O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Alemanha reflecte sobre "eliminação vergonhosa"

Emre Can disse que o seu "discurso ambicioso" foi prematuro, após a eliminação da Alemanha frente a Portugal ter ditado um fim "vergonhoso" no EURO Sub-21.

Os jogadores da Alemanha mostram a sua desilusão durante a derrota com Portugal
Os jogadores da Alemanha mostram a sua desilusão durante a derrota com Portugal ©Getty Images

"Podíamos disputar 100 jogos e nunca faríamos uma exibição como esta". Esta frase de Emre Can resume tudo o que correu mal para a Alemanha  na sua derrota por 5-0 frente a Portugal, nas meias-finais do EURO Sub-21.

Apesar de ter sofrido períodos complicados nos jogos anteriores, a derrota da equipa de Horst Hrubesch, a mais pesada de sempre da Alemanha nos Sub-21, surge do nada, e o facto de ter sido por números expressivos é tão surpreendente quanto brutal.

Em declarações ao UEFA.com, Can pareceu um pouco estupefacto ao tentar perceber o que tinha acabado de acontecer. Descreveu-o como um "dia negro para a Alemanha", assumindo a sua quota-parte de responsabilidades. "Falei bastante durante este torneio, inclusive apontando a objectivos elevados, mas por algum motivo não mostrei do que sou capaz. Para ser honesto, é simplesmente vergonhoso".

Resumo: Portugal 5-0 Alemanha
Resumo: Portugal 5-0 Alemanha

Pode ter-se dado o caso de a Alemanha, de forma inconsciente, ter baixado demasiado a guarda na primeira parte. Hrubesch admitiu que "perderam os duelos individuais desde o início", e com Portugal a marcar três vezes antes do intervalo, já não havia volta a dar.

Apesar de a equipa de Rui Jorge ter sido mais rápida, Can apontou a falta de agressividade como a falha mais grave dos germânicos.

"Desde o primeiro minuto que não conseguimos encontrar o nosso ritmo", disse o jovem de 21 anos. "A nossa mentalidade também não esteve no seu melhor – hoje faltou-nos tudo, mas as desculpas agora não servem de nada".

Para uma equipa considerada por muitos como favorita antes da prova, é justo dizer que a falta de consistência a afectou nesta fase final. Houve jogadores que ultrapassaram as expectativas, mas outros não causaram o impacto esperado.

Ao ser afastada de uma forma decepcionante, coube ao seleccionador tentar levantar o moral. "Ainda assim passámos um bom momento juntos nos últimos dois anos", disse Hrubesch. "Estes jovens vão beneficiar com esta experiência. Só tivemos um jogo mau durante esse período e, infelizmente, aconteceu hoje. Mas no global, os pontos positivos superam os negativos".