Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Árbitros de Sub-19 desfrutam da experiência na Grécia

Os árbitros presentes na Grécia encaram o EURO Sub-19 como um marco importante na carreira e uma oportunidade para aprender com colegas de outros países.

Os árbitros Andreas Ekberg (à esquerda) e Ricardo Fernandes Morais na Grécia
Os árbitros Andreas Ekberg (à esquerda) e Ricardo Fernandes Morais na Grécia ©Sportsfile

Os jogadores não são os únicos a receberem uma formação intensa, dentro e fora do campo, durante o Campeonato da Europa Sub-19 da UEFA. Os árbitros também estão a aproveitar a presença na Grécia para evoluírem e melhorarem as suas exibições.

Oito árbitros e oito árbitros-assistentes chegaram a Katerini quatro dias antes do início da prova, cada um com a sua história e experiências próprias. Sob a orientação de Jaap Uilenberg (Holanda), membro do Comité de Arbitragem da UEFA, e de três observadores de árbitros da UEFA, Konrad Plautz (Áustria), Murat Ilgaz (Turquia) e Alexandru Deaconu (Roménia), têm aprendido ainda mais sobre a sua função e aperfeiçoado as suas capacidades, tal como fazem os jogadores.

"Não nos conhecemos quando chegamos a um torneio como este, por isso temos de formar equipas e conversar muito, de forma a nos conhecermos perfeitamente para quando estivemos a dirigir jogos", explicou o árbitro Andreas Ekberg, que já tem alguma experiência.

O juiz sueco foi escolhido para dirigir a final do Campeonato da Europa Sub-17 da UEFA em Malta, em 2014, e está a prosseguir o seu processo de aprendizagem na Grécia. "Cada competição é única", explicou. "Claro que recebemos novas influências dos nossos colegas e dos observadores. Quando arbitramos no nosso país os nossos amigos são compatriotas, mas quando somos árbitros internacionais temos oportunidade de fazer amigos por toda a Europa e no Mundo, algo fantástico".

O árbitro-assistente Ricardo Fernandes Morais, do Luxemburgo, está a aproveitar para desfrutar de uma oportunidade única. "Aqui só tenho a aprender", afirmou ao UEFA.com. "Temos aqui árbitros que participam regulamente em jogos da Premier League e da Serie A, mas para mim esta experiência é fundamental para melhorar os meus desempenhos".

O objectivo de uma prova como o EURO Sub-19 é evoluir em equipa. A preparação física é um factor importante, já que a velocidade do jogo não pára de evoluir, mas a velocidade de raciocínio também é uma qualidade fundamental.

Os observadores de árbitros da UEFA avaliam o trabalho realizado e mostram aos juízes "muitas gravações", por forma a que seja mais fácil julgar correctamente as situações difíceis, como Ekberg explicou. "Treinamos juntos e conversamos muito, coisas fundamentais", destacou. "Fazemos tudo para que as arbitragens sejam as melhores possíveis. Tudo é importante".

"Amo o futebol e como árbitro continuo a fazer parte da família do futebol, por isso é perfeito", concluiu.

Topo