O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Marko Dmitrović: O melhor está para vir

O guarda-redes Marko Dmitrović olha para o "fim de ciclo" na Sérvia depois do afastamento na fase de grupos, mas destaca a qualidade do futebol jovem no país.

O guarda-redes da Sérvia, Marko Dmitrović, abordou a eliminação da sua selecção ainda na fase de grupos
O guarda-redes da Sérvia, Marko Dmitrović, abordou a eliminação da sua selecção ainda na fase de grupos ©Sportsfile

As razões para a eliminação…
O principal motivo da nossa eliminação foi o resto das equipas ter sido melhor do que nós. Infelizmente, terminámos no último lugar do grupo. Ninguém está satisfeito quando se acaba em último mas, sejamos honestos, demos o nosso melhor. Não foi este jogo que nos custou o apuramento, mas sim o de há três dias, quando fomos batidos de forma categórica pela República Checa.

Os aspectos positivos…
Ganhámos experiência e percebemos que podemos competir com as melhores equipas. Os resultados não foram bons, é verdade, mas somos desportistas e temos de nos saber erguer e retirar lições destas duas derrotas. É o fim de um ciclo para nós, estes jogadores vão agora seguir cada um o seu caminho, mas espero que cada um de nós leve algo desta experiência que nos ajude a ser melhores no futuro.

O futebol jovem na Sérvia…
É algo cada vez mais importante no nosso país. Somos campeões do mundo de Sub-20 e temos uma selecção de Sub-21 que está entre as oito melhores da Europa. Os resultados da Sérvia têm sido fenomenais a nível das selecções jovens. Espero que os feitos por elas alcançados não tardem a tornar-se também uma realidade na selecção principal. Estar entre as oito melhores [selecções de Sub-21 da Europa] é um excelente resultado para o futebol sérvio.

A Sérvia é campeão do mundo de sub-20
A Sérvia é campeão do mundo de sub-20©Getty Images

Continuar a melhorar...
Temos jogadores extraordinários e acredito que muitos de nós vamos chegar à selecção principal. É esse o nosso grande objectivo. Já jogamos ao mais alto nível nos nossos clubes e temos papéis importantes nas nossas equipas. O facto de estarmos a representar o nosso país num torneio como este comprova a nossa qualidade. Mas ainda somos jovens e há espaço para melhorar. Estou certo de que vamos continuar a trabalhar e a dar o nosso melhor para que, daqui a um ou dois anos, possamos estar a festejar grandes feitos ao serviço da selecção principal.

O próximo passo…
A 29 de Junho vai arrancar para a nova temporada no meu clube [o Charlton Athletic], mas eu vou poder apresentar-me um pouco mais tarde. Não sei ainda o que vou fazer durante as férias, mas vou certamente passar algum tempo com a minha família. Uma pequena paragem para recuperar forças e depois voltar à acção.