Adrián apela à concentração de Espanha

Adrián López é uma das grandes sensações do Europeu de Sub-21, mas prefere não dar grande importância aos elogios e mostra um grande respeito pela Bielorrússia, o próximo adversário de Espanha.

Adrián tem provocado muitas dores de cabeça aos defesas no Europeu de Sub-21
Adrián tem provocado muitas dores de cabeça aos defesas no Europeu de Sub-21 ©Action Images

Adrián López é o melhor marcador do Campeonato da Europa de Sub-21, mas o espanhol não quer vencer apenas a Bota de Ouro adidas.

O atacante, que já marcou três golos, está determinado em ajudar a Espanha a bater a Bielorrússia, na quarta-feira, para garantir um lugar na final de sábado e nos Jogos Olímpicos de Londres. "Estamos optimistas, mas tranquilos, pois temos qualidade para seguir em frente," afirmou o jogador de 23 anos, que fez o 2-0 para a equipa de Luis Milla no encontro com a Ucrânia, na terceira jornada do Grupo B. "O nosso objectivo no domingo era derrotar os ucranianos e vencer o grupo. Justificámos o triunfo e estamos muito satisfeitos."

Adrián considera que a invencibilidade da Espanha vai ser colocada em risco na meia-final de Viborg com a Bielorrússia, que foi segunda no Grupo A. Adrián jogou uma hora no encontro de preparação que as duas equipas disputaram em Alcala de Henares,  a 28 de Março, que terminou com 1-1 no marcador, e reconhece que o adversário poderá criar problemas.

"A Bielorrússia não é uma equipa inferior," explicou o jogador que já marcou 13 golos em 94 jogos da Liga pelo RC Deportivo La Coruña. "Na teoria podem parecer inferiores, pois não são tão conhecidos, mas o jogo não vai ser nada fácil. Estão nas meias-finais com mérito. Teremos de estar muito concentrados para vencer," salientou a jogador natural das Astúrias.

Adrián tem mostrado grande concentração na Jutlândia. As boas movimentações e eficácia no remate permitiram-lhe marcar dois golos à República Checa, na segunda jornada, e possibilitaram que Espanha respondesse às interrogações que sugiram depois do empate a um golo com a Inglaterra.

A qualidade de Espanha libertou-se. Adrián lidera a classificação da Bota de Ouro com mais um golo que o compatriota Juan Mata, o suíço Admir Mehmedi, o checo Bořek Dočkal e o inglês Danny Welbeck. Se Adrián continuar a mostrar instinto de ponta-de-lança, a possível transferência do despromovido Corunha para o Club Atlético de Madrid poderá ter condições para se materializar este Verão.