Alemanha diz adeus, Holanda festeja

A Alemanha perdeu a oportunidade de revalidar o título europeu de Sub-21, numa noite plena de jogos que confirmou a presença da Holanda no "play-off" de acesso à fase final como vencedora de grupo.

Alemanha diz adeus, Holanda festeja
©uefa.com 1998-2010. All rights reserved.

A Alemanha perdeu a oportunidade de revalidar o título europeu de Sub-21, numa noite que confirmou a presença da Holanda no play-off de acesso à fase final como vencedora de grupo.

Apenas 14 meses depois de conquistar o Campeonato da Europa de Sub-21, com uma vitória, por 4-0, sobre a Inglaterra na final, a Alemanha viajou à Islândia a precisar de um triunfo para manter as possibilidades de se apurar para o "play-off" como um dos quartos melhores segundos classificados. Porém, foram os islandeses que partiram para uma vitória por 4-1 que deixou o seleccionador Eyjólfur Sverrisson radiante.

"Jogámos para ganhar, mas não esperava vencer de uma forma tão confortável", admitiu o técnico. "O plano era pressionar os alemães desde o início do jogo para os surpreender e acabou por resultar". A desilusão era evidente no treinador alemão Rainer Adrion: "Este jogo era para ser um novo início, mas devido às nossas faltas de atenção acabámos por perder por um resultado horroroso. Cometemos demasiados erros na defesa e as jogadas de ataque foram pobres. É uma enorme desilusão falhar a qualificação para o EURO".

A Islândia tem o melhor ataque da competição, com 28 golos, e está em segundo lugar atrás da República Checa, que manteve o registo 100 por cento vitorioso com um triunfo, por 5-0, sobre San Marino. Aos checos basta, agora, vencer a Alemanha, no dia 3 de Setembro, para garantir o primeiro posto do grupo.

Quem também soma por triunfos todos os jogos realizados é a Holanda, que selou a presença no play-off como vencedora do Grupo 4 após bater, por 3-0, o Liechtenstein. A Espanha não conseguiu melhor do que empatar (1-1) na Finlândia e, por isso, apenas pode pensar num dos melhores segundos lugares para chegar à fase final, que vai decorrer na Dinamarca.

Rússia e Roménia venceram, respectivamente, Letónia e Moldávia e mantêm-se coladas no topo do Grupo 1. Os dois países fecham a fase de qualificação com um duplo compromisso entre ambos, nos dias 3 e 7 de Setembro. As contas também estão equilibradas no Grupo 8, com a Bélgica a igualar a líder Ucrânia, apesar de ter mais um jogo disputado. Os belgas venceram a França por 1-0, graças a um golo de Benjamin Mokulu Tembe, aos oito minutos.

A Itália, que já venceu o troféu em cinco ocasiões, corre o risco de seguir as pisadas da Alemanha, depois de ter caído para o terceiro lugar do Grupo 3 após a vitória da Hungria (2-0) na Bósnia-Herzegovina. O País de Gales lidera com 13 pontos, mais um do que húngaros e com três de vantagem sobre os transalpinos.

A Croácia está no topo do Grupo 7, depois de levar a melhor sobre a Noruega por 4-1, e mantém dois pontos de vantagem sobre a Eslováquia, que venceu a Sérvia (2-1). A Bielorrússia, por seu lado, recuperou de uma desvantagem de 3-1 para conquistar um ponto em casa do líder do Grupo 10, a Áustria, graças a dois golos de Dmitri Rekish nos últimos 15 minutos (3-3). Os austríacos mantêm o primeiro posto (14 pontos), mas Escócia e Bielorrússia têm apenas menos um.

Topo