Antevisão do Grupo A: República Checa, Geórgia, Portugal, Suécia

A anfitriã Geórgia tem a companhia de República Checa, Portugal e Suécia, num Grupo A que promete equilíbrio, com os quatro seleccionadores a acreditarem que a luta vai ser até ao fim.

Os quatro treinadores do Grupo A: (esquerda para a direita): Jan Suchopárek (República Checa), Giorgi Kipiani (Geoógia), Hélio Sousa (Portugal) e Claes Eriksson (Suécia)
©Sportsfile

República Checa
Presenças em fases finais: 5
Mais recente: 2011 (finalista vencido)
Melhor desempenho: finalista vencido, 2011
fase de qualificação: Estónia 5-0, Eslovénia 2-1, França 0-2 (segundo do Grupo 9)
Ronda de Elite: Hungria 2-1, Escócia 1-0, Áustria 3-0 (vencedor do Grupo 6)
Melhor marcador: Daniel Turyna, Ondřej Šašinka – 3

Jan Suchopárek, seleccionador: "O nosso objectivo era estar nesta fase final. Na minha opinião não há favoritos. Portugal e Suécia são equipas muito experientes, mas temos todos mais ou menos as mesmas possibilidades. Será importante adaptarmo-nos da melhor forma. O nosso plantel está no seu melhor".

Giorgi Kipiani, seleccionador da Geórgia
Giorgi Kipiani, seleccionador da Geórgia©Sportsfile

Geórgia
Presenças em fases finais: 1
Mais recente: 2013
Melhor desempenho: Fase de grupos, 2013
Resultados nos jogos particulares: Bulgária 2-1 Geórgia, Bulgária 0-1 Geórgia, Geórgia 1-0 Rússia, Geórgia 1-0 Rússia, Geórgia 0-1 Holanda, Geórgia 0-4 França, Geórgia 0-3 Espanha

Giorgi Kipiani, seleccionador: "Participar num Campeonato da Europa é uma honra. Algumas equipas podem ter mais experiência, mas temos mais ou menos as mesmas hipóteses. Os três jogos serão equilibrados e isso significa que a qualificação poderá ser decidida em qualquer partida. A equipa está ciente da grande responsabilidade que tem, mas isto não significa uma maior pressão. Eles são jovens jogadores, que dão o seu melhor, e acredito que serão capazes de mostrar as suas melhores qualidades".

Portugal
Presenças em fases finais: 8
Mais recente: 2016 (meias-finais)
Melhor desempenho: finalista vencido em 2003 e 2014
Fase de qualificação: Bulgária 0-1, Bielorrússia 1-1, Dinamarca 2-1 (segundo do Grupo 8)
Ronda de Elite: Croácia 2-1, Turquia 1-2, Polónia 3-1 (vencedor do Grupo 4)
Melhor marcador: Miguel Luis, Rui Pedro – 2

Hélio Sousa, seleccionador: "O nosso objectivo é sempre a qualificação para a fase final, já que se trata de uma oportunidade única para os jovens jogadores. Assim serão mais fortes no futuro. Vamos tentar jogar da forma que sabemos, usando os nossos pontos fortes. Será um grupo aberto, por isso temos de ser fortes em cada jogo e tentar estar ao nosso melhor para mostrarmos aquilo de que somos capazes".

A Suécia após garantir a primeira presença numa fase final
A Suécia após garantir a primeira presença numa fase final©SvFF

Suécia
Presenças em fases finais: 0
Mais recente: N/D
Melhor desempenho: N/D
Fase de qualificação: Malta 4-0, República da Moldávia 1-0, Sérvia 3-2 (vencedora do Grupo 10)
Ronda de Elite: Bélgica 1-2, República da Irlanda 3-0, Itália 1-0 (vencedora do Grupo 7)
Melhor marcador: Isac Lidberg – 3

Claes Eriksson, seleccionador: "É uma grande honra para a Suécia apurar-se pela primeira vez. Este torneio vai dar-nos muita experiência e os jogadores vão recordá-lo para o resto da vida. Este grupo é muito renhido, todas as equipas são boas, com boas competências, e espero que a luta seja até ao fim. Há muito espírito de equipa, claro. Essa é a maneira de ser da Suécia, e esperamos que algum do nosso talento individual ajude a somar os três pontos em cada jogo".

Topo