Espanha evita facilitar ante a Ucrânia

A Espanha só precisa de um ponto diante da Ucrânia, em Herning, para passar às meias-finais do Europeu de Sub-21, mas Iker Muniain está de olhos postos numa vitória.

Iker Muniain quer conduzir a Espanha às meias-finais do Europeu de Sub-21
Iker Muniain quer conduzir a Espanha às meias-finais do Europeu de Sub-21 ©Getty Images

A Espanha só precisa de um ponto diante da Ucrânia, em Herning, para passar às meias-finais do Campeonato da Europa de Sub-21, mas Iker Muniain está de olhos postos numa vitória.

Apesar de os líderes do Grupo B entrarem na terceira jornada com quatro pontos, a verdade é que a Ucrânia, actual última classificada, ainda pode deixá-los fora da competição. Muniain, extremo-esquerdo da selecção espanhola e titular na vitória sobre a República Checa, depois de ter ficado no banco no empate ante a Inglaterra, admite que os ucranianos estão encostados à parede, mas acredita que a Espanha pode chegar muito longe na Dinamarca, desde que não seja complacente.

"Se continuarmos no mesmo caminho que trilhámos no jogo contra a República Checa, tenho a certeza de que iremos muito longe neste torneio", afirmou o extremo, de 18 anos. "Demos um grande passo. Agora, estamos conscientes de que um empate ante a Ucrânia será bom para nós, mas vamos jogar para ganhar. Será melhor seguir em frente com sete pontos do que com cinco."

Muniain, autor de nove golos em 61 jogos pelo Athletic Club na Liga espanhola ao longo das duas últimas épocas, traz velocidade e verticalidade a uma selecção espanhola com muito talento no ataque, mas também com uma defesa sólida. O grande objectivo da equipa pode ser imitar o feito dos seniores, actuais campeões europeus, mas, segundo o extremo, é melhor ir passo a passo.

"Somos uma equipa ambiciosa, que gosta de ganhar, e vamos procurar a vitória", repetiu, na antevisão do jogo de domingo. "Não nos preocupamos com o possível adversário nas meias-finais. O mais importante, neste momento, é o jogo contra a Ucrânia. O nosso primeiro objectivo é a qualificação para os Jogos Olímpicos".

Alberto Botía, central do Real Sporting de Gijón, reiterou a mensagem do colega de equipa, ao afirmar: "A Ucrânia veio ao EURO para tentar conquistar algo e este jogo é a última oportunidade de qualificação para eles. Nós ainda não estamos apurados e é por isso que precisamos de pontos".

A Ucrânia reagiu bem à derrota inaugural frente aos checos, empatando a zero ante a Inglaterra. Esse foi o primeiro passo na direcção certa para a equipa de Pavlo Yakovenko, mas Botía diz que a Espanha também está a melhorar. "Estamos a jogar melhor em cada jogo e, diante da Ucrânia, teremos mais uma oportunidade de evoluir, assegurando a passagem às meias-finais com grande confiança".

Topo