O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Real Madrid ganha embalagem

Perfil da equipa: O Real Madrid teve um arranque titubeante, mas depois tratou de eliminar a Juventus na fase de grupos e, até agora, Nápoles e Paris Saint-Germain na fase a eliminar.

O capitão Enzo Fernández frente ao Paris
O capitão Enzo Fernández frente ao Paris ©Getty Images

O clube mais bem-sucedido na história do futebol europeu, o Real Madrid CF, apresenta uma das mais impressionantes academias do continente e a sua equipa Sub-19 chega às meias-finais da UEFA Youth League em grande forma.

Os "merengues" avançaram na prova com um suado triunfo por 1-0 nos quartos-de-final no terreno do Paris Saint-Germain, e o defesa Jaime Sánchez foi o autor do golo decisivo, apesar de os visitantes terem ficado reduzidos a dez elementos após os 55 minutos. "Foi o dia mais importante da minha carreira de jogador", disse Sánchez, que fez 19 anos nesse dia. "Estamos muito unidos no balneário. A amizade que temos significa que nunca nos consideramos derrotados."

Sánchez personifica esse espírito colectivo e a demonstração de combatividade e paciência em Paris seguiu-se ao sucesso caseiro, nos oitavos-de-final, por 2-1, frente ao SSC Napoli, quando Aleix Febas apurou os espanhóis já em período de descontos. Antes disso, a potência ofensiva do Real Madrid ficou bem evidente no Grupo B, que venceu com 16 golos marcados, incluindo quatro tentos de Juan José Narváez, numa goleada caseira de 6-2 sobre a Juventus.

Narváez também já actuou pelas reservas do Real Madrid na presente temporada, ao passo que Javier Muñoz, com quatro golos, é um médio com forte capacidade de penetração juntamente com Enzo Fernández, o organizador de jogo que é filho do lendário Zinédine Zidane. Marcos Legaz traz velocidade e objectividade ao lado esquerdo; o lateral-direito Francisco José Rodríguez tem um remate poderoso e já leva três golos marcados.

"Tentamos desenvolver a ideia de manter a bola na nossa posse, distribuindo-a, depois, da melhor forma", disse o técnico Luis Miguel Ramis. "Isso é válido frente a equipas de qualquer país." Para os seus jogadores, também poderá constituir um caminho rumo ao plantel principal dos nove vezes campeões europeus. "Estas deslocações são especiais. Elas ajudam os rapazes a conseguirem aquela motivação suplementar, de sonharem com um lugar no plantel principal, de verem aquilo que é necessário, dos esforços que precisam fazer e do trabalho necessário para singrarem."

Número: 3
Um número 10 tecnicamente dotado como o seu pai, Zidane, Enzo Fernández já conta com três assistências.

Treinador: Luis Miguel Ramis
 Data de nascimento: 25/07/1970
Originário da Catalunha, Ramis foi um defesa-central que começou a carreira no Gimnástic de Tarragona antes de, em 1991, ingressar no Real Madrid. Teve ainda passagens pelo Sevilla FC e RC Deportivo La Coruña. Quando pendurou as chuteiras, em 2006, ingressou nos quadros técnicos do Real Madrid.

Destaques da Academia 
Conhecida, principalmente, pela geração da "Quinta del Buitre" nos anos 80, "La Fábrica" forneceu, por exemplo, ao actual plantel principal elementos como Iker Casillas, Daniel Carvajal, Jesé ou Álvaro Morata.

Caminhada até Nyon
 Fase de grupos: Galatasaray AŞ 1-1 (f), FC København 1-1 (c), Juventus 6-2 (f), Juventus 2-0 (c), Galatasaray AŞ 1-1 (c), FC København 2-3 (f) – vencedor do Grupo B

Oitavos-de-final: SSC Napoli 2-1 (c)

Quarter-finals: Paris Saint-Germain 1-0 (f)

Melhor marcador: Juan José Narváez 5