O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Checos preparam fase final com afinco

A anfitriã República Checa concluiu a preparação da fase final com uma vitória por 1-0 sobre Portugal e Ondřej Zlámal avalia as hipóteses do país no EURO Sub-21 deste Verão.

Michael Travnik deverá ser o coração do meio-campo checo em Junho
Michael Travnik deverá ser o coração do meio-campo checo em Junho ©Getty Images

A anfitriã do Campeonato da Europa de Sub-21 da UEFA, a República Checa, bateu o também finalista Portugal por 1-0, esta terça-feira, no último jogo de preparação antes do primeiro encontro do torneio, ante a Dinamarca, a 17 de Junho. O UEFA.com analisa os comandados de Jakub Dovalil e avalia as suas possibilidades na fase final.

Preparativos
Nada de conclusivo pode ser retirado dos dois amigáveis de Praga – a derrota por 1-0 com a Inglaterra, na sexta-feira, seguida da vitória de terça por 1-0 ante Portugal –, mas parece que o trabalho está a seguir a direcção certa, para uma equipa afectada pela falta de jogos oficiais.

Inspiração
"Milan Baroš contou-me como venceu o troféu em 2002", afirmou o defesa Jan Baránek. "Explicou-me o quanto ajudou na sua carreira." A progressão na carreira é uma coisa, mas há outras motivações que se avizinham, como as grandes molduras humanas que esperam a equipa em Junho.

Tomáš Kalas poderá ser o capitão
Tomáš Kalas poderá ser o capitão©Getty Images

Força na defesa
Enquanto frente a Inglaterra a braçadeira de capitão foi usada por Tomáš Kalas, o colega no centro da defesa, Brabec, usou-a contra Portugal. A dupla é a face da solidez defensiva dos checos e Dovalil parece ter ainda outras opções para o caso de ter de substituir o par.

Problemas de concretização
Os golos checos nos últimos jogos surgiram todos de bola parada, incluindo um penalty. "Estamos a sentir dificuldades com o nosso contra-ataque. Gostava que marcássemos mais em futebol corrido", afirmou Dovalil na terça-feira à noite. "Alguns dos nossos jogadores ainda são novos e precisam de experiência. Acredito que estejamos a poupar em golos para a fase final."

Matěj Vydra deverá juntar-se à equipa
Matěj Vydra deverá juntar-se à equipa©AFP/Getty Images

Melhor está para vir
Os adeptos, contudo, ainda não viram a equipa de Sub-21 mais forte. O motivo é simples. Os jogadores do AC Sparta Praha, Pavel Kadeřábek, Ladislav Krejčí e Kadlec, além do avançado do Watford FC, Matěj Vydra, têm sido utilizados por Pavel Vrba na selecção principal, mas já todos expressaram a vontade de usar a camisola dos Sub-21 na prova este Verão.

Mais a sério
O jogo com Portugal concluiu um período de dois anos no qual os checos não disputaram um único encontro oficial. Pelo lado positivo, este facto permitiu ao treinador testar um grande número de jogadores sem a pressão dos resultados. Contudo, o espírito de conquista parece algo adormecido.