Hélio Sousa coloca fasquia de Portugal elevada

Hélio Sousa disse ao UEFA.com que Portugal é "capaz de vencer qualquer adversário", após ter atingido a fase final do EURO Sub-19 com seis vitórias na fase de qualificação.

O seleccionador de Portugal, Hélio Sousa
©DPI

Após uma campanha de qualificação perfeita com seis vitórias em outras tantas partidas, o seleccionador Hélio Sousa tem todas as razões para acreditar que Portugal pode surpreender no Campeonato da Europa de Sub-19.

UEFA.com: O que pensa sobre os seus adversários no Grupo A: Hungria, Áustria e Israel?

Hélio Sousa: Serão todos difíceis. Conhecemos a Hungria porque esteve aqui num torneio em Outubro; os outros conhecêmo-los através dos seus resultados e vamos tratar agora de as conhecer melhor.

UEFA.com: Quais são os pontos fortes da sua equipa?

Hélio: Trabalhamos os nossos pontos fortes para vencer. Estamos a chegar lá. A cada jogo estamos mais fortes e na última partida da ronda de elite [contra a Bélgica] estivemos a perder 2-0 e demos a volta. Dar a volta ao marcador foi um passo enorme; os rapazes foram excelentes e perceberam o que precisavam para vencer este tipo de jogos.

UEFA.com: Que avaliação faz da ronda de elite?

Hélio: Temos ainda margem para crescer. Fizemos um grande jogo contra a Grécia, uma partida muito difícil que vencemos por 3-0, e um segundo jogo [um triunfo por 3-2 contra o País de Gales] em que estivemos também muito bem, eficientes, embora nos últimos vinte minutos não tenhamos sido tão fortes. A última partida contra a Bélgica foi o ponto de viragem para nos tornarmos uma grande equipa. Estamos quase lá, mas continua a haver margem para crescer. Para ganhar experiência os nossos melhores jogadores têm de disputar as grandes competições; para estarem melhor preparados para o futuro, crescer nas suas equipas, acrescentar mais qualidade aos nossos campeonatos nacionais e, eventualmente, ascender aos plantéis principais.

UEFA.com: Quais são as suas expectativas para o torneio?

Hélio: O nosso principal objectivo é o apuramento para o Campeonato do Mundo de Sub-20 e, uma vez lá, chegar às meias-finais mas, em cada partida, temos de tentar ser a melhor equipa e jogar da melhor forma possível. Podemos chegar às meias-finais, podemos ganhar a qualquer equipa, mas em cada jogo temos de ser os mais fortes.

UEFA.com: Quem são os favoritos para vencer esta prova?

Hélio: A Alemanha – não pelo seu nome, mas porque esta geração forma uma grande equipa; têm muitas opções. A Hungria está a trabalhar bem, em Outubro tinham uma formação forte e podem estar mais fortes agora.

UEFA.com: O quão importante é este torneio?

Hélio: É muito importante para nós estar aqui porque queremos a melhor experiência nos melhores torneios para os nossos jogadores. Qualificámo-nos este ano em Sub-17 e foi uma experiência enorme para [ajudá-los a] amanhã serem melhores. Este campeonato é também parte desse processo e se conseguirmos estar também no Campeonato do Mundo de Sub-20 ainda melhor. Quando atingirem o escalão sénior, os jogadores serão mais capazes de fazer a sucessão. Eles sabem que é importante para eles, trabalharam muito no último ano e deram tudo para estar aqui. Agora vamos tentar mostrar do que somos capazes.

Topo