Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Inglês Fielding pronto para desafio checo

Após ter superado com êxito um "duro desafio" frente à Ucrânia, o guardião Frank Fielding prevê um "excelente jogo" quando a Inglaterra defrontar a República Checa, com as meias-finais em disputa.

Frank Fielding manteve a sua baliza inviolável ante a Ucrânia
Frank Fielding manteve a sua baliza inviolável ante a Ucrânia ©Action Images

O guardião Frank Fielding afirma que o último jogo do Grupo B da Inglaterra, ante a República Checa, a disputar no domingo, é o equivalente a "uma partida dos quartos-de-final" para os ingleses, dado que o vencedor segue em frente para as meias-finais.

Fielding foi forçado a intervir em várias ocasiões, no encontro que terminou empatado a zero com a Ucrânia, com destaque para uma no minuto 82, quando, depois de fechar o ângulo, defendeu com as pernas um remate de Denys Garmash. "A Ucrânia é uma equipa muito forte," disse o guarda-redes, que milita no Derby County FC. "Foi um jogo muito diferente do da Espanha, mas eles foram um óptimo adversário. Tiveram as suas oportunidades e nós as nossas, não aproveitámos e agora temos que marcar no domingo."

A Inglaterra soma apenas um golo em dois encontros, apesar de ter apenas um golo sofrido, de bola parada, ante a Espanha. "Defensivamente estamos bem, voltámos a defender bem e temos que voltar a fazê-lo no próximo encontro. Esta equipa nunca acredita em facilidades e agora só pensamos no jogo de domingo."

A República Checa perdeu por 2-0 com a Espanha no primeiro jogo de quarta-feira, mas continua na frente da Inglaterra depois da vitória no jogo inaugural por 2-1, sobre a Ucrânia, pelo que os comandados de Stuart Pearce precisam de vencer para chegar, pela terceira vez consecutiva, às meias-finais. "Para nós é como se fosse os quartos-de-final," continuou Fielding, de 23 anos. "Eles apenas precisam de um ponto para seguir em frente, enquanto nós temos de ganhar, pelo que será um excelente jogo." Viborg aguarda.

Topo