Sevilha orgulhoso apesar da derrota

Denis Suárez e Nicolas Pareja, do Sevilha, disseram que o detentor da UEFA Europa League vai voltar a Espanha de cabeça erguida, apesar de derrotado pelo Real Madrid.

Denis Suárez, em estreia pelo Sevilha, corre com Daniel Carvajal, do Real Madrid
Denis Suárez, em estreia pelo Sevilha, corre com Daniel Carvajal, do Real Madrid ©AFP/Getty Images

• Jogadores do Sevilla FC lamentam falhanço de Daniel Carriço na primeira parte com 1-0

• Estreante Denis Suárez diz que o segundo golo matou o jogo

• Nico Pareja: "Estamos orgulhosos desta equipa"

Denis Suárez, médio do Sevilha
Fomos capazes de competir com o Real, que é uma das melhores equipas do mundo e ganhou a Champions League. Depois do golo deles tivemos uma excelente oportunidade defendida pelo Iker [Casillas] e se temos conseguido marcar nessa altura talvez o encontro tivesse mudado.

Na segunda parte eles marcaram muito cedo e se temos conseguido manter o 1-0 até aos 15 minutos poderíamos causar-lhes dano. Vamos para casa orgulhosos porque acabámos o jogo no meio-campo deles, forçando cinco ou seis pontapés de canto. Devemos ter as nossas cabeças erguidas.

[O Sevilha] é um clube importante que ganhou a Europa League, não apenas na época passada, mas em anos anteriores e a SuperTaça também, e penso que vamos fazer uma boa época. Vamos ter de lutar muito para repetir o êxito da temporada transacta.

O Sevilha compete bem em todas as provas, na liga ou na Europa ou na Taça de Espanha. Somos um grupo sólido e temos de continuar assim porque podemos atingir os nossos objectivos.

Nicolas Pareja, defesa do Sevilha
Foi um jogo muito duro por causa da equipa que defrontámos e devido a ser o início da temporada. Dito isto, penso que estivemos à altura, lutámos muito e, apesar de não estarmos satisfeitos com o resultado, penso que na primeira parte estivemos muito bem.

O primeiro golo deitou-nos um pouco abaixo e sabemos a qualidade do Real – quando tentámos sair um pouco mais, eles marcaram o segundo golo e depois tudo foi uma batalha difícil.

Quando se tem uma oportunidade, é preciso aproveitá-la, porque eles têm enorme poder atacante e também defensivo. Infelizmente não conseguimos fazer isso. Foi uma final, queríamos ganhá-la mas estamos orgulhosos desta equipa e do facto de termos contrariado um excelente adversário.

A Europa League é uma competição importante para o Sevilha – ganhámos a prova três vezes e estamos na história. Sabemos que estamos a defender a camisola de um grande clube e por isso vamos tentar atingir esse nível outra vez esta época.

Topo