Final - 26-08-2011 - 20:45CET (20:45 Hora local) - Stade Louis II - Mónaco
 

Barcelona - Porto   - 26-08-2011 - Página do jogo - SuperTaça Europeia 2011

 
O "site" oficial do futebol europeu

Barcelona e FC Porto com percursos distintos

Publicado: Terça-feira, 5 de Julho de 2011, 10.46CET
O Barcelona vai disputar a SuperTaça Europeia pela oitava vez, um recorde, quando defrontar o FC Porto, equipa que traz recordações especiais a Lionel Messi. O UEFA.com analisa os factos e os números.
Barcelona e FC Porto com percursos distintos
Xavi Hernández (à direita) fez parte da equipa do Barça que defrontou o FC Porto no Estádio do Dragão, em 2003 ©Getty Images
 

Serviços Media

Publicado: Terça-feira, 5 de Julho de 2011, 10.46CET

Barcelona e FC Porto com percursos distintos

O Barcelona vai disputar a SuperTaça Europeia pela oitava vez, um recorde, quando defrontar o FC Porto, equipa que traz recordações especiais a Lionel Messi. O UEFA.com analisa os factos e os números.

O FC Barcelona estabeleceu um recorde na SuperTaça Europeia só pela simples presença no Stade Louis II, e juntamente com o FC Porto espera nivelar o número total de vitórias com as derrotas no evento.

Historial na SuperTaça Europeia
• O Barcelona, campeão em título da UEFA Champions League, marca presença no jogo que inaugura a época europeia pela oitava vez na sua história, um recorde absoluto.

• Apesar de se distanciar em relação ao AC Milan, com quem partilhava o recorde anterior (sete presenças), a formação italiana ergueu o troféu cinco vezes, contra três do Barcelona – em 1992, 1997 (a última edição a duas mãos) e 2009.

• As quatro derrotas do Barcelona, outro recorde, aconteceram em 1979, 1982, 1989 e 2006 (a única na qualidade de campeão europeu, comparado com os triunfos de 1992 e 2009).

• O FC Porto, vencedor da UEFA Europa League, está presente pela quarta vez: venceu em 1987, antes de perder nas deslocações anteriores ao Mónaco, em 2003 e 2004. A derrota por 2-1 frente ao Valencia CF, em 2004, é o único confronto anterior entre Espanha e Portugal na SuperTaça Europeia.

• Tal como em 1987 e 2004, o FC Porto parte para este jogo com um treinador diferente daquele que terminou a época europeia anterior. Em 1987, Artur Jorge levou os "dragões" à conquista da Taça dos Clubes Campeões Europeus. No entanto, por altura da SuperTaça Europeia, Tomislav Ivić estava no comando técnico, vencendo o AFC Ajax por 1-0 em casa e fora (a segunda mão realizou-se em Janeiro de 1988).

• Em 2004, José Mourinho, tal como aconteceu com André Villas-Boas este Verão, rumou ao Chelsea FC. Para o seu lugar chegou Víctor Fernández, que esteve no Mónaco na derrota frente ao Valência, há sete anos; desta feita, cabe a Vítor Pereira orientar a equipa.

• O treinador do Barcelona, Josep Guardiola, disputou um jogo da SuperTaça Europeia, no caso a segunda mão da final de 1992 (disputada a 10 de Março de 1993). A sua equipa venceu com um resultado total de 3-2 frente ao SV Werder Bremen, graças a um triunfo caseiro por 2-1, com Oliver Reck, dos visitantes, a ser expulso aos 30 minutos.

• Guardiola comandou o triunfo de 2009 – 1-0 após prolongamento, frente ao FC Shakhtar Donetsk. O suplente Pedro Rodríguez foi o autor do golo, aos 115 minutos.

• A equipa "blaugrana" para esse jogo foi a seguinte:
Barcelona: Valdés, Alves, Puyol, Piqué, Abidal, Touré (Busquets 100), Xavi, Keita, Messi, Henry (Bojan 96), Ibrahimović (Pedro 81).

• Víctor Valdés, Carles Puyol e Xavi Hernández também jogaram na derrota por 3-0 frente ao Sevilla FC, em 2006. Adriano e Daniel Alves, actuais jogadores do Barcelona, estiveram do lado dos vencedores, com Alves a ser eleito Melhor em Campo pelo grupo de estudos técnicos da UEFA.

• Alves e Seydou Keita alinharam na derrota do Sevilha por 3-1 frente ao Milan, no ano seguinte.

• O pai de Sergio Busquets, Carlos, antigo guarda-redes do Barcelona, foi suplente não-utilizado nas duas mãos das finais de 1992 e 1997.

• Caso o Barcelona ganhe, Guardiola torna-se no sexto treinador – e o primeiro espanhol – a erguer a SuperTaça Europeia duas vezes. Os actuais cinco são:
Raymond Goethals (RSC Anderlecht 1976 e 1978)
Arrigo Sacchi (Milan 1989 e 1990)
Alex Ferguson (Aberdeen FC 1983 e Manchester United FC 1991)
Louis van Gaal (Ajax 1995 e Barcelona 1997)
Carlo Ancelotti (AC Milan 2003 e 2007)

• No entanto, treinadores com sucesso anterior na competição perderam as quatro últimas edições: Juande Ramos (Sevilha, 2007); Alex Ferguson (Manchester United, 2008); Mircea Lucescu (Shakhtar, 2009); Rafael Benítez (FC Internazionale Milano, 2010).

• Caso o Barcelona vença pela segunda vez em três épocas, será a equipa a reconquistar o troféu mais rapidamente desde que o AC Milan o fez, em 1989 e 1990.

• O Barcelona disputou mais outro jogo no Stade Louis II, vencendo o AS Monaco FC por 1-0, na fase de grupos da edição 1993/94 da UEFA Champions League. Guardiola foi titular, com Hristo Stoichkov a marcar aos 13 minutos para a equipa de Johan Cruyff.

• O FC Porto nunca jogou como visitante no Mónaco, equipa que venceu por 3-0 na final da UEFA Champions League de 2004.

• O embate do ano passado foi o primeiro a envolver o vencedor da recém-criada UEFA Europa League, e o Club Atlético de Madrid deixou a competição orgulhosa, ao vencer o Inter por 2-0.

• Nos 11 anos seguintes à extinção da Taça dos Vencedores das Taças, os detentores da Taça UEFA/UEFA Europa League levaram a melhor sobre os da UEFA Champions League em seis ocasiões.

• Esta será a 14ª edição da SuperTaça Europeia desde que o evento mudou de formato, de eliminatória a duas mãos para um só jogo, no Mónaco. Terá lugar um 15º jogo no Stade Louis II, em Agosto do próximo ano, (ou 16º, se se contar com o embate de 1986, entre FC Steaua Bucureşti e FC Dynamo Kyiv), depois do qual a edição de 2013 vai realizar-se no Estádio Eden, em Praga, no seguimento de uma decisão do Comité Executivo da UEFA, a 16 de Junho de 2011.

Retrospectiva
• Este vai ser o oitavo encontro entre as duas equipas nas competições europeias, e o primeiro em terreno neutro. O Barcelona venceu quatro jogos e o FC Porto três. A equipa espanhola atravessa uma série de três vitórias.

• A primeira vez que estiveram frente-a-frente, na primeira eliminatória da Taça UEFA, em 1973/74, o FC Porto venceu por 3-1 em casa e por 1-0 fora. Permanece a única derrota caseira do Barcelona frente a adversários portugueses.

• O jogo seguinte foi na segunda eliminatória da Taça das Taças, em 1985/86, com o Barcelona a vencer por 2-0 em Camp Nou e apurando-se graça ao golo fora, depois de uma derrota por 3-1 em Portugal.

• O Barcelona também venceu por 3-0 nas meias-finais a um só jogo da edição 1993/94 da UEFA Champions League, em Camp Nou, com Guardiola no "onze" inicial.

• Guardiola também esteve presente no jogo mais recente entre as duas equipas, na segunda fase de grupos da edição 1999/2000 da UEFA Champions League, com triunfos do Barcelona por 4-2 em casa e 2-0 fora. Guardiola e Puyol foram titulares nos dois jogos, enquanto Xavi entrou ao intervalo da partida no Porto, para o lugar de Phillip Cocu, depois de não ter sido utilizado na semana anterior.

• O Barcelona também tem lugar reservado na história do adversário luso, depois de ter estado presente no jogo de inauguração do Estádio do Dragão, a 16 de Novembro de 2003. Um total de 52.004 espectadores – ainda a lotação-recorde do estádio – viu o FC Porto vencer por 2-0 uma equipa do Barça que incluía Xavi e, fazendo a sua estreia na equipa sénior, a partir dos 74 minutos, Lionel Messi, com apenas 16 anos.

• O falecido Bobby Robson treinou os dois clubes, transferindo-se do FC Porto para o Barcelona – acompanhado por Mourinho – em 1996.

• O primeiro dos 25 jogos do Barcelona frente a equipas portuguesas nas competições europeias (14 vitórias, cinco empates e seis derrotas) foi na final da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1961, frente ao Benfica, que os lisboetas ganharam por 3-2 em Berna.

• Os "blaugrana" atravessam uma série de 11 jogos sem perder frente a equipas portuguesas, com o último desaire a ser frente ao Belenenses, por 1-0, na segunda mão da primeira eliminatória da Taça UEFA, a 30 de Setembro de 1987 (mesmo assim, o Barcelona apurou-se, com um resultado total de 2-1).

• Durante esta sequência, o Barcelona empatou duas vezes: 0-0 com o Benfica, em 1991 e 2006, e vence há três jogos consecutivos, incluindo o mais recente – 5-2 no terreno do Sporting, a 26 de Novembro de 2008, na fase de grupos da UEFA Champions League.

• O último jogo e o triunfo caseiro dos catalães por 3-1 no início da mesma competição foram os únicos jogos de Guardiola frente a clubes portugueses como treinador. Enquanto jogador do Barcelona não perdeu em nove jogos contra equipas lusas, vencendo oito e empatando um.

• O FC Porto disputou 36 desafios frente a equipas espanholas nas competições europeias, somando 12 vitórias, cinco empates e 19 derrotas.

• Na edição da época passada da UEFA Europa League defrontou o Sevilha nos 16 avos-de-final, vencendo por 2-1 fora e perdendo por 1-0 em casa; nas meias-finais venceu o Villarreal CF por 5-1, em Portugal, e por 3-2, em Espanha.

• O único jogo em terreno neutro frente a equipas espanholas foi a derrota ante o Valência, na SuperTaça Europeia de 2004.

• Maxwell, do Barcelona, e Mariano González, do FC Porto, foram colegas de equipa no Inter em 2006/07, época em que o último esteve emprestado pelo US Città di Palermo e que culminou com a conquista do título italiano por parte dos "nerazzurri".

Última actualização: 15-07-11 15.00CET

Informação relacionada

Federações membro
  • SSI Err
  • SSI Err
Perfis das equipas
Jogo relacionado

http://pt.uefa.com/uefasupercup/season=2011/matches/round=2000258/match=2006776/prematch/background/index.html#barcelona+fc+porto+factos