O "site" oficial do futebol europeu

Avançado do Ano

Publicado: Segunda-feira, 17 de Agosto de 2009, 10.01CET
Lionel Messi foi eleito Avançado do Ano da UEFA, levando a melhor sobre Samuel Eto'o e Cristiano Ronaldo.
Avançado do Ano
Samuel Eto'o comemora o primeiro golo da final da UEFA Champions League ©Getty Images
Publicado: Segunda-feira, 17 de Agosto de 2009, 10.01CET

Avançado do Ano

Lionel Messi foi eleito Avançado do Ano da UEFA, levando a melhor sobre Samuel Eto'o e Cristiano Ronaldo.

Vencedor

Lionel Messi (FC Barcelona)
Melhor marcador da UEFA Champions League 2008/09, com nove golos, Lionel Messi guardou o melhor para a final, onde marcou de cabeça o seu único tento contra adversários ingleses, remate que selou o triunfo por 2-0 sobre o Manchester United e deu o terceiro título da época à sua equipa. Foi um tento pouco comum para um jogador mais conhecido pela velocidade e constância, mas mostrou todo o arsenal técnico do atleta de 22 anos numa época em que assinou ainda 23 golos na Liga espanhola e aterrorizou as defesas em Espanha com diversas incursões no ataque e remates.

Também nomeados

Samuel Eto'o (FC Barcelona, agora FC Internazionale Milano)
A época 2008/09 viu o ponta-de-lança camaronês Samuel Eto'o atingir o auge do seu instinto goleador. O jogador de 28 anos marcou 30 golos na Liga espanhola e ajudou o campeão Barcelona a atingir um incrível total de 105 tentos marcados em 38 partidas. Na UEFA Champions League, incluindo a fase de qualificação, marcou outros seis, entre os quais o primeiro golo da final diante do Manchester United FC, ao bater Edwin van der Sar depois de ter enganado o defesa-central Nemanja Vidić. Esse constituiu o seu segundo remate certeiro noutras tantas vitórias em finais da UEFA Champions League.

Cristiano Ronaldo (Manchester United FC, agora Real Madrid CF)
Quando se tornou claro que Cristiano Ronaldo não conseguiria igualar a marca de 42 golos obtida na época 2007/08, um adversário chegou a comentar que o avançado português afinal de contas é apenas um ser humano. No dia seguinte, Ronaldo respondeu com um golo a 40 metros da baliza na partida diante do FC Porto, tento esse que selou a passagem do Manchester United às meias-finais da UEFA Champions League. Outro pontapé de longa distância ante o Arsenal nas meias-finais, um dos 25 golos apontados ao longo da época, ajudou a equipa a chegar à final de Roma. Foi um final infeliz para a carreira de Ronaldo no United, mas, ainda assim, o extremo português leva consigo para Espanha o terceiro título de campeão da Premier League.

Última actualização: 27-08-09 20.19CET

http://pt.uefa.com/uefasupercup/news/newsid=846659.html#avancado+ano