França mais forte

França 3-0 Alemanha
A selecção francesa construiu uma vitória robusta frente à Alemanha, com golos de Sinama-Pongolle, Gouffran e Mavuba.

Depois de ter batido Portugal na ronda inaugural do Grupo A, a selecção francesa ultrapassou a Alemanha, com uma vitória por 3-0, tendo tudo para seguir para as meias-finais do Campeonato da Europa de Sub-21.

Várias mexidas
A Alemanha apresentou várias alterações em relação à partida com a Sérvia e Montenegro, a começar pela ausência do marcador do golo da vitória ante os sérvios, Eugen Polanski. Nando Rafael, avançado de origem angolana, sentou-se no banco, ao passo que no meio-campo, Hilbert cedeu o lugar a Ochs. Entre os franceses, destaque para o marcador do tento da vitória frente a Portugal, Briand, que começou a partida no banco de suplentes. No lado esquerdo da defesa, Berthod deu o lugar a Clerc, ao passo que Gourcuff saiu do "onze", actuando Diarra no seu lugar.

França domina
A primeira ocasião de golo pertenceu ao conjunto germânico, logo aos três minutos. Kiessling recebeu o esférico à entrada da área e rematou de pronto, mas o disparo do avançado saiu ligeiramente ao lado. Os franceses responderam aos 11 minutos, numa jogada de insistência de Faubert, que culminou com o remate à baliza alemã. Ainda assim, Rensing afastou o perigo. Após um início equilibrado, a equipa comandada por René Girard começou a dominar as operações a meio-campo, mas a Alemanha não permitiu um domínio intenso por parte do conjunto gaulês.

Alemanha equilibra mas sofre
Assim, aos 23 minutos, Schulz dispôs de uma boa ocasião para inaugurar o marcador, após um remate forte fora da área. O guardião francês, Mandanda, opôs-se da melhor forma e evitou o pior para as suas redes. Aos 34 minutos, foi a vez de Gouffran criar um bom lance, descaído sobre o lado esquerdo. O remate do atacante gaulês saiu fraco, para defesa fácil de Rensing. Quando todos esperavam pelo intervalo, os franceses adiantaram-se no marcador aos 44 minutos, após um livre cobrado por Sinama-Pongolle. O jogador do Blackburn Rovers FC rematou forte e colocado, à entrada da área, com Rensing a não ficar isento de culpas.

Franceses dilatam 
Depois de ter fechado com chave de ouro o primeiro tempo, a selecção francesa poderia ter dilatado a vantagem aos 55 minutos, após um excelente cruzamento de Sinama-Pongolle no lado esquerdo. O recém-entrado Gourcuff falhou o que parecia mais fácil, não tendo conseguido acertar no esférico nas melhores condições. Aos 71 minutos, o cenário complicou-se ainda mais para os germânicos, já que a França chegou ao 2-0, após a marcação de mais um livre fora da área. Rensing defendeu para a frente e Gouffran confirmou o segundo tento da sua equipa.

Jogos no domingo
Três minutos depois, os gauleses aumentaram a contagem, após uma excelente iniciativa de Mavuba, que culminou com um golo de belo efeito. Os alemães ainda tentaram contrariar a supremacia gaulesa, mas os homens de Dieter Eilts não conseguiram sequer apontar o tento de consolação, apesar de terem criado alguns lances na fase final. A França encontra a Sérvia e Montenegro na última ronda da fase de grupos, no próximo domingo, enquanto os alemães defrontam Portugal no mesmo dia.

Melhor em Campo Carlsberg: Antonio Mavuba