O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Portugal e Finlândia seguem em frente

As vitórias do último dia do mini-torneio permitiram a Portugal e Finlândia apurarem-se para a Ronda de Elite no Grupo 12 de qualificação para o Europeu de Sub-19, a expensas de Israel e Bulgária, respectivamente.

Portugal apurou-se para a Ronda de Elite
Portugal apurou-se para a Ronda de Elite ©Getty Images

As vitórias do último dia permitiram a Portugal e Finlândia apurarem-se para a Ronda de Elite no Grupo 12 de qualificação para o Campeonato da Europa de Sub-19, a expensas de Israel e Bulgária, respectivamente.

Triunfos decisivos
Portugal, selecção anfitriã do mini-torneio, partia para a última jornada com um ponto de vantagem sobre Israel e Finlândia e três sobre a Bulgária. Os lusitanos derrotaram Israel por 3-0 e a Finlândia bateu a Bulgária por 3-1, resultados que qualificaram ambas as selecções para a Ronda de Elite, agendada para a Primavera.

Reviravolta finlandesa
As esperanças de Israel aumentaram aos nove minutos do seu primeiro jogo, quando Mohammed Ghadir colocou a equipa na frente do marcador frente aos finlandeses, mas Tero Mäntylä não demorou a empatar e Jaakko Lepola virou o marcador a 19 minutos do final, fixando-o em 2-1 para os nórdicos. O encontro entre Portugal e a Bulgária teve um final emocionante, uma vez que Radoslav Vasilev saltou do banco a seis minutos do fim e marcou de imediato. Segundos depois, Rui Fonte empatou e estabeleceu o resultado em 1-1.

Recuperação de Israel
Ghadir voltou a marcar cedo, desta vez com apenas quarto minutos decorridos do encontro frente à Bulgária na segunda ronda. Matan Lotati aumentou a vantagem e, apesar de Vasilev, desta feita a actuar como titular, ter reduzido, Shahar Balitli assegurou uma vitória por 3-1 para Israel. Este resultado permitiu a Portugal ascender à liderança, uma vez que um autogolo de Thomas Götzl e um tento de Lassana Camará aos 28 minutos valeram um triunfo por 2-0 sobre a Finlândia. O jogo teve ainda duas expulsões, pois Ivo Pinto viu o cartão vermelho à passagem da hora de jogo e Wilhelm Ingves imitou o português no derradeiro minuto.

Vale satisfeito
Todas as quatro selecções partiam com aspirações fundadas para a derradeira jornada, mas foi Portugal a vencer o grupo. Fonte marcou aos 49 minutos frente a Israel e, após Ghadir ter sido expulso, o número 9 de Portugal bisou da marca de grande penalidade, antes de o substituto David Simão fechar a contagem. O seleccionador de Portugal, Ilídio Vale, comentou: “Queríamos os nove pontos, mas, no geral, fizemos um bom torneio de qualificação num grupo complicado. Mostrámos qualidade e superioridade”. A Finlândia assegurou o segundo lugar, após Lauri Dalla Valle ter marcado aos 20 e 24 minutos frente à Bulgária e Riku Hieni ter aumentado a contagem, antes de Martin Toshev apontar o tento de honra dos búlgaros, já próximo do intervalo.