O "site" oficial do futebol europeu

Estreantes à conquista do troféu

Publicado: Sexta-feira, 25 de Junho de 2010, 13.00CET
No primeiro confronto entre ambos nas competições de clubes da UEFA, Inter e Atlético de Madrid vão tentar conquistar a primeira SuperTaça Europeia do seu historial.
Estreantes à conquista do troféu
Inter e Atlético vão lutar pela SuperTaça Europeia a 27 de Agosto ©uefa.com 1998-2011. All rights reserved.
SSI Err
Publicado: Sexta-feira, 25 de Junho de 2010, 13.00CET

Estreantes à conquista do troféu

No primeiro confronto entre ambos nas competições de clubes da UEFA, Inter e Atlético de Madrid vão tentar conquistar a primeira SuperTaça Europeia do seu historial.

Rafael Benítez vai tentar conquistar o seu primeiro troféu europeu como treinador do FC Internazionale Milano quando o vencedor da UEFA Champions League medir forças com o Club Atlético de Madrid, detentor da UEFA Europa League, na SuperTaça Europeia, no Stade Louis II, no Mónaco.

Historial na SuperTaça Europeia
• É a primeira vez desde a edição de 1998, disputada entre o Chelsea FC e o Real Madrid CF, que as duas equipas em confronto disputam a prova pela primeira vez.

• Benítez, contudo, já venceu a SuperTaça Europeia no passado, em 2005, ao leme do Liverpool FC, numa vitória por 3-1 sobre o PFC CSKA Moskva.

• O técnico espanhol visitou também o Stade Louis II no comando técnico do Liverpool, em Novembro de 2004, mas saiu derrotado pelo AS Monaco FC, por 1-0, em jogo da fase de grupos da UEFA Champions League.

• Benítez tinha também garantido um lugar na edição de 2004 da SuperTaça Europeia, após conquistar a Taça UEFA no comando do Valencia CF, mas rumou a Anfield antes desse jogo. Sob as ordens de Claudio Ranieri, o Valência acabaria por bater o FC Porto por 2-1, tendo a equipa de Portugal apresentado igualmente novo treinador depois da saída de José Mourinho – a quem Benítez agora sucede no Inter – para o Chelsea.

• Em caso de vitória do Inter, Benítez torna-se no sexto treinador – e no primeiro espanhol – a conquistar por duas vezes a SuperTaça Europeia. Os cinco técnicos que alcançaram tal feito são:
- Raymond Goethals (RSC Anderlecht 1976 e 1978)
- Arrigo Sacchi (AC Milan 1989 e 1990)
- Sir Alex Ferguson (Aberdeen FC 1983 e Manchester United FC 1991)
- Louis van Gaal (AFC Ajax 1995 e FC Barcelona 1997)
- Carlo Ancelotti (AC Milan 2003 e 2007)

• Tornar-se-á ainda no terceiro treinador (depois de Ferguson e de Van Gaal) a conquistar a prova à frente de dois clubes diferentes.

• Thiago Motta e Samuel Eto'o, do Inter, já disputaram a SuperTaça Europeia por uma vez, com a camisola do Barcelona, na derrota de 3-0 diante do Sevilla FC, em 2006.

• Dejan Stanković fez parte da equipa da S. S. Lazio que bateu o Manchester United FC, por 1-0, em 1999, em partida da Taça UEFA. Três anos mais tarde Esteban Cambiasso fez parte da equipa do Real Madrid CF que venceu o Feyenoord, por 3-1.

• Maicon, defesa do Inter, alinhou pelo Mónaco entre 2004 e 2006, ano em que rumou a San Siro.

• Esta será a primeira ocasião em que estarão dois treinadores espanhóis em confronto na prova, embora em 1993 se tenham encontrado dois italianos: Nevio Scala no comando do Parma FC e Fabio Capello à frente do AC Milan. Cinco anos antes tinha sido a vez de dois holandeses medirem forças, quando o KV Mechelen de Aad de Mos levou a melhor sobre o PSV Eindhoven de Guus Hiddink.

• Desde a extinção da Taça dos Vencedores das Taças, em 1999, as dez edições da SuperTaça Europeia disputadas terminaram com cinco vitórias para os detentores da UEFA Champions League e outras tantas para os detentores da Taça UEFA.

• O AC Milan, eterno rival do Inter, é o clube com maior palmarés na SuperTaça Europeia. Com a vitória por 3-1 sobre o Sevilha, em 2007, tornou-se na primeira equipa a erguer por cinco vezes o troféu. Juventus, por duas ocasiões, S.S. Lazio e Parma FC são as outras formações italianas que já venceram a competição.

• O Real Madrid CF, principal rival do Atlético, conseguiu por fim conquistar a SuperTaça Europeia em 2002, ao ganhar ao Feyenoord por 3-1, depois de ter sido derrotado nas edições de 1998 e de 2000. O Barcelona é o clube espanhol de maior êxito na prova com três triunfos, seguindo-se o Valência com dois e o Sevilha com um.

Retrospectiva
• Este será o primeiro embate entre as duas equipas nas competições de clubes da UEFA.

• O Inter disputou até ao momento 37 encontros diante de formações espanholas nas provas europeias, incluindo uma final, em terreno neutro, quando bateu o Real Madrid por 3-1, em Viena, em 1964, ano em que conquistou o seu primeiro título de campeão europeu.

• Nesses 37 jogos, a formação milanesa somou 13 vitórias, 11 empates e 13 derrotas.

• O Inter pôs fim à série de cinco jogos sem triunfos frente a equipas espanholas nas competições europeias com a vitória de 3-1 sobre o Barcelona, na primeira mão das meias-finais da edição da época transacta da UEFA Champions League. Os "nerazzurri" acabaram depois por seguir rumo à conquista do título europeu com um total de 3-2 no conjunto das duas mãos.

• O Atlético bateu uma equipa italiana na conquista do seu primeiro grande troféu europeu, ao derrotar a ACF Fiorentina por 3-0, em Estugarda, no Neckarstadion, na final da Taça dos Vencedores das Taças de 1961/62, depois de uma igualdade a um golo no Hampden Park, em Glasgow, ter levado a decisão do vencedor para uma finalíssima.

• A formação "colchonera" não defronta qualquer equipa italiana desde que se viu afastada pelo Parma FC nas meias-finais da Taça UEFA de 1998/99, derrotada por 5-2 no conjunto das duas mãos, isto depois de ter afastado a AS Roma na ronda anterior.

• Em 14 jogos das competições europeias frente adversários italianos, o Atlético regista seis vitórias, dois empates e seis derrotas.

• O registo de Benítez em 14 jogos europeus diante de equipas espanholas – dois ao leme do Valência e 12 no comando do Liverpool – é de sete vitórias, cinco empates e duas derrotas.

• O registo de Quique Sánchez Flores frente a equipas italianas não é tão impressionante. Em sete encontros como jogador – ao serviço de Valência, Real Madrid e selecção Sub-21 de Espanha – somou duas vitórias, um empate e quatro derrotas, entre as quais uma goleada por 5-1, em casa, na Taça UEFA de 1992, diante do SSC Napoli, num encontro em que o actual técnico do Atlético acabou expulso.

• Como treinador do Valência e do Benfica, disputou seis jogos diante de formações da Serie A e apresenta um registo bem mais equilibrado, com duas vitórias, dois empates e duas derrotas.

Ligações entre as equipas
• Benítez vai disputar o seu terceiro encontro consecutivo nas competições europeias frente ao Atlético, pois os espanhóis afastaram o Liverpool nas meias-finais da edição passada da UEFA Europa League.

• Liverpool e Atlético empataram 1-1 por duas vezes na fase de grupos da UEFA Champions League de 2008/09, pelo que Benítez ostenta uma vitória, dois empates e um desaire nos encontros europeus frente à formação madrilena.

• Benítez e Quique Flores trabalharam ambos no Real Madrid CF em 1994/95, o primeiro como treinador da equipa de reservas do clube e o segundo como lateral-direito da formação principal. Ambos iniciaram as respectivas carreiras de treinador nas camadas jovens dos "merengues", Benítez em 1986 e Quique Flores em 2001.

• O único confronto anterior entre os dois técnicos, até à temporada passada, ocorreu quando o agora treinador do Atlético alinhou pela equipa principal do Real Madrid e Benítez esteve no comando técnico do Real Valladolid CF. Nesse encontro, realizado a 3 de Janeiro de 1996, os madrilenos venceram por 4-1.

• Em nove jogos frente ao Atlético como treinador em Espanha, à frente do CF Extremadura, do CD Tenerife e do Valência, Benítez contabiliza quatro vitórias, um empate e quatro derrotas.

• Quique Flores defrontou o Inter aquando da sua passagem pelo comando do Valência, tendo deixado pelo caminho os milaneses nos oitavos-de-final da UEFA Champions League 2006/07 graças aos golos marcados fora.

• Motta teve uma breve passagem pelo Atlético, pelo qual disputou seis encontros na Liga espanhola – três deles como suplente utilizado – na temporada de 2007/08. Antes disso, vestiu a camisola do Barcelona, entre 1999 e 2008.

• Tomáš Ujfalusi representou a Fiorentina desde 2004, antes de se mudar para a capital espanhola em 2008.

• Tiago está emprestado ao Atlético pela Juventus, clube pelo qual efectuou 42 jogos do campeonato após ter sido contratado em 2007. O médio assinou inicialmente pelo Atlético em Janeiro, por empréstimo, tendo alinhado em 18 partidas da Liga na época transacta, antes de ser acordado novo empréstimo a 16 de Agosto.

• Quatro jogadores do actual plantel do Inter jogaram pelo Real Madrid: Esteban Cambiasso (1996-2004), Eto'o (1997-2000), Walter Samuel (2004-05) e Wesley Sneijder (2007-09). Contudo, durante a sua passagem pelo Santiago Bernabéu nenhum deles alinhou ao lado dos dois jogadores do Atlético que também já actuaram pelo Santiago Bernabéu: José Manuel Jurado (2005-06) e José Antonio Reyes (2006-07).

• Diego Milito, ponta-de-lança do Inter, representou o Real Zaragoza entre 2005 e 2008, enquanto o atacante nigeriano Victor Obinna esteve emprestado ao Málaga CF na temporada passada.

• Eto'o passou 12 anos em Espanha, país onde vestiu as camisolas de CD Leganés, do Real Madrid, do RCD Espanyol, do RCD Mallorca e do Barcelona, antes de se mudar para o Inter no Verão de 2009.

Última actualização: 26-08-10 11.11CET

Informação relacionada

Federações membro
  • SSI Err
  • SSI Err
Perfis das equipas
Jogo relacionado
  • SSI Err

http://pt.uefa.com/uefasupercup/season=2010/matches/round=2000123/match=2002327/prematch/background/index.html#estreantes+conquista+trofeu