Barcelona - Sevilha: Antevisão da SuperTaça Europeia

Barcelona e Sevilha medem forças esta terça-feira em Tbilissi, na SuperTaça Europeia; o UEFA.com traz-lhe a antevisão do encontro, com declarações dos treinadores e muito mais.

Barcelona mede forças com o Sevilha apostado em conquistar a sua quinta SuperTaça Europeia, registo que lhe permitirá igualar o recorde de triunfos na prova
Unai Emery nunca derrotou o Barcelona como treinador, mas mostra-se feliz por "estar no topo dos topos"
Várias potenciais estreias no Sevilha, entre elas Michael Krohn-Dehli
Neymar ausente devido a papeira, junta-se a Jordi Alba e  Douglas na lista de baias do Barça
No Sevilha, Daniel Carriço e Steven N'Zonzi ficam de fora, mas Adil Rami e Timothée Kolodziejczak ainda podem recuperar

Equipas prováveis
Barcelona: Ter Stegen; Alves, Piqué, Mascherano, Mathieu; Rakitić, Busquets, Iniesta; Messi, L Suárez, Pedro.
De fora: Alba (coxa), Neymar (papeira), Douglas (coxa)
Em dúvida: Adriano (estiramento muscular na coxa)

Sevilla: Rico; Mariano, Coke, Krychowiak, Trémoulinas; Krohn-Dehli, Banega; Reyes, Iborra, Vitolo; Gameiro.
De fora: Carriço (músculo da perna), Pareja (ligamentos cruzados), N'Zonzi (gastroenterite)
Em dúvida: Rami (gastroenterite), Kolodziejczak (gastroenterite)

O que dizem os treinadores
Luis Enrique, treinador do Barcelona

Este será o nosso primeiro jogo oficial da época e constituirá um bom teste para verificar em que nível nos encontramos. Vamos defrontar uma equipa de campeões. Todos os troféus importam e vamos lutar por este como lutaríamos por qualquer outro. Vamos ver como as coisas correm e veremos se conseguimos vencer.

Não me importa saber se o favoritismo está ou não do nosso lado. O que temos de fazer é mostrar em campo que somos melhor. Sabemos que vamos enfrentar um adversário complicado, sempre difícil de bater. É sempre entusiasmante disputar a SuperTaça; sabemos que temos de jogar bem para a ganhar.

O Sevilha tem ainda menos jogadores disponíveis do que o Barça, pelo que esse é um problema que ambas as equipas terão de saber ultrapassar. É algo a que nos acostumamos no futebol. Houve muitas mexidas no plantel do Sevilha e não será fácil para o seu treinador lidar com isso. No meu caso, tudo está muito parecido com as temporadas passadas.

A título pessoal, quantos mais títulos se ganhar, melhor. Vários jogadores poderão fixar novos recordes, o que é sempre positivo pois significa que temos capacidade para fazer história e potencial para conquistar troféus – agora resta-nos concretizá-lo.

Veja a entrevista com Emery
Veja a entrevista com Emery

Unai Emery, treinador do Sevilha
É mais uma oportunidade que queremos muito aproveitar. Vamos defrontar um grande adversário, que tem o favoritismo do seu lado, mas temos muitos aspectos a nosso favor e estamos a trabalhar com o objectivo de bater o Barcelona. Queremos tirar partido deste momento – estamos no topo dos topos, que é onde sempre quisemos estar.

Tenho uma visão para este jogo, mas saber se ela se vai concretizar é outra questão. Seja como for, teremos de nos apresentar ao mais alto nível. Os jogadores que colocarmos em campo não podem ser desculpa, eles terão de ser, sim, a solução. O Barcelona tem baixas em várias posições do terreno, mas sei que será sempre um Barcelona de alto gabarito.

Precisamos de conseguir atacar e de aproveitar qualquer momento de fraqueza ou falta de coesão que eles demonstrem. As lesões terão algum impacto, mas no geral sei aquilo que o Barcelona é capaz de fazer e vocês também vão ver aquilo de que o Sevilha é capaz. Podemos não estar a 100 porcento, mas estamos perto.

Queremos ver brilho nos olhos dos nossos jogadores, algo que já vi quando defrontámos o Barcelona no passado. O Barça vai ser melhor do que nós nos dados estatísticos, na posse de bola, etc. Temos de aceitar isso e responder com contra-ataques rápidos. Temos de aproveitar as oportunidades quando elas surgirem.

Resultados da pré-temporada
Barcelona: LA Galaxy V2-1 (f), Manchester United D1-3 (n), Chelsea E2-2, D2-4pens (n), Fiorentina D1-2 (f), Roma V3-0 (c)

Sevilha: Werder Bremen D1-3 (f), Reims V2-1 (f), Watford V1-0 (f), Brighton & Hove Albion D0-1 (f), AEK Athens E1-1 (f)

Recordes em jogo
• O Barcelona está na sua nona presença na SuperTaça Europeia, registo que constitui um novo máximo.
• Um triunfo do Barcelona permitirá à turma catalã igualar o registo máximo de cinco vitórias do AC Milan nesta competição.
• Esta é a Terceira SuperTaça Europeia disputada entre duas equipas espanholas, o que constitui um novo recorde; o Sevilha esteve em todas elas, tendo batido o Barcelona em 2006, num jogo em que Dani Alves marcou frente àquele que é agora o seu clube actual. No passado houve já também duas edições da SuperTaça Europeia foram disputadas entre equipas italianas.
• Alves pode igualar o recorde de Paolo Maldini, que marcou presença em cinco edições da SuperTaça Europeias e venceu quatro.
• Luis Enrique pode tornar-se no quarto treinador a erguer a SuperTaça Europeia como treinador e jogador, depois de Josep Guardiola, Carlo Ancelotti e Diego Simeone.

Facto do encontro
• Emery não venceu nenhum dos 19 encontros em que já defrontou o Barcelona como treinador de Almería, Valência, Spartak Moskva e Sevilha, tendo somado nesses jogos seis empates e 13 derrotas. Lionel Messi marcou um total de 22 golos nessas partidas.

Confira este e outros factos na nossa extensa retrospectiva do encontro...

Cerimónia de abertura
Crianças oriundas de nove países irão untar-se aos jogadores de Barcelona e Sevilha e à equipa de arbitragem com o objectivo de transmitir uma forte mensagem de esperança – "Futebol Unido pela Paz". Saiba mais.

Árbitro: William Collum (Escócia)

Topo