O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Antevisão das meias-finais da UEFA Youth League

O Anderlecht defronta o Shakhtar enquanto o poderoso Chelsea encontra a Roma, especialista em contrariar a lógica: eis o que nos espera nas meias-finais.

O troféu da UEFA Youth League junto das camisolas dos semi-finalistas
O troféu da UEFA Youth League junto das camisolas dos semi-finalistas ©UEFA.com

As meias-finais da UEFA Youth League realizam-se esta sexta-feira. O RSC Anderlecht, em excelente forma, defronta o FC Shakhtar Donetsk, rei dos penalties, no primeiro jogo, antes do favorito Chelsea FC encontrar a AS Roma, que se tem especializado em contrariar a lógica. Pode seguir toda a acção no UEFA.com (horas de Portugal Continental).

RSC Anderlecht 12h00 FC Shakhtar Donetsk
As perspectivas de participação do Anderlecht não podiam ser pior depois da derrota inicial por 3-0 na deslocação ao Galatasaray AŞ. No entanto, os blegas revelaram-se praticamente imparáveis desde aí e suplantaram sucessivamente Arsenal FC, Borussia Dortmund e Barcelona, detentor do troféu, antes de Aaron Leya Iseka se destacar com um "hat-trick" na goleada de 5-0 infligida ao FC Porto nos quartos-de-final. A formação de Mohamed Ouahbi está bem mesclada: o médio Andy Kawaya já jogou na UEFA Champions League; o guarda-redes Mile Svilar tem apenas 15 anos.

O Shakhtar é a única equipa em prova que ainda não perdeu. Nas rondas a eliminar – frente ao Olympiacos FC e ao SL Benfica, finalista vencido da época passada –, desenhou um padrão: começar a perder; empatar; vencer 5-4 nos penalties. "A minha equipa já exibiu algumas vezes o verdadeiro espírito de Donetsk", disse o treinador Valeriy Kryventsov, antigo internacional que passou também pelos vários escalões de formação do clube. "A sorte favorece os mais fortes."

Veja o Anderlecht eliminar o Barcelona
Veja o Anderlecht eliminar o Barcelona

AS Roma 16h15 Chelsea FC
O Chelsea é provavelmente o principal favorito a erguer o troféu na segunda-feira depois de uma fantástica participação até ao momento. O conjunto orientado por Adi Viveash venceu sete dos oito jogos disputados; possui o melhor ataque da prova (29 golos) e a melhor defesa (quatro). Tem ainda quatro jogadores que treinam com a equipa principal e tanto o melhor marcador, Dominic Solanke como Ruben Loftus-Cheek já jogaram na presente edição da UEFA Champions League.

A Roma surpreendeu nos quartos-de-final
A Roma surpreendeu nos quartos-de-final

Apesar disso, a Roma também está esperançada. O FC Schalke 04 mostrou que o Chelsea não é imbatível e a equipa de Alberto De Rossi (pai de Daniele) já contrariou a lógica no passado. Sobreviveu a três derrotas na fase de grupos para seguir em frente (duas delas ante o Manchester City FC), eliminou depois o AFC Ajax nos penalties, antes de derrotar a terceira a equipa inglesa nos quartos-de-final. Não perca de vista alguns nomes familiares.