O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Portugal em busca do apuramento

A selecção portuguesa vai tentar dar seguimento à boa época realizada assegurando a presença na fase final, em França, apesar de Hungria, anfitriã do Grupo 2, Grécia e Roménia também estarem confiantes no apuramento.

Máté Skriba, avançado húngaro
Máté Skriba, avançado húngaro ©MLSZ

PORTUGAL
A excelente época de Portugal continuou no Torneio Internacional do Porto, em Abril, onde vitórias sobre Bulgária (2-1) e Geórgia (6-0) precederam um empate com a Rússia, a um golo, que valeu o segundo lugar na competição. "Na Ronda de Elite participam as melhores selecções, por isso não é surpresa que o nosso grupo seja muito equilibrado e de grande qualidade", disse o treinador Ilídio Vale. "Esperamos estar ao nosso melhor nível, e uma coisa é certa: queremos apurar-nos para a fase final. Vencemos a Espanha na fase de qualificação, por isso a minha equipa tem o que é preciso para triunfar, mas temos que estar concentrados e atentos".

Fase de qualificação: País de Gales 3-0, ARJ da Macedónia 3-0, Espanha 1-0 (vencedor do Grupo 8)

Jogadores-chave: Nélson Oliveira (avançado, Rio Ave), Sérgio Oliveira (médio, FC Porto), Roderick Miranda (defesa-central, Benfica)

HUNGRIA
As expectativas são elevadas para a formação de Gábor Szapor, que contém alguns jogadores – como Máté Kiss, Adam Balajti e Ádám Kovácsik – que fizeram parte da equipa que terminou em terceiro lugar no Campeonato do Mundo de Sub-20, no ano passado, no Egipto. A Hungria também teve a vantagem de jogar em casa a fase de qualificação, e começou Abril com dois jogos amigáveis frente à ARJ da Macedónia, vencendo o primeiro por 1-0 e empatando o segundo, a quatro golos. "A este nível todas as equipas têm as mesmas hipóteses de terminarem no primeiro lugar", disse Szapor. "E isso é especialmente verdadeiro no nosso grupo, que é dos mais difíceis, se não mesmo o mais difícil. No entanto, temos uma hipótese, que queremos aproveitar"

Fase de qualificação: Liechtenstein 4-0, Letónia 5-1, Rússia 1-2 (segunda classificada do Grupo 9)

Jogadores-chave: Ádám Kovácsik (guarda-redes, Reggina Calcio), Máté Kiss (médio-defensivo, Győri ETO FC), Adam Balajti (avançado, Diósgyőri VTK), Máté Skriba (avançado, Haladás FC)

ROMÉNIA
Cristian Sava não tem dúvidas que a Roménia pode participar na fase final do Euro Sub-19 pela primeira vez, afirmando: "Podemos apurar-nos. É claro que todos sabemos que vai ser muito complicado, mas isso é igual para as restantes equipas. A diferença vai ser feita pelo momento de forma, abordagem, atitude e, não menos importante, sorte". A equipa de Sava perdeu com Eslovénia, Grécia (ambas por 1-0) e Suíça (2-1) já este ano, apesar de uma vitória sobre a Inglaterra, por 2-0, ter dado alguma esperança ao técnico. "Nos amigáveis experimentei outros jogadores", disse Sava. "Vai ser diferente na Ronda de Elite. Confio nos meus jogadores e penso que a qualificação só se vai decidir nos minutos finais".

Fase de qualificação: Escócia 0-3, Áustria 4-0, Arménia 1-0 (segunda classificada do Grupo 6)

Jogadores-chave: Alin Bucuroiu (guarda-redes, Udinese Calcio), Florin Bejan (defesa, FC Steaua Bucureşti), Marius Chindris (avançado, FCM UTA Arad)

GRÉCIA
Georgios Georgiadis supervisionou um exigente plano de preparação, com uma vitória, um empate e uma derrota em três jogos com a Sérvia, uma vitória por 2-1 e uma derrota por 2-0 com Israel, e uma derrota por 2-1 com a Áustria. O treinador ficou agradado com os desempenhos dos seus jogadores, dizendo: "Fomos sorteados num grupo muito forte, onde Portugal é favorito. No entanto, os amigáveis mostraram que estamos no caminho certo. Acreditamos nas nossas capacidades, tenho confiança nos jogadores e espero que tudo corra bem. Efectuámos várias alterações em relação à equipa que disputou a fase de qualificação, mas a principal preocupação era unir o grupo de trabalho".

Fase de qualificação: Ilhas Faroé 2-0, Bielorrússia 1-0, Sérvia 0-1 (segunda classificada do Grupo 5)

Jogadores-chave: Kyriakos Papadopoulos (defesa, Olympiacos FC), Athanasios Karagounis (médio, Atromitos FC), Nikolaos Karelis (avançado, Ergotelis FC)