O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
A partir de 25 de Janeiro, o UEFA.com já não vai suportar o Internet Explorer.
Para obter a melhor experiência possível, recomendamos que use Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Sorteio do Euro Sub-21: reacções do grupo de Portugal

Confira as reacções ao sorteio do Grupo D do Campeonato da Europa de Sub-21 da UEFA.

Rui Jorge, o seleccionador de Portugal
Rui Jorge, o seleccionador de Portugal AFP via Getty Images

O sorteio da fase final do Campeonato da Europa de Sub-21 da UEFA, que no próximo ano vai ser disputado na Hungria e na Eslovénia, foi realizado a 10 de Dezembro. Confira as reacções dos seleccionadores do grupo de Portugal.

Conheça os finalistas


Grupo D: Portugal, Croácia, Inglaterra e Suíça

Resumo do EURO sub-21 de 2004: Portugal 2-2 Suíça
Resumo do EURO sub-21 de 2004: Portugal 2-2 Suíça


Rui Jorge, seleccionador de Portugal
Certamente que vai ser um excelente grupo, com três equipas que somaram mais de 27 pontos [na qualificação], Portugal e Suíça fizeram 27 e a Inglaterra somou 28. São equipas que se revelaram sólidas e regulares ao longo de toda a qualificação, sendo que a Croácia é tradicionalmente uma equipa com muita técnica e talento individual. Queremos mostrar que Portugal tem uma equipa como muita qualidade, não só a nível individual, mas também colectivamente. Vamos tentar fazer isso, jogar bem da forma que Portugal é capaz e mostrar a qualidade dos nossos jovens jogadores. Obviamente que, em termos desportivos, queremos terminar num dos dois primeiros lugares de forma a continuar a lutar pelo título.

Igor Bišćan, seleccionador da Croácia

Para comentar a qualidade do grupo em que ficámos só terei de dizer que são todos adversários difíceis. São equipas muito boas.

Inglaterra e Portugal têm a tradição de formar jovens jogadores que podem tornar-se em grandes estrelas, mesmo com esta idade. A Suíça mostrou que pode jogar em condições de igualdade, mesmo contra as melhores equipas, por isso vamos jogar num grupo muito difícil. Os nossos rivais são capazes de jogar ao mais alto nível e são sempre favoritos a vencer. As equipas têm grande qualidade, mas sabemos que também somos uma boa equipa e acreditamos em nós próprios. Acho que podemos fazer um bom resultado.

Aidy Boothroyd, seleccionador de Inglaterra

A Croácia é sempre uma equipa muito forte. É uma excelente selecção, que produziu vários jogadores maravilhosos, que jogam sempre de forma muito elegante. Vai ser um jogo muito, muito difícil para nós. Quando vi o grupo que calhou, olhei em volta e pensei: “São todos fortíssimos”.

Não ganhamos esta competição desde 1984. Portanto, temos um longo caminho a percorrer em comparação com o palmarés de Itália, o palmarés da Alemanha e o palmarés de Espanha. Isto mostra bem o que eles conseguiram durante este período. A Inglaterra teve um sucesso sem precedentes nos últimos anos [com triunfos nos Campeonatos do Mundo de Sub-17 e de Sub-20, entre outras vitórias], mas considero que o mais importante é a longevidade, ser capaz de ser bom e ester no topo durante um longo período de tempo, não ser apenas mais uma estrela cadente.

Mauro Lustrinelli, seleccionador da Suíça

É um bom grupo, é isso que pretendíamos. O nosso objectivo é defrontar as melhores equipas. Há dez anos que não conseguíamos estar numa fase final. Vamos defrontar Inglaterra, Portugal e Croácia, três grandes selecções.

Considero que é um grupo muito aberto. Temos a Inglaterra, que venceu nove jogos na qualificação, Portugal conseguiu o mesmo e a Croácia também fez uma boa campanha, especialmente na segunda metade da qualificação. Isto significa que temos quatro excelentes equipas e acho que os pontos vão ser divididos por todas, por isso é que será um grupo muito aberto.