Pot aposta tudo contra a Itália

Cor Pot garantiu que a Holanda não viajou até Israel "para passar férias, mas conseguir resultados" antes da meia-final frente à Itália, vitoriosa por 3-0 num amigável disputado no ano passado.

Cor Pot no treino da Holanda na véspera da meia-final com a Itália
Cor Pot no treino da Holanda na véspera da meia-final com a Itália ©Sportsfile
A Itália tem algumas preocupações quanto a lesões
A Itália tem algumas preocupações quanto a lesões©Sportsfile
Georginio Wijnaldum durante um treino da Holanda
Georginio Wijnaldum durante um treino da Holanda©Sportsfile

Cor Pot prevê “um jogo aberto e interessante” quando a Holanda defrontar a Itália na meia-final de sábado do Campeonato da Europa de Sub-21. Depois de há um ano, numa partida amigável, os “azzurrini” terem vencido por 3-0, Pot espera que a sua equipa se exiba num nível muito mais elevado do que dessa vez. Por seu lado, o seleccionador italiano, Devis Mangia, remete esse triunfo na sua estreia no cargo para o passado e exige entrega a 100 por cento dos seus atletas.

Devis Mangia, seleccionador de Itália 
Nas meias-finais não é importante quem marca mais golos, mas sim que os jogadores sejam capazes de dar tudo de si em campo. Penso que preparámos bem este jogo e a única coisa que se pode revelar decisiva amanhã é o espírito de grupo. A única coisa importante é que estarão 11 jogadores de cada lado, a jogar num campo relvado e com futebol pelo meio.
  
Não penso no jogo que fizemos em Agosto, da mesma forma que não penso nos jogos que fizemos em Agosto, Setembro, Outubro e Novembro. Esqueci-me completamente desse jogo e estou concentrado apenas no de amanhã.
 
Tenho as minhas próprias ideias, tal como qualquer treinador bem como as equipas as têm como reflexo do que o treinador quer. Acontece o mesmo no futebol holandês; não é apenas o futebol champanhe. Tenho as minhas ideias e a minha equipa segue-as.

No final de todos os treinos praticámos a marcação de grandes penalidades mas isso está a cargo do meu adjunto, eu nunca assisto. Não posso, por isso, dizer quem serão os cinco escolhidos – dependerá do humor da equipa no momento. Não é uma decisão para ser tomada agora. Posso apenas garantir que o guarda-redes não estará entre os primeiros cinco!

Resultados da fase de grupos
Inglaterra 0-1 Itália (Insigne 79)
Itália 4-0 Israel (Saponara 18, Gabbiadini 42 53, Florenzi 71)
Noruega 1-1 Itália (Strandberg 90pen; Bertolacci 90+4)

• Lorenzo Insigne conferiu à Itália um início perfeito na competição, frente à Inglaterra, enquanto o lugar nas meias-finais foi confirmado por uma vitória enfática, diante de Israel, reduzida a dez homens. Um penalty na fase derradeira do jogo com a Noruega pareceu afastar os homens de Devis Mangia da liderança do Grupo A, mas Andrea Bertolacci, nos descontos, garantiu aos “azzurrini” o ponto que faltava.

Notícias da equipa
Mangia adiou para o final do treino de sexta-feira uma decisão sobre a recuperação de Lorenzo Insigne. O médio do SSC Napoli sofreu uma lesão num tornozelo contra Israel e desde então está em tratamento. Mattia Destro e Andrea Bartolacci começaram o treino ao lado de Insigne, à parte do grupo principal, mas são ambos recuperáveis. Questionado sobre como vai proceder à escolha dos avançados, o seleccionador brincou: “Vou atirar duas camisolas ao ar, os primeiros dois a agarrá-las, jogam.”

Cor Pot, seleccionador da Holanda
Vamos ver o que acontece pois a Itália é uma selecção muito forte, tal como nós. O campeonato italiano é um pouco mais competitivo do que o holandês mas estou contente porque temos jogadores que alinham nas equipas de topo da Holanda mas também em outras ligas, na Alemanha e em Portugal.

Temos jogadores que alinharam pela selecção principal. Temos de criar uma filosofia e uma nova equipa para jogar [Campeonato do Mundo] no Brasil. Quando participámos numa competição destas temos uma missão, e a missão é vencer. Não viemos para passar férias, viemos para ter resultados. Disse, desde o início, que vínhamos a Israel para ser campeões europeus. Marcámos oito golos em dois jogos e temos vindo a jogar um futebol atraente e ofensivo.

Eles têm praticamente a mesma equipa [do amigável em Agosto] e causaram-nos muito boa impressão. Marcaram três golos e estamos avisados quanto à sua qualidade. Mas acredito que somos mais fortes pelo que será um duelo aberto, um jogo interessante.

Resultados da fase de grupos
Holanda 3-2 Alemanha (Maher 24, Wijnaldum 38, Fer 90; Rudy 47pen, Holtby 81)
Holanda 5-1 Rússia (Wijnaldum 39, De Jong 61, John 69, Hoesen 83, Fer 90+2; Cheryshev 65)
Espanha 3-0 Holanda (Morata 26, Isco 32, Álvaro Vázquez 90+1)

• Leroy Fer marcou de cabeça, na fase derradeira do jogo, o golo que deu a vitória sobre a Alemanha na partida de arranque. Entusiasmado pelo triunfo, a “Jong Oranje” goleou uma Rússia reduzida a dez unidades para alcançar uma vaga na meia-final quando faltava ainda um jogo para ser disputado. Por fez, então, uma mudança completa no onze para o último encontro, diante da Espanha, com quem perderam por 3-0, terminando em segundo lugar no Grupo B.

Notícias da equipa
Bram Nuytinck está afastado do resto da competição devido a uma lesão num joelho sofrida na derrota de quarta-feira contra a Espanha (3-0). Pot, que tirando este caso tem o resto da equipa pronta para jogar, disse que vai utilizar “mais ou menos” o mesmo onze que iniciou os jogos com a Alemanha e a Rússia.

Facto do jogo
A Itália detém um registo inigualável ao nível dos Sub-21, com cinco títulos conquistado. A Holanda, por seu lado, tem dois triunfos alcançados em 2006 e 2007.

Sabia que?
O registo da Itália em meias-finais do Campeonato da Europa Sub-21 é de V9 E5 D4. A última vez que chegou a esta fase aconteceu em 2009, na Suécia, tendo perdido por 1-0 com a futura campeã Alemanha. A Holanda já disputou quatro meias-finais e, na segunda vez que foi semifinalista, em 1998 – perdeu com a Grécia –, as outras duas equipas nesta mesma fase eram a Espanha e a Noruega, tal como agora.

Para mais informações consulte o dossier completo de imprensa (em inglês).

Conteúdos relacionados

Topo