Alemanha e Suíça esperam teste difícil

"Acredito que podemos passar esta fase", disse o seleccionador da Alemanha, Rainer Adrion, à medida que prepara a sua equipa para defrontar a Suíça na primeira mão do "play-off".

Rainer Adrion está confiante que a Alemanha pode afastar a Suíça
Rainer Adrion está confiante que a Alemanha pode afastar a Suíça ©Getty Images

A Alemanha recebe a Suíça na primeira mão do "play-off", em Leverkusen, e apesar de contar com um registo quase perfeito na fase de qualificação, o seleccionador Rainer Adrion não dá nada por garantido frente ao finalista de 2011.

A Alemanha ganhou o Grupo 1 sem dificuldades, com nove vitórias em dez jogos, enquanto a Suíça teve que se contentar com o segundo lugar do Grupo 5, atrás da campeã Espanha. No entanto, Adrion está atento a uma equipa que forçou a "la roja" a um empate sem golos, na penúltima jornada. "Era a equipa com o coeficiente mais elevado no segundo pote", disse. "Atingiu a final na Dinamarca, em 2011, e conta no seu plantel com alguns jogadores vencedores do Campeonato do Mundo Sub-17."

"Trabalhámos bastante durante dois anos para atingir estes jogos. Agora o nosso objectivo é ultrapassar a Suíça e chegar à fase final. Acredito que podemos passar esta fase."

O médio-defensivo Patrick Funk jogou regularmente na fase de grupos, e espera que os colegas de equipa podem transitar o seu excelente momento de forma para o "play-off". "O 'play-off' nunca é fácil, e calhou-nos em sorte uma equipa complicada", disse o jogador do FC St Pauli. "Se queremos chegar à fase final em Israel, temos que vencer a Suíça. Possuímos uma equipa muito boa, com bastante qualidade, e acredito no nosso sucesso."

Ainda assim, devem fazê-lo sem o contributo de Patrick Herrmann, lesionado numa coxa, e Boris Vukcevic, ainda a recuperar de um acidente de viação. "Também vamos jogar pelo Boris", acrescentou o treinador Adrion. "Os nossos pensamentos estão com ele e queremos ganhar estes jogos por ele."

O homólogo de Adrion, Pierluigi Tami, eleito Treinador do Ano na Suíça pelos seus feitos no torneio de 2011, também espera uma tarefa difícil frente a uma equipa que queria evitar no torneio. "Este era o adversário mais complicado que nos podia calhar", disse. "Sem dúvida que queríamos evitar a Alemanha, mas agora não há volta a dar."

"Muitos dos seus jogadores já são titulares na Bundesliga, um dos campeonatos mais fortes do Mundo. Mas também é uma oportunidade para defrontarmos uma das melhores equipas que existe, duas vezes. Vamos encarar a partida com confiança e bravura."

Os dois países contam com jogadores elegíveis para os Sub-21 mas que, em vez disso, já alinham pela selecção principal. Mario Götze, Toni Kroos, André Schürrle, İlkay Gündoğan, Marc-André ter Stegen e o lesionado Julian Draxler, do lado dos anfitriões, o mesmo acontecendo com Granit Xhaka, do VfL Borussia Mönchengladbach, e Xherdan Shaqiri, do FC Bayern München, do lado helvético.

Equipa da Alemanha
Guarda-redes
Oliver Baumann (SC Freiburg), Bernd Leno (Bayer 04 Leverkusen), Kevin Trapp (Eintracht Frankfurt).

Defesas
Marc Hornschuh (Borussia Dortmund), Tony Jantschke (VfL Borussia Mönchengladbach), Sebastian Jung (Eintracht Frankfurt), Jan Kirchhoff (1. FSV Mainz 05), Sebastian Neumann (VfL Osnabrück), Lasse Sobich (SpVgg Greuther Fürth), Stefan Thesker (TSG 1899 Hoffenheim).

Médios
Patrick Funk (FC St Pauli), Lewis Holtby (FC Schalke 04), Moritz Leitner (Borussia Dortmund), Christoph Moritz (FC Schalke 04), Sebastian Rode (Eintracht Frankfurt), Sebastian Rudy (TSG 1899 Hoffenheim).

Avançados
Maximilian Beister (Hamburger SV), Karim Bellarabi (Bayer 04 Leverkusen), Alexander Esswein (1. FC Nürnberg), Peniel Mlapa (VfL Borussia Mönchengladbach), Sebastian Polter (1. FC Nürnberg), Kevin Volland (TSG 1899 Hoffenheim).

Equipa da Suíça
Guarda-redes
Roman Bürki (Grasshopper-Club), Joël Mall (FC Aarau), Benjamin Siegrist (Aston Villa FC).

Defesas
François Affolter (SV Werder Bremen), Fabio Daprela (Brescia Calcio), Berat Djimsiti (FC Zürich), Mickaël Facchinetti (FC Lausanne-Sport), Philippe Koch (FC Zürich), Fabian Schär (FC Basel 1893), Silvan Widmer (FC Aarau).

Médios
Amir Abrashi (Grasshopper-Club), Oliver Buff (FC Zürich), Izet Hajrović (Grasshopper-Club), Pajtim Kasami (Fulham FC), Antonio Marchesano (AC Bellinzona), Nzuzi Toko (Grasshopper-Club), Alain Wiss (FC Luzern), Steven Zuber (Grasshopper-Club)

Avançados
Orhan Ademi (Eintracht Braunschweig), Josip Drmić (FC Zürich), Haris Seferović (ACF Fiorentina).

Topo