SSI Err 
O "site" oficial do futebol europeu

Danny decisivo na vitória do Zenit

Publicado: Sábado, 30 de Agosto de 2008, 0.57CET
Manchester United FC 1-2 FC Zenit St. Petersburg
O conjunto russo conquistou pela primeira vez a SuperTaça Europeia, ao bater o Manchester United por 2-1, com um golo do português Danny.
Danny decisivo na vitória do Zenit
Pavel Pogrebnyak comemora o golo com Danny ©Getty Images
SSI Err
Publicado: Sábado, 30 de Agosto de 2008, 0.57CET

Danny decisivo na vitória do Zenit

Manchester United FC 1-2 FC Zenit St. Petersburg
O conjunto russo conquistou pela primeira vez a SuperTaça Europeia, ao bater o Manchester United por 2-1, com um golo do português Danny.

O FC Zenit St. Petersburg sagrou-se na primeira equipa russa a vencer a SuperTaça Europeia, ao bater o Manchester United FC, por 2-1, no Mónaco. O segundo golo do Zenit contou com a assinatura do português Danny, numa excelente jogada individual.

Duelo de portugueses
Sem poder contar com o português Cristiano Ronaldo, ainda lesionado, o United fez alinhar Nani no “onze” titular, enquanto Danny jogou de início pelos russos do Zenit, depois de ter sido recentemente contratado ao FC Dynamo Moskva. A primeira oportunidade de golo do encontro pertenceu mesmo ao Zenit, aos sete minutos, após lançamento de Danny. Aleksandr Anyukov cruzou da direita, para o coração da área, mas Pavel Pogrebnyak, em excelente posição, atirou por cima.

Zenit com sinal mais
Aos 17 minutos, o atacante português do Zenit voltou a estar em evidência. Danny progrediu pelo lado direito, cruzou tenso para a zona de finalização, mas Rio Ferdinand afastou o perigo, numa fase em que os comandados de Dick Advocaat estavam francamente melhor. Aos 23 minutos, foi a vez de Alejandro Dominguez levar muito perigo para as redes inglesas, após a marcação de um livre. O esférico passou muito perto do alvo.

Ritmo pausado
Os “red devils”, com um ritmo mais pausado, sentiam muitas dificuldades para ultrapassar a defensiva russa, mas aos 34 minutos, desperdiçaram uma boa ocasião para inaugurar o marcador. Carlos Tévez avançou decidido pelo lado direito, cruzou atrasado mas Wayne Rooney não conseguiu dar o melhor seguimento ao lance, atrapalhando-se com a bola. Contudo, dois minutos volvidos, o Zenit esteve novamente perto do golo, após livre de Dominguez. Ivica Križanac, ao segundo poste, rematou com intenção, tendo valido ao United a intervenção de Edwin van der Sar.

Zenit adianta-se
Aos 41 minutos, Pogrebnyak esteve na origem de mais um lance de apuro para os comandados de Alex Ferguson. O avançado ganhou posição no lado esquerdo, cruzou ao segundo poste e Danny cabeceou por cima, apesar de a jogada ter sido interrompida por falta do atleta luso. Depois de muito ameaçar, o Zenit chegou à vantagem aos 44 minutos, após a marcação de um canto. Igor Denisov desviou ao primeiro poste e Pogrebnyak, de cabeça, confirmou o tento inaugural da partida, para alegria dos adeptos russos presentes no Stade Louis II.

Tymoshchuk de longe
O segundo tempo começou a todo o gás, com os campeões europeus a partirem em busca do golo do empate. Aos 51 minutos, Rooney tentou a sua sorte com um remate à entrada da área, mas o disparo do atacante inglês saiu ao lado. Pese embora se encontrarem em vantagem, os russos não se limitaram a defender o resultado e Anatoliy Tymoshchuk esteve perto de dilatar a vantagem da sua equipa, aos 54 minutos, com um remate de longe. Van der Sar, com uma defesa a dois tempos, evitou males maiores para as suas redes.

Golão de Danny 
Contudo, o melhor momento do jogo estava reservado para os 58 minutos, quando Danny dilatou a vantagem dos russos. O atacante português, em excelente momento de forma, arrancou em direcção à baliza, evitou os defesas contrários e atirou a contar, apontando um golo de belo efeito. Aos 63 minutos, John O'Shea esteve perto de reduzir, com um remate pleno de intenção. Vyacheslav Malafeev defendeu para a frente e Ji-Sung Park também não conseguiu desfeitear o guarda-redes russo. Até final, o Manchester ainda tentou chegar ao golo, algo que acabou por acontecer aos 71 minutos, após a marcação de um canto. Tévez recebeu a bola no segundo poste e assistiu Nemanja Vidić, que rematou de pronto.

Zenit resiste
O conjunto inglês tudo tentou para almejar o empate mas o Zenit conseguiu defender a importante vantagem, conquistando o troféu da SuperTaça Europeia pela primeira vez na sua história. Nota ainda para a expulsão de Paul Scholes nos momentos finais, depois de o médio ter visto o segundo cartão amarelo, ao introduzir a bola na baliza do Zenit com a mão. 

Última actualização: 30-08-08 18.00CET

Informação relacionada

Federações membro
  • SSI Err
  • SSI Err
Perfis das equipas
Jogo relacionado
  • SSI Err

http://pt.uefa.com/uefasupercup/season=2008/matches/round=15281/match=302814/postmatch/report/index.html#danny+decisivo+vitoria+zenit