O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Alemanha nas meias-finais do Mundial de Sub-17

A Alemanha bateu a Inglaterra por 3-2 e será a única representante da Europa nas meias-finais do Mundial de Sub-17, onde vai defrontar o México, que derrotou a França por 2-1.

A Alemanha festeja um dos golos no triunfo por 3-2 sobre a Inglaterra, no México
A Alemanha festeja um dos golos no triunfo por 3-2 sobre a Inglaterra, no México ©Getty Images

A Alemanha vai tentar manter o título mundial de Sub-17 na Europa, depois de ter garantido a passagem às meias-finais juntamente com o Brasil, o Uruguai e o México, anfitrião da prova.

A selecção germânica de Sub-17, orientada por Steffen Freund e vice-campeã europeia da categoria, tinha-se já mostrado muito forte no capítulo da concretização mesmo antes do triunfo por 3-2 de segunda-feira sobre a Inglaterra, nos quartos-de-final. Na fase de grupos, bateu o Equador por 6-1, o Burkina Faso por 3-0 e o Panamá por 2-0, goleando depois os Estados Unidos da América por 4-0 nos oitavos-de-final. Frente à Inglaterra, num encontro disputado em Morelia, os britânicos pareceram melhor nos minutos iniciais, mas acabou por ser a Alemanha a marcar logo aos sete minutos, por intermédio de Samed Yesil, um dos melhores marcadores do último Europeu de Sub-17. A meio da primeira parte, Kaan Ayhan, com um remate rasteiro, elevou para 2-0.

No segundo tempo, instantes após o guarda-redes alemão efectuar uma extraordinária defesa para negar o golo ao capitão inglês, Nathaniel Chalobah, Yesil aproveitou da melhor forma um passe de Mitchell Weiser e apontou o seu quinto tento na prova, fazendo o 3-0. Samuel Magri, de penalty, e Hallam Hope, a sete minutos do apito final, ainda reduziram a desvantagem inglesa, mas a Alemanha segurou o triunfo e ditou o fim da boa campanha da Inglaterra na competição, na qual venceu o respectivo grupo antes de deixar a Argentina pelo caminho nos oitavos-de-final, após o desempate por pontapés da marca de grande penalidade.

Vários jogadores alemães foram afectados por uma virose no estômago na véspera do embate ante a Inglaterra, mas Freund afirmou: "Estou muito satisfeito por termos vencido e extremamente orgulhoso dos meus jogadores, mas tenho de felicitar a Inglaterra, que nunca baixou os braços e que nos colocou debaixo de grande pressão nos minutos finais."

O México é o próximo adversário da Alemanha nas meias-finais (quinta-feira, pelas 23h00 de Portugal continental), após a selecção da casa ter eliminado a França com um triunfo por 2-1 no derradeiro jogo dos quartos-de-final. Jordan Ikoko ainda restabeleceu a igualdade depois de Kevin Escamilla inaugurar o marcador para os anfitriões, mas um golo de Carlos Fierro, aos 50 minutos, ditou o desfecho da partida.

Na fase de grupos, a França derrotara a Argentina por 3-0 e somara empates (1-1) diante de Japão e Jamaica. Nos oitavos-de-final, bateu a Costa do Marfim por 3-2 depois de ter estado a perder por 2-0, em grande parte graças à fantástica exibição de Yassine Benzia, ausente do Europeu de Sub-17 de Maio último, na Sérvia, onde a selecção gaulesa empatou os três encontros disputados. A Costa do Marfim também deixou a sua marca neste Mundial com os nove golos apontados pelo ponta-de-lança Souleymane Coulibaly, do AC Siena, que assim igualou o recorde de remates certeiros numa só edição da prova, detido por Florent Sinama-Pongolle.

As outras três selecções europeias que marcaram presença neste Campeonato do Mundo de Sub-17 - Holanda (campeã europeia da categoria), Dinamarca e República Checa - não conseguiram ir além da fase de grupos. A Alemanha procura agora igualar o feito da Suíça, campeã em 2009, e tornar-se assim apenas na quarta selecção da Europa a sagrar-se campeã mundial de Sub-17, depois da França o ter conseguido há oito anos e da vitória da União Soviética em 1987. A final da prova está agendada para domingo, no Estádio Azteca, na Cidade do México.

Os detalhes completos do torneio podem ser encontrados no "site" oficial da FIFA.