Stuivenberg sucede a Pot no comando da Holanda

Albert Stuivenberg, que levou a Holanda a duas vitórias seguidas no Europeu de Sub-17, irá suceder a Cor Pot como treinador da selecção de Sub-21, depois da respectiva fase final que decorrerá em Israel.

O seleccionador da Holanda, Albert Stuivenberg
©UEFA.com

Albert Stuivenberg irá suceder a Cor Pot como seleccionador da equipa da Holanda de Sub-21, depois da fase final do torneio, que irá decorrer em Israel, no Verão.

O técnico de 42 anos assinou um contrato até final dos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, visando agora repetir nos Sub-21 o sucesso por si alcançado com os conjuntos de Sub-17. Sob o comando de Stuivenberg, a Holanda venceu duas fases finais consecutivas de Campeonatos da Europa de Sub-17, apesar de não defender o troféu na próxima fase final do torneio, este mês.

"Tive um percurso muito bonito nos Sub-17", afirmou. "Com a subida a este escalão, vou ter a oportunidade de aumentar os meus conhecimentos e experiência. O objectivo depois do Verão irá ser o apuramento para o Campeonato da Europa [em 2015], na República Checa. É um desafio importante pois temos de garantir um lugar no torneio Olímpico do Rio [ao atingir as meias-finais]."

Stuivenberg somou 11 internacionalizações nas selecções jovens da Holanda e chegou a jogar pelo Feyenoord, mas uma grave lesão no joelho forçou o precoce final da carreira, ainda júnior. Tornou-se treinador na formação do Feyenoord, aí trabalhando 13 anos, a que se seguiu um cargo semelhante no RWD Molenbeek. Em 2004 rumou ao Abu Dhabi, onde liderou as camadas jovens do al-Jazira, regressando a casa no começo da época 2006/07, para substituir Ruud Kaiser como seleccionador da Holanda de Sub-17, onde foi muito bem sucedido.

Topo