Insigne enaltece grupo, Dawson lamenta exibição

Autor do golo da vitória, Lorenzo Insigne sublinhou que a Itália possui um "grupo fantástico" de jogadores, enquanto para Craig Dawson a Inglaterra "poderia ter jogado melhor".

A Itália festeja golo de Lorenzo Insigne contra a Inglaterra
©Getty Images

Apesar de ter marcado um golo fantástico de livre directo, Lorenzo Insigne foi rápido a creditar a toda a selecção de Itália o mérito da vitória por 1-0 no jogo de abertura do Grupo A, contra a Inglaterra. O médio admitiu também que “não poderia ter sido melhor para mim” a participação na partida inaugural, enquanto o Craig Dawson, pelo lado inglês, revelou “desapontamento” e promete “melhorias para o jogo de sábado”.

Lorenzo Insigne, médio de Itália 
Não poderia ter sido um melhor início para mim, mesmo sabendo que isto se deu graças à equipa. Lutámos o jogo todo e ficamos contentes com o desempenho e com a vitória. O mais importante é a equipa. Temos um conjunto fantástico não apenas dentro de campo, mas também fora dele. Temos de nos concentrar em nós próprios.

Desde o final do jogo que começamos a preparar a partida frente a Israel. Temos de entrar em campo com a mesma atitude e tentar obter o resultado que nos interessa. Foi uma sensação incrível. Queria dedicar o golo ao meu pai e ao meu empresário – que está aqui em Israel – e também à minha mulher, à minha filha e à minha mãe, que me acompanham em Itália.

Craig Dawson, defesa de Inglaterra
Ficámos um pouco desapontados, mas vamos retirar o que fizemos de bom neste jogo, ver o filme da partida e melhorar para sábado. Pensamos que podíamos ter feito mais esta noite mas vamos recuperar e estaremos prontos para o que vem a seguir.

Eles possuem uma boa equipa e conseguiram os três pontos mas, numa noite diferente, poderíamos ter alcançado um resultado melhor. Na segunda parte estivemos bem, jogamos um bom futebol, tivemos algumas oportunidades mas fomos infelizes por não ter conseguido marcar.

Topo