Cancelo tranquilo face à necessidade de Portugal reagir

O defesa João Cancelo não é um estreante no Campeonato da Europa de Sub-19 e explicou ao UEFA.com os objectivos de Portugal para o encontro com a Holanda, após a derrota com Espanha na estreia.

João Cancelo está a representar pela segunda vez Portugal num Europeu de Sub-19
©Shoot Happens

João Cancelo não é estreante em Campeonatos da Europa de Sub-19 e está determinado em utilizar a experiência adquirida no ano passado para ajudar Portugal a bater a Holanda.

O defesa do SL Benfica participou no sensacional empate 3-3 com a Espanha na fase de grupos de 2012, disputada na Estónia, e voltou a ser titular no duelo ibérico do último sábado. Desta vez, Portugal perdeu por 1-0 com um adversário que terminou o encontro reduzido a dez jogadores devido à expulsão de Héctor Bellerín nos minutos finais.

"Defrontámos um adversário muito forte, mas considero que foi um embate equilibrado", comentou o defesa-direito sobre o jogo em Marijampole, que foi decidido por um golo de Sandro Ramirez aos 19 minutos. "A Espanha teve sorte. No final do jogo o ambiente no nosso balneário era tranquilo, pois sabemos que ainda nos restam os desafios com a Holanda e a Lituânia."

Cancelo considera-se "um jogador rápido e com boa técnica, que luta de "forma intensa e agressiva", características idênticas às que celebrizaram o seleccionador de sub-19, Emílio Peixe, nos tempos de jogador, quando foi decisivo para Portugal vencer um Campeonato do Mundo de Sub-20. "Ele é um exemplo para todos nós, porque jogou e foi campeão do mundo", explicou Cancelo, que há poucas semanas ajudou a equipa das quinas a atingir os oitavos-de-final do Mundial de Sub-20 disputado na Turquia. "É uma excelente pessoa e um também grande amigo."

Peixe vai orientar a equipa na terça-feira, num embate decisivo com a Holanda agendado para Alytus, antes de encerrar a participação no Grupo A com um encontro com a anfitriã Lituânia. Depois da eliminação na fase de grupos do ano passado, Cancelo sabe o que a sua equipa terá de fazer para evitar um desfecho semelhante na Lituânia.

"Faltam dois jogos, há seis pontos em disputa", destacou. "Estas competições são importantes porque estamos a defrontar as melhores selecções da Europa e, esquecendo quaisquer objectivos pessoais, o objectivo mais importante é o colectivo. Esse objectivo é disputar a final do Europeu de Sub-19."

Topo