Oito lugares em aberto no "play-off" dos sub-21

A fase de grupos da qualificação para o Campeonato da Europa de Sub-21 de 2013 está a chegar ao final e na segunda-feira vão ficar definidas aos oito selecções que vão disputar o "play-off".

Oito lugares em aberto no "play-off" dos sub-21
©FPF

A fase de grupos da qualificação para o Campeonato da Europa de Sub-21 de 2013 está a chegar ao final e na segunda-feira vão ficar definidas aos oito selecções que vão disputar o "play-off".

Holanda, República Checa, Espanha e Itália garantiram o apuramento na última sexta-feira e vão fazer companhia no "play-off" a Alemanha e França, enquanto a Inglaterra também já garantiu o seu lugar. Os ingleses lideram actualmente o Grupo 8, mas seguirão em frente como um dos quatro melhores segundos classificados com melhor registo frente ao primeiro, terceiro, quarto e quinto classificados dos seus agrupamentos mesmo que sejam derrotados pela Noruega. Israel tem garantida a participação como anfitrião da fase final.

Grupo 1
Bósnia e Herzegovina - Alemanha
Grécia - Chipre

A Alemanha está apurada para o “play-off” como vencedora do grupo e venceu os nove jogos disputados, procurando despedir-se com um registo perfeito e mais um triunfo perfeito em Sarajevo. A Bósnia e Herzegovina sabe que vai terminar no segundo posto, mas precisa somar um ponto para continuar a ter hipóteses de chegar ao final como um dos quatro melhores segundos classificados.

Grupo 2
Suécia - Ucrânia
Lituânia - Finlândia

A Eslovénia terminou a sua campanha no primeiro lugar, mas tem apenas um ponto de vantagem sobre a Suécia e três sobre a Ucrânia, com as três selecções ainda a poderem ambicionar vencer o grupo. A Suécia recebe a Ucrânia num encontro que se prevê emotivo, pois a equipa da casa precisa de um triunfo para ultrapassar a Eslovénia devido ao registo nos confrontos directos com os líderes, enquanto um triunfo deixará a Ucrânia no primeiro lugar devido à vantagem na diferença de golos em relação aos rivais. A Ucrânia reforçou a sua determinação ao golear a Suécia por 6-0 em Maio.

Grupo 3
Montenegro - Arménia
República Checa - País de Gales

A República Checa garantiu o primeiro lugar graças a um empate em Montenegro na última jornada, um resultado que permitiu que o triunfo da Arménia, por 1-0, no País de Gales, fosse suficiente para a selecção do Cáucaso assegurar o segundo lugar. Agora a Arménia tem de aproveitar a deslocação a Podgorica para tentar aumentar as hipóteses de chegar ao final desta fase como um dos quatro melhores segundos colocados.

Grupo 4
Dinamarca - Irlanda do Norte
Sérvia - Antiga República Jugoslava da Macedónia

Há muito a decidir na última jornada, já que a Dinamarca está a dois pontos da líder Sérvia, depois de ter consentido um empate a um golo na recepção aos rivais, em Aalborg, na sexta-feira. O golo marcado na Dinamarca permite que os sérvios só precisem de um ponto frente à ARJ da Macedónia para garantir o primeiro lugar, pois os escandinavos não tinham ido além de um nulo na deslocação à Sérvia, enquanto que um desaire poderá deixar a equipa ao alcance dos macedónios, que estão a três pontos. Neste caso, o triunfo da ARJ da Macedónia no grupo ficaria dependente do resultado da Dinamarca frente à Irlanda do Norte.

Grupo 5
Espanha - Croácia
Suíça - Estónia

A campeã Espanha garantiu a presença no ”play-off” ao conseguir um nulo na Suíça, na sexta-feira, e a partilha de pontos também confirmou a equipa da casa no segundo lugar. Vice-campeã em 2011, a Suíça quer aproveitar a recepção ao último classificado do grupo para reforçar a candidatura a passar à fase seguinte.

Grupo 6
Rússia - República Moldava
Polónia - Portugal

A líder Rússia é obrigada a vencer a República Moldava, que está no quarto lugar, para garantir a passagem ao "play-off". A equipa de Nikolai Pisarev tem dois pontos de vantagem sobre Portugal e cairá para o segundo lugar no caso de consentir um empate e Portugal triunfar na Polónia.

Grupo 7
Hungria - Liechtenstein
Itália - República da Irlanda

A Itália confirmou a passagem ao “play-off” com uma goleada de 7-0 ao Liechtenstein na última ronda e o segundo lugar está entregue à Turquia, que já terminou a sua campanha e tem cinco pontos de vantagem sobre a Irlanda, que é terceira. A Turquia somou 15 pontos em 10 jogos e vai ter de esperar até final para ver se são suficientes para garantir a continuidade no apuramento.

Grupo 8
Inglaterra - Noruega
Bélgica - Islândia

Chesterfield vai ser palco do ansiado embate entre os dois primeiros classificados do Grupo 8. A Noruega está a dois pontos da Inglaterra e é obrigada a vencer para terminar no primeiro lugar do grupo. A equipa de Stuart Pearce só precisa de um empate para segurar a liderança.

Grupo 9
Letónia - Roménia
Eslováquia - Cazaquistão

A França garantiu o primeiro posto com sete vitórias em oito jogos, relegando Eslováquia e Roménia para a discussão do segundo lugar. A Eslováquia está em vantagem pois derrotou os franceses por 2-1 na sexta-feira e atingiu os 12 pontos, mas precisa de mais uma vitória frente ao Cazaquistão para ter hipóteses de seguir em frente como um dos quatro melhores segundos classificados. No caso de falharem o triunfo na última ronda, os eslovacos arriscam-se a ser ultrapassados pela Roménia ao cair do pano.

Grupo 10
Áustria - Escócia
Luxemburgo - Bulgária

A Holanda assegurou o primeiro lugar ao derrotar a Áustria por 4-1, na sexta-feira, e já terminou a participação no grupo. A Escócia já não pode ser desalojada do segundo posto, mas está ansiosa por um triunfo na Áustria para aumentar as hipóteses de fazer companhia aos holandeses no “play-off”.

Calendário 
14 de Setembro: Sorteio do “play-off” (Nyon)
12-16 de outubro: “Play-off”
28 de Novembro: Sorteio da fase final (Israel)
05 a 18 de Junho: Fase final (Israel)

Topo