Análise da equipa

Netherlands

Holanda

Netherlands Heads and Teams - UEFA European Under-19 Championship
NrJogadorNascimentoPos.LTUPORESPGMClube
1Mickey van der Hart13-06-1994Guarda-redes909090 AFC Ajax (NED)
2Kenny Tete09-10-1995Defesa909090 AFC Ajax (NED)
3Sven Van Beek28-07-1994Defesa9090 Feyenoord (NED)
4Terence Kongolo14-02-1994Defesa909090 Feyenoord (NED)
5Lucas Woudenberg25-04-1994Defesa909090 Feyenoord (NED)
6Michael Chacon11-04-1994Médio909022+ sc Heerenveen (NED)
7Bilal Başacıkoğlu26-03-1995Avançado909090 sc Heerenveen (NED)
8Yassine Ayoub06-03-1994Médio90*68*90 FC Utrecht (NED)
9Anass Achahbar13-01-1994Avançado86*79*903 Feyenoord (NED)
10Mimoun Mahi13-03-1994Avançado9087*68* Sparta Rotterdam (NED)
11Brahim Darri14-09-1994Avançado61*22+ Vitesse (NED)
12Danzell Gravenberch13-02-1994Defesa4+11+90 AFC Ajax (NED)
13Wesley Hoedt06-03-1994Defesa AZ Alkmaar (NED)
14Huseyin Dogan22-01-1994Médio1+3+ Sparta Rotterdam (NED)
15Clint Leemans15-09-1995Defesa 901 PSV Eindhoven (NED)
16Nick Olij01-08-1995Guarda-redes AZ Alkmaar (NED)
17Rai Vloet08-05-1995Médio29+90902 PSV Eindhoven (NED)
18Roy Talsma31-08-1994Avançado Vitesse (NED)
Pos. = Posição; GM = Golos marcados; * = Titular; + = Suplente
©Sportsfile

Seleccionador
Wim van Zwam
30/10/1956
Despedimo-nos da prova com a nossa melhor exibição. Estivemos à altura da Espanha durante 70 minutos, mas depois tudo se complicou. Estou orgulhoso dos meus jogadores, que realizaram uma boa exibição. Foi um belo encontro, entre duas equipas que jogaram da forma que um jogo destes deve ser jogado. Ninguém ficou satisfeito com o encontro frente a Portugal. Estivemos muito mal nesse dia. Apesar de termos apontado cinco golos no torneio, sofremos nove, o que é demasiado. Claro que estamos desiludidos, mas o nosso objectivo era sair daqui de cabe��a erguida e mostrar que éramos capazes de praticar bom futebol.

Análise da selecção da Holanda

Análise da selecção da Holanda

• Sistema táctico habitual: 4-2-3-1

• Defesa disciplinada e bem organizada, com passes diagonais para abrir o jogo: Sven van Beek (Nº3) e Terence Kongolo (Nº4)

• Construção paciente das jogadas a partir do meio-campo

• Boa capacidade de drible, controlo de bola sob pressão e passes precisos para o ataque – Yassine Ayoub (Nº8)

• Boas mudanças de jogo – Kongolo e Ayoub

• Pressão alta

• Jogo acutilante pelas alas – Bilal Basacikoglu (Nº7)

• Bom cabeceador nas jogadas de bola parada ofensivas – Rai Vloet (Nº17)

• Experiência e tranquilidade