Hungria contente por fase final "fantástica"

No momento em que cai o pano sobre o EURO Sub-19, a anfitriã Hungria pode reflectir sobre um ano agitado mas bem-sucedido, diz o director da prova, András Igaz.

Adeptos alemães na meia-final com a Áustria
©Getty Images

O director do torneio, András Igaz, reflectiu sobre o bom trabalho agora que o Campeonato da Europa Sub-19 chegou ao fim – o ponto mais alto de um bem-sucedido, mas agitado Verão.

"Claro que ficámos muito satisfeitos pela forma como decorreu", contou Igaz ao UEFA.com. "Foi um grande torneio para nós, não apenas em termos de jogos – e tivemos alguns excelentes –, mas também no âmbito da organização. Foi repleto de desafios, mas tudo correu bem. Sinto pena que tenha terminado, vamos sentir saudades, e espero que, em breve, possamos vir a organizar outro evento."

A fase final decorreu apenas nas últimas duas semanas mas, para Igaz – director do Campeonato da Europa Feminino de Sub-19, em 2005, e do UEFA Futsal EURO cinco anos mais tarde –, o processo foi bem mais longo. "Foi um ano muito agitado para todos nós. Foi um grande evento e estamos orgulhosos por o ter organizado. Continuo a liderar o departamento de gestão de eventos da Federação Húngara de Futebol (MLSZ) e estas são normalmente as minhas funções – mas tive o apoio da federação e da UEFA."

Com o apoio de dez elementos de "staff" em Gyor e mais de 15 na sede do torneio em Budapeste, foi uma operação de dimensões consideráveis e um "grande desafio" para a equipa de Igaz – embora tenha tido uma ajuda valiosa. "Trabalhar com a UEFA tem sido perfeito", disse. "Todos nós aqui aprendemos muito; foi um conhecimento fantástico para nós e esperamos ser capazes de o implementar no futuro, na nossa gestão."

Apesar de o torneio ter sido um sucesso para a Hungria fora dos relvados, dentro dele os anfitriões tiveram uma série de maus resultados. "Mas lográmos a qualificação para o Campeonato do Mundo, o que foi muito importante”, reflectiu Igaz com pesar – com os números da assistência, ainda assim, a serem positivos. "Ambicionámos ter cerca de 30 mil pessoas nos estádios, e isso foi mais ou menos conseguido, apesar de competirmos com dois outros grandes eventos a decorrer ao mesmo tempo em Budapeste, o Grande Prémio de Fórmula 1 e o Campeonato da Europa de Pólo Aquático", acrescentou Igaz.

“Penso que as pessoas que foram aos jogos desfrutaram e ficaram contentes com a organização, o que satisfaz ambas as partes. O Alemanha-Portugal foi uma final excelente e também uma grande promoção para a competição. Foi um evento fantástico, e também o foi para nós, por termos feito parte dele."

Topo