O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Turquia a postos

Abdullah Ercan afirmou ao UEFA.com que a Turquia está a postos para medir forças com a Espanha, cujo seleccionador, Ginés Meléndez, prevê "uma excelente meia-final entre duas equipas muito niveladas".

Abullah Ercan, seleccionador da Turquia, acredita que a sua equipa estará à altura da Espanha
Abullah Ercan, seleccionador da Turquia, acredita que a sua equipa estará à altura da Espanha ©Sportsfile

A Espanha é a única selecção que conseguiu conquistar por duas vezes o Campeonato da Europa de Sub-17 e ultrapassou quatro das seis meias-finais em que marcou presença neste escalão desde 2002. Ainda assim, a Turquia mostra-se determinada em impedir os espanhóis de atingirem a final da prova pela quinta vez, quando os dois países medirem forças na quinta-feira, em Vaduz.

Orientada por Ginés Meléndez, a Espanha passeou a sua classe no Grupo A ao bater a França (2-1), a Suíça (4-0) e Portugal (2-0), todas elas antigas campeãs da Europa de Sub-17. A Turquia, que também já venceu a competição em 2005, estreou-se na fase final da presente edição com uma vitória por 3-1 sobre a Grécia, mas um empate (1-1) diante da República Checa e uma derrota por 2-1 ante a Inglaterra deixaram-na dependente de outros resultados para seguir em frente como segunda classificada do Grupo B.

Ainda assim, o seleccionador turco, Abdullah Ercan, acredita que a sua equipa tem o que é preciso para levar a melhor nas meias-finais. "Não defrontámos a Espanha, mas já a vimos jogar, sabemos tudo o que precisamos de saber sobre os seus jogadores e vou dizer aos meus atletas exactamente aquilo que eles terão de fazer. Estamos todos ansiosos por disputar esta meia-final, extremamente motivados e com muita ambição", afirmou Ercan ao UEFA.com.

Ercan apenas assumiu o comando dos Sub-17 da Turquia após a selecção ter disputado o Campeonato do Mundo da categoria, no último Outono, e acredita que o lote de jogadores que tem à disposição poderia ser ainda mais forte se já trabalhassem juntos há mais tempo. "Contávamos atingir as meias-finais e conseguimos fazê-lo; agora precisaremos de melhor ainda mais o nosso nível", destacou. "Estar entre as quatro melhores selecções da Europa é importante, mas podemos fazer ainda melhor e estamos prontos para isso."

Meléndez, por seu lado, era adjunto do seleccionador Juan Santisteban aquando dos triunfos de Espanha nas edições de 2007 e de 2008, mas há seis anos guiou os Sub-19 ao título europeu da categoria com um triunfo sobre a Turquia na final. Tal como Ercan, o seleccionador espanhol tem à sua disposição todos os jogadores convocados para esta fase final e afirmou: "A Turquia é um país onde o futebol progrediu muito nos últimos tempos. Tem uma boa equipa, capaz de jogar muito bem e será certamente uma excelente meia-final entre duas equipas muito niveladas."

Embora seja o ponta-de-lança Paco o jogador em maior destaque, ao liderar a lista de melhores marcadores da prova, com quatro golos já apontados na fase final, a profundidade do plantel de Meléndez tem-se revelado fundamental e o seleccionador espanhol acredita que a capacidade de rotação da equipa poderá, agora, dar dividendos. "Creio que partimos para este jogo em boas condições, mesmo tendo disputado vários jogos complicados diante de adversários fortes num curto espaço de tempo", referiu. "Só temos três jogadores que disputaram todos os minutos de todos os jogos até ao momento e, num torneio como este, esse aspecto poderá revelar-se um factor determinante."