O "site" oficial do futebol europeu

Portugal despede-se triste e orgulhoso

Publicado: Terça-feira, 30 de Julho de 2013, 9.54CET
A derrota de Portugal às mãos da Sérvia trouxe uma sensação de perspectiva a Bernardo Silva e Bruno Varela, que disseram que a equipa "chorou junta" após perder nos penalties.
por Paul Bryan
de Alytus
Portugal despede-se triste e orgulhoso
Uma selecção lusa desiludida reage à derrota na meia-final, frente à Sérvia ©Sportsfile
Publicado: Terça-feira, 30 de Julho de 2013, 9.54CET

Portugal despede-se triste e orgulhoso

A derrota de Portugal às mãos da Sérvia trouxe uma sensação de perspectiva a Bernardo Silva e Bruno Varela, que disseram que a equipa "chorou junta" após perder nos penalties.

Portugal pode ter sofrido uma desilusão nas meias-finais do Campeonato da Europa de Sub-19, após a derrota frente à Sérvia no desempate por penalties, mas o médio Bernardo Silva disse estar orgulhoso por ter disputado "um jogo digno de uma meia-final". 

Apesar de, como é óbvio, estarmos tristes com a derrota de hoje, foi uma experiência muito boa para nós
Bernardo Silva
Durante os jogos, todos os rapazes que estavam no banco apoiavam os que estavam em campo. Esse foi um factor-chave
Bruno Varela

Após ter chegado a esta fase da competição pela primeira vez desde 2003, a candidatura de Portugal ao seu primeiro troféu parecia forte quando converteu os dois primeiros remates e o sérvio Marko Pavlovski acertou no poste. No entanto, Alexandre Guedes e João Teixeira viram as suas tentativas serem defendidas por Predrag Rajković, sendo que, pelo meio, Luís Rafael atirou por cima da barra. Apesar de ter evitado o golo de Dejan Meleg, Bruno Varela foi impotente para travar o remate vitorioso de Aleksandar Mitrović.

"Penso que começámos o jogo um pouco devagar, mas no global sinto que fomos a melhor equipa e não merecíamos ser eliminados", disse Silva ao UEFA.com. "Apesar de, como é óbvio, estarmos tristes com a derrota de hoje, foi uma experiência muito boa para nós estar neste torneio".

Esse início lento foi castigado pelo golo madrugador de Uroš Djurdjević, aos seis minutos. Portugal respondeu na segunda parte, com golos de Silva e Guedes, e esteve a cinco minutos da vitória, mas Mijat Gačinović encontrou espaço na direita da defesa lusa e bateu Varela com um remate rasteiro, remetendo a decisão do vencedor para prolongamento.

"Foi um bom jogo e digno de uma meia-final de um Campeonato da Europa", prosseguiu Silva. "Guardo boas memórias desta fase final, apesar de termos perdido o primeiro e último jogo que disputámos. Foi uma experiência muito boa para mim enquanto jogador. Ajudou-me a crescer, mesmo nesta fase precoce da minha carreira".

Varela também preferiu realçar os aspectos positivos da eliminação da sua equipa, destacando a crescente "união" no plantel de Emílio Peixe. "Portámo-nos como um grupo de irmãos", disse. "Durante os jogos, todos os rapazes que estavam no banco apoiavam os que estavam em campo. Esse foi um factor-chave, não só durante o torneio, mas também na fase de qualificação. A nossa humildade também desempenhou um papel importante".

"Quando estiver no avião de regresso a casa, vou pensar no quanto estivermos perto de alcançar a final, e vou aperceber-me que demos o nosso melhor", acrescentou o guarda-redes. "Estas camisolas pesam bastante, e com isso quero dizer que nem toda a gente tem a oportunidade de representar Portugal. Acredito que honrámos o nosso país. Chorámos juntos no balneário, mas toda essa tristeza vai ficar aqui, pois sabemos que demos o máximo para chegar à final. Não existirão mais lágrimas ou tristeza quando voltarmos a Portugal".

Última actualização: 04-09-13 23.53CET

Informação relacionada

Perfis dos jogadores
Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/under19/news/newsid=1977892.html#portugal+despede+triste+orgulhoso