenov (Rússia), Igor Denisov (Rússia), Dragan Mrdja (Sérvia), Maceo Rigters (Países Baixos), Theo Walcott (Inglaterra) 4
2006: Klaas-Jan Huntelaar (Países Baixos) 14
2004: Alberto Gilardino (Itália) 11
2002: Ricardo Cabanas (Suíça) 9
2000: Lampros Choutos (Grécia) 15
1998: Steffen Iversen (Noruega) 9
1996: Roy Makaay (Países Baixos), Ole Gunnar Solskjær (Noruega) 10
1994: Toni (Portugal) 8
1992: Peter Møller (Dinamarca) 9
1990: Igor Kolyvanov (União Soviética) 9
1988: Aristidis Karasavidis (Grécia) 5
1986: Gianluca Vialli (Itália) 4
1984: Mark Hateley (Inglaterra) 6
1982: Pierre Littbarski (RFA) 6
1980: Ramaz Shengelia (União Soviética) 3
1978: Vahid Halilhodžić (Jugoslávia) 6

Memória dos Sub-21: "hat-trick" de Berg abate a Bielorrússia

Fases finais (desde 2000)
7 Marcus Berg (Suécia)
7 Luca Waldschmidt (Alemanha)
5 Adrián (Espanha)
5 Saúl Ñíguez (Espanha)

Total, incluindo a qualificação
15 Lampros Choutos (Grécia)
15 Tomáš Pekhart (Chéquia)
15 George Puşcaş (Roménia)
14 Klaas-Jan Huntelaar (Países Baixos)
14 Roy Makaay (Países Baixos)
14 Marcus Ingvartsen (Dinamarca)
14 Gonçalo Ramos (Portugal*)
13 Odsonne Édouard (França)
13 Ikoma-Loïs Openda (Bélgica)*
13 Eddie Nketiah (Inglaterra)
13 Fábio Vieira (Portugal)*

*inclui qualificação de 2023

Mais jogos

Fases finais (desde 2000)
13 Branislav Ivanović (Sérvia/Sérvia e Montenegro)
11 Dejan Milovanović (Sérvia/Sérvia e Montenegro)
10 Thiago Alcántara (Espanha)
10 Nathaniel Chalobah (Inglaterra)
10 David de Gea (Espanha)
10 Nathan Redmond (Inglaterra)

No total, incluindo a qualificação
32 James Milner (Inglaterra)
29 Jan Polák (Chéquia)
28 Mickaël Landreau (França)
27 Gerard Deulofeu (Espanha)
27 Branislav Ivanović (Sérvia/Sérvia e Montenegro)
27 Victor Nelsson (Dinamarca)

Maiores assistências

Final dos Sub-21: 35.500 – Itália - Espanha (31/05/1996, Barcelona)
Fase final dos Sub-21 (sem ser a final): 30.000 – Suíça - Itália (22/05/2002, Basileia)
Eliminatória a duas mãos dos Sub-21
: 32.152 – Espanha - Itália (29/10/1986, Valladolid)
"Play-off" de qualificação dos Sub-21
: 42.000 – Turquia - Alemanha (18/11/2003, Istambul)
Fase de grupos da qualificação dos Sub-21
: 38.763 – Rússia - Sérvia (11/09/2018, Nizhniy Novgorod)
Sub-23: 67.392 – Áustria - Checoslováquia (15/10/1972, Viena)

Última actualização: 23/09/2022