Portugal continua imparável

A selecção portuguesa de Sub-21 é uma das únicas cinco equipas que contam por vitórias os jogos disputados na fase de apuramento para o Europeu de 2006.

Após os jogos desta terça-feira, Portugal, Itália, Inglaterra, Roménia e Croácia são os únicos países com duas vitórias na fase de apuramento para o Campeonato da Europa de Sub-21, sendo que a Grécia e a Suíça também têm motivos para festejar. O uefa.com faz uma ronda pelas incidências de mais uma jornada da qualificação para o Europeu.

Grupo 1
A Holanda e a República Checa começaram as suas campanhas com um nulo, em Heerenveen, perante 10 mil espectadores, resultado que deixa a Roménia com três pontos de avanço em relação ao segundo classificado do grupo, a Macedónia.

Grupo 2
A Grécia está no primeiro lugar do grupo após ter ganho, por 2-1, à Turquia, em Atenas, graças aos golos apontados por Christos Bourbos e Alexandros Tziolis, com Ibrahim Akin a marcar pelos turcos. A Geórgia também lidera, com quatro pontos, com dois golos nos primeiros 18 minutos, de Shota Kashia e Irakli Modebadze, num encontro cheio de incidências, disputado em Tbilisi. Denis Bosanka reduziu para os albaneses, numa partida em que os georgianos acabaram com nove, devido às expulsões de Georgi Tsimakuridze e Gogita Gogua, enquanto os visitantes terminaram com dez, pois Gjergj Muzaka também viu o cartão vermelho. Um livre directo, apontado por Olexander Aliyev, deu a vitória à Ucrânia no Cazaquistão.

Grupo 3
Portugal lidera depois de vencer, claramente, a Estónia, por 3-0, com golos de Paulo Sérgio e Hugo Almeida, que bisou. Um golo aos 81 minutos, apontado por Oskars Klava, deu a vitória à Letónia, por 2-1, sobre o Luxemburgo, que esteve a perder, com um golo de Aleksejs Visnakovs, mas empatou por intermédio de Philippe Durer.
 
Grupo 4
A Suíça começou bem, com uma vitória, por 4-2, sobre a República da Irlanda, em Berna. Stephan Lichsteiner abriu o activo logo aos quatro minutos, com Xavier Margairaz a fazer o segundo e terceiro golos no início da segunda parte. Os irlandeses reagiram e reduziram para 3-2, graças aos golos de Stephen Elliott e Aidan McGeady, este de penalty, mas um auto-golo de Patrick McCarthy colocou um ponto de final na discussão do resultado. Em Telavive, Israel arrecadou os seus primeiros três pontos, com um golo de Barak Itzhaki, aos 32 minutos, a ser suficiente para derrotar o Chipre.

Grupo 5
A campeã em título, a Itália, sofreu para derrotar fora a Moldávia, pois já passavam dois minutos dos 90 quando Antonio Floro Flores marcou o único golo da partida. A Noruega, que tinha perdido com a Itália por 2-0 na passada sexta-feira, foi batida em casa pela Bielorrússia, por 3-2, apesar de ter começado melhor, graças a um golo de Lars-Kristian Eriksen. Oleg Sjkabara fez o empate a doze minutos do fim, com Eirik Markegard a dar, de novo, a vantagem aos da casa. Porém, dois golos de rajada apontados por Mikhail Afanasijev deram uma dramática vitória aos bielorrussos. Borut Semler garantiu um precioso ponto fora à Eslovénia, depois de a Escócia se ter adiantado no marcador com um golo de Garry O'Connor. A partida ficou ainda marcada pela expulsão de Mitja Morec.

Grupo 6
A Inglaterra manteve a sua carreira 100 por cento vitoriosa, com Carlton Cole e Darren Bent a marcarem na vitória por 3-1, em Rybnik, na Polónia. Marcin Burkhardt colocou a equipa da casa na frente do marcador logo aos cinco minutos, mas Cole empatou mesmo antes do intervalo. Com a expulsão do polaco Dariusz Dudka, as coisas ficaram mais fáceis para os ingleses, com Bent a marcar a 18 minutos do fim, tendo tempo ainda para bisar dez minutos depois. Andreas Lasnik, Roman Kienast e René Schicker marcaram os golos da Áustria, que bateu, por 3-0, o Azerbaijão, em Viena.

Grupo 7
A Espanha juntou-se à Bélgica e à Servia e Montenegro, todas com três pontos, depois de bater em Sarajevo a Bósnia-Herzegovina por 2-0, com golos, na segunda parte, de Sergio García e Jesús Navas González. A Lituânia amenizou a sua derrota, por 3-0, na Bélgica, ao derrotar San Marino, por 2-0, em Vilnius, com o novo avançado do FC Lokomotiv Moskva, Mindaugas Panka, e Darvydas Šernas a serem os autores dos golos.

Grupo 8
A Croácia é outras das equipas com duas vitórias em outros tantos jogos, com os golos na segunda parte apontados por Mario Grgurovic e Eduardo da Silva a revelarem-se suficientes para bater a Suécia, em Trollhättan. A Hungria, derrotada por 1-0 pela Croácia na sexta-feira passada, precisou de um golo no último minuto de Robert Feczesin para bater a Islândia, em Dunaujvaros.

Topo