O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Antevisão do Portugal-Alemanha

A Alemanha vai tentar somar novo título após o conquistado em 2008, enquanto Portugal ambiciona estrear-se como campeão na final do Szusza Ferenc Stadion, em Budapeste.

O torneio de 2015 está prestes a começar na Grécia e o UEFA.com recorda algumas das imagens mais marcantes da vitória da Alemanha na Hungria há um ano.
2014 final reflections

O UEFA.com faz a antevisão da final de 2014 do Campeonato da Europa de Sub-19, entre Alemanha e Portugal. Campeã em 2008, a Alemanha perdeu frente à Espanha o jogo decisivo de 2002, enquanto Portugal, após a derrota com a Itália em 2003, tenta tornar-se no sétimo país a ganhar a competição.

Portugal
A série vitoriosa de nove jogos consecutivos foi interrompida pela Sérvia nas meias-finais, mas, ainda assim, Portugal levou a melhor no desempate por grandes penalidades, desforrando-se da eliminação na edição anterior frente ao mesmo adversário. Na fase final da prova pela quarta vez nos último cinco anos, Portugal atingiu as meias-finais pela primeira vez na derradeira década em 2013, e na qualidade de equipa mais concretizadora da competição esta temporada, com 32 golos, conta com André Silva, seu melhor marcador, para causar problemas à Alemanha.

Caminho até à final
Fase de qualificação: Luxemburgo 3-0, San Marino 6-0, Noruega 3-2 (vencedor do Grupo 8)
Ronda de Elite: Grécia 3-0, País de Gales 3-2, Bélgica 3-2 (vencedor do Grupo 7)
FG: 3-0 - Israel
FG: 6-1 - Hungria
FG: 2-1 - Áustria (vencedor do Grupo A)
MF: 0-0 - Sérvia (4-3 nos penalties)

Hélio Sousa, seleccionador
O ambiente é fantástico, não podia ser melhor. Lutámos para estar aqui e vamos dar o máximo para ganhar mais um jogo. A meia-final terminou muito tarde e isso é um problema para nós, mas o que o próximo jogo nos pode dar é mais significativo do que aquilo que sentimos fisicamente. A nossa mentalidade tem de ser muito forte para ultrapassar essa derrota física, e posso dizer que é.

Este é o resultado do trabalho que realizámos nos últimos cinco anos. A nossa organização e métodos de trabalho significam que conseguimos formar equipas fortes todos os anos, e viemos até à Hungria com mais um excelente conjunto. Os jogadores são fortes, com boa qualidade e conseguem mostrar as suas capacidades. Foi isso que lhes tentámos dar: eles incorporaram isso muito bem e traduziram os ensinamentos em excelentes exibições e grandes jogos.

Esta geração alemã é uma das melhores dos últimos anos: têm um enorme leque de escolhas que talvez conseguissem formar mais duas ou três equipas igualmente fortes. Alguns dos seus jogadores já alinham na Bundesliga, competição que lhes confere mais maturidade do que a outros jogadores. Temos de ser superiores a isso tudo e ir em busca da vitória. Será um grande jogo e uma óptima promoção para o futebol jovem – e vamos dar tudo por tufo para conquistar o troféu.

Alemanha
Não se apurava para a fase final desde que se sagrou campeã em 2008, mas na Hungria tem sido dominante, após se ter qualificado à custa da Espanha, seis vezes campeã da categoria. Um grupo que conta com oito jogadores derrotados pela Holanda na final Sub-17 de 2012 está desejoso de conquistar títulos.

Caminho até à final
Fase de qualificação: Bielorrússia 2-1, Letónia 5-0, Escócia 1-1 (vencedora do Grupo 5)
Ronda de Elite: Lituânia 2-0, Dinamarca 4-0, Espanha 3-1 (vencedora do Grupo 5)
FG: 3-0 - Bulgária
FG: 2-2 - Sérvia
FG: 2-0 - Ucrânia (vencedora do Grupo B)
MF: 4-0 - Áustria

Marcus Sorg, seleccionador
O ambiente é bom no seio da equipa. Estamos muito concentrados e a equipa sabe o que está em jogo. Aguardamos a nossa próxima tarefa com confiança. Portugal exibiu-se a excelente nível até ao momento. Tecnicamente está a um nível muito elevado. A nível ofensivo e defensivo é muito bem organizado e com um esquema táctico bem definido. É um adversário que merece estar na final.

Não sou apaziguador. Em campo teremos de exibir todos os nossos pontos-fortes a 100 por cento: jogar de forma organizada, disputar os lances de forma assertiva, e para além disso mostrar e capitalizar a nossa imensa qualidade no ataque. Somos a Alemanha e por causa disso costumamos entrar em cada jogo como favoritos.

Jogos anteriores nesta competição
Ronda de Elite de 2004: Portugal 0-1 Alemanha

Acompanhe a final em directo no UEFA.com ou no Twitter, utilizando #U19EURO

Seleccionados para si