O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Campanha da Dinamarca no EURO foi um sucesso?

A Dinamarca foi afastada do EURO Sub-21 de forma concludente. Foi uma má exibição numa campanha até então impressionante ou poderá indicar algo mais?

Pierre Højbjerg quase de joelhos após a derrota da Dinamarca com a Suécia
Pierre Højbjerg quase de joelhos após a derrota da Dinamarca com a Suécia ©Getty Images

A Dinamarca teve dificuldade em sair de cabeça erguida no sábado. De facto, a maior parte dos jogadores de Jess Thorup deixaram o balneário, para falarem com os jornalistas, de ombros caídos e voz embargada. "Vai demorar tempo até sarar, porque dói imenso", disse o capitão Jannik Vestergaard.

Este foi um torneio curioso para os dinamarqueses; nas quatro melhores equipas da categoria mas com duas derrotas pesadas nos quatro jogos realizados na República Checa. "Penso que desiludimos", disse Viktor Fischer, do Ajax. Em contraste, Pierre Højbjerg sugeriu que as exibições do seu país em Praga deram mostras de um "futuro brilhante". O jornal Jyllands-Posten resumiu as coisas da seguinte forma: "Futebol dinamarquês enfrenta um novo desafio".

Por exemplo, frente à Sérvia, na terceira jornada, houve alturas em que os pupilos de Thorup pareciam ser uma equipa a ser tida em conta. No entanto, na verdade, podia ter sido frustrada pelo conjunto anfitrião na ronda inaugural e foi severamente batida pela Alemanha – "uma equipa melhor", segundo Thorup. Superaram as expectativas ou ficaram aquém?

Resumo: Dinamarca 1-4 Suécia

"Temos algo a que dar seguimento", disse Højbjerg, médio do FC Bayern München. "Nos Jogos Olímpicos vamos ter mais uma oportunidade. Quando olharmos para trás, vamos ver que ganhámos o grupo e chegámos às meias-finais, o que não é mau. Mas neste momento, e pela forma como fomos eliminados, é decepcionante".

Os Jogos Olímpicos não são o único evento no Verão de 2016 ao qual os jogadores vão estar atentos. "É frustrante ver o nosso vizinho derrotar-nos desta maneira, mas esperamos ter aprendido a lição e pensar noutros torneios, a começar pelo Campeonato da Europa, no próximo ano", disse Fischer. "Esperemos que a aventura comece aqui".