Noruega procura vitória histórica frente à Espanha

A campeã Espanha venceu os três jogos oficiais disputados ante a Noruega, presente pela primeira vez numa meia-final de Sub-21 desde que perdeu com o adversário em 1998.

A Noruega espera chegar à sua primeira final de Sub-21
©Sportsfile

A Espanha, detentora do título, vai procurar dar outro passo rumo à revalidação do título no Campeonato da Europa de Sub-21 quando defrontar a Noruega na primeira meia-final da prova, em Netanya.

Vencedora do Grupo B, a Espanha chega invicta às meias-finais do certame realizado em Israel – e ainda sem sofrer qualquer golo –, mas certamente não irá subestimar a Noruega, segunda classificada do Grupo A, que também ainda não perdeu e que chega pela primeira vez às meias-finais desde que saiu derrotada pela "La Rojita" em igual fase da prova de 1998.

Encontros anteriores
• A Espanha venceu os três encontros oficiais entre as duas selecções, começando com esse sucesso por 1-0 nas meias-finais de 1998 realizadas em Bucareste, no qual Víctor Sánchez apontou o único golo da partida aos quatro minutos do prolongamento.

• A Espanha de José Ignacio Sáez venceria a final desse ano frente à Grécia, ao passo que a Noruega consolou-se com um triunfo sobre a Holanda no jogo de atribuição dos terceiro e quarto lugares. O seleccionador da Noruega nesse ano, Nils Johan Semb, encontra-se em Israel com a equipa no cargo de director-técnico da Federação Norueguesa de Futebol (NFF).

• A Espanha também terminou com as esperanças norueguesas no "play-off" de apuramento para a edição de 2000 realizado em Novembro de 1999. Os espanhóis estiveram em desvantagem, mas acabaram por ganhar a primeira mão, em Oslo, por 3-1, em que os golos de Xavi Hernández, Francisco Farinós e Gerard López significaram uma resposta enérgica ao tento de John Carew.

• A vitória da Espanha seria ainda mais expressiva na partida da segunda mão, em Santander, onde Raúl Tamudo, Gerard, Albert Luque e Jordi Ferrón marcaram no triunfo por 4-0.

• Para a Noruega a tendência de perder com a Espanha continuou no encontro particular disputado pelas duas equipas em Toledo, a 21 de Março deste ano. Apesar de Håvard Nielsen ter marcado cedo para os visitantes, a Espanha marcou dois golos praticamente de seguida, através de Cristian Tello, antes de, no segundo tempo, apontar mais três, por intermédio de Rodrigo, Sergio Canales e de um autogolo de Jonatan Tollås. Flamur Kastrati fechou a contagem ao apontar o tento de consolação da Noruega.

• As equipas alinharam da seguinte forma:
Espanha: Joel; Montoya, Bartra (Amat 61), Íñigo Martínez (Nacho 54), Muniesa (Moreno 69); Koke (Deulofeu 46), Illarramendi (Camacho 54); Tello (Sarabia 61), Thiago, Muniain (Canales 54); Rodrigo (Álvaro 61).
Noruega: Nyland; Linnes, Rogne, Tollås, Skjelvik; Berget (Borven 56), Svensson (Ibrahim 64), Singh; Elabdellaoui, Pedersen, Nielsen (Kastrati 46).

Retrospectiva
• Invicta há 24 jogos oficiais, série que inclui 22 vitórias, a Espanha procura conquistar o título europeu de Sub-21 pela quarta vez, após triunfos anteriores em 1986, 1998 e 2011.

• Para a Espanha, esta será a sétima meia-final de Sub-21, sendo que possui um registo muito forte nesta fase da prova, com cinco vitórias nos seis duelos disputados até ao momento.

• A Noruega nunca chegou à final de qualquer prova de selecções masculinas da UEFA e perdeu a única meia-final de Sub-21, frente à Espanha.

• A equipa que ganhar irá defrontar o vencedor da meia-final Itália-Holanda a 18 de Junho no Estádio Teddy, em Jerusalém.

Ligações entre as equipas
• Marc Bartra, Thiago Alcántara, Rodrigo e Tello faziam parte da selecção espanhola que empatou 1-1 com a Noruega na Ronda Elite do Campeonato da Europa de Sub-19, na Turquia. Vegar Hedenstad, Omar Elabdellaoui, Markus Henriksen e Stefan Johansen jogaram pela Noruega.

• Julen Lopetegui teve contacto directo com o futebol norueguês como jogador do Rayo Vallecano de Madrid, na primeira mão da Taça UEFA de 2000, quando defrontou o Molde FK. O seleccionador de Espanha actuou os 90 minutos no triunfo da equipa dos arredores da capital espanhola por 1-0 na Escandinávia, tendo sido suplente não utilizado na segunda mão, cujo resultado foi 1-1

• Na Ronda de Elite da mesma competição, três anos antes, Tor Ole Skullerud dirigiu a selecção da Noruega, que incluía Håvard Nordtveit, derrotada pela Espanha, por 5-2, em Fredrikstad. Os espanhóis sagraram-se campeões europeus de Sub-19 nesse ano.

• Thomas Rogne foi suplente não utilizado pelo Celtic FC na derrota em Camp Nou, por 2-1, em Novembro, frente a uma equipa do FC Barcelona que continha Bartra e o substituto Tello. Tal como Rogne, Martín Montoya assistiu a tudo a partir do banco de suplentes.

• Jo Inge Berget e Anders Konradssen alinharam pelo Strømsgodset IF na eliminação do clube norueguês da fase de qualificação da UEFA Europa League de 2011/12 pelo Club Atlético de Madrid, mais tarde vencedor da prova. Johansen foi suplente não utilizado na segunda mão, em Espanha.

• David de Gea e Joshua King estiveram juntos no Manchester United FC entre o Verão de 2011 e Janeiro deste ano, mas nunca jogaram juntos na equipa principal.

Desempate por grandes penalidades
• A Espanha disputou por duas vezes um desempate por penalties antes num torneio de Sub-21. Em 1986 os espanhóis bateram a Itália por 3-0 após um empate 3-3 no conjunto das duas mãos mas perderam o jogo decisivo de 1996 por 4-2, após 1-1 no final.

Notícias de Espanha
• Ignacio Camacho foi obrigado a deixar o relvado no jogo com a Holanda devido a uma lesão num tornozelo, mas espera-se que esteja apto para defrontar a Noruega.

• Álvaro Morata concluiu a fase de grupos como melhor marcador da prova, com três golos. O ponta-de-lança do Real Madrid CF foi igualmente o melhor marcador quando a Espanha conquistou o Campeonato da Europa de Sub-19.

• O médio Adam Maher, da Holanda, tentou trocar camisolas com Thiago Alcántara após o jogo de quarta-feira, mas necessitou da ajuda do assessor de imprensa de Espanha para conseguir ficar com a camisola do capitão adversário.

Notícias da Noruega
• No dia seguinte a ter alcançado as meias-finais, a selecção da Noruega descontraiu com uma visita à tarde à Cisjordânia e a Jerusalém. À noite, o seleccionador Skullerud, juntamente com três outros membros da delegação, deslocaram-se a Petah Tikva para ver a Espanha derrotar a Holanda e apurar-se para a meia-final de sábado com os escandinavos.

• A selecção passeou na quinta-feira de manhã junto à praia perto do hotel onde está hospedada em Telavive, antes de treinar em Ramat Gan à noite.

• Skullerud não ficou com preocupações de lesões no rescaldo do empate de terça-feira com a Itália – quando fez nove alterações na equipa titular –, pelo que deverá ter todo o plantel à disposição para sábado.

Topo