Alemanha pronta a corrigir erros do passado

A Alemanha inicia a qualificação para o Europeu de Sub-21 de 2013 esta terça-feira, frente ao Chipre, determinada em corrigir os erros que ditaram a ausência da edição de 2011, na Dinamarca.

Sebastian Rudy (à direita) e Lewis Holtby estão entre as maiores promessas da Alemanha
©Getty Images

A Alemanha inicia a campanha de qualificação para o Campeonato da Europa de Sub-21 de 2013 esta terça-feira, frente a Chipre, determinada em corrigir os erros que ditaram a ausência da fase final da edição de 2011, na Dinamarca.

Campeã dois anos antes, a selecção germânica terminou atrás da República Checa e da Islândia no respectivo grupo de apuramento e o seleccionador Rainer Adrion espera agora que esta nova geração consiga corresponder ao valor que possui. E, para tal, conta começar com o pé direito no Grupo I, em Karlsruhe, frente a uma selecção de Chipre que conta já com um triunfo por 6-0 sobre San Marino.

O facto de ter ficado sem Ilkay Gündogan, Toni Kroos, André Schürrle e Mario Götze, chamados à selecção principal para o embate de quarta-feira ante o Brasil, não ajuda, mas Adrion mantém-se extremamente confiante. "Aproveitámos o final da temporada transacta para começar a construir uma nova equipa", explicou. "Somámos quatro vitórias, três empates e uma derrota, mas conseguimos formar um bom grupo. Testámos muitos aspectos e estamos prontos para começar com a conquista de três pontos."

Com Bósnia-Herzegovina, Grécia e Bielorrússia – terceira classificada na Dinamarca, este Verão – também como adversárias, e apenas o vencedor do grupo a garantir automaticamente um lugar no "play-off", exige-se cautela. Contudo, Sebastian Rudy, médio do TSG 1899 Hoffenheim, garante que o moral está em alta entre os Sub-21 alemães. "Nos últimos jogos mostrámos que somos capazes de criar muitas oportunidades de golo e que temos uma defesa compacta. Lançámos a base para, agora, sermos capazes de bater grandes equipas."

Topo