Clattenburg vive sonho na Supertaça

"Nunca sonhei estar aqui", reconheceu o árbitro inglês Mark Clattenburg ao UEFA.com antes da SuperTaça Europeia, disputada esta terça-feira em Cardiff.

A equipa de arbitragem liderada por Mark Clattenburg (terceiro à direita)
A equipa de arbitragem liderada por Mark Clattenburg (terceiro à direita) ©UEFA.com

"Nunca sonhei estar aqui... Isto é colossal", reconheceu o árbitro inglês Mark Clattenburg ao UEFA.com antes da SuperTaça Europeia, que vai ser disputada esta noite, em Cardiff, por Real Madrid CF e Sevilla FC.

UEFA.com: Está animado para estar aqui em Cardiff?

Mark Clattenburg: Sim, muito. Não notei grandes diferenças, o tempo aqui está tão mau como em minha casa! Mas é fantástico ter a SuperTaça em Cardiff e fazer parte de um evento tão fantástico. É um grande momento para mim.

UEFA.com: Nos últimos tempos aproveitou para treinar o seu espanhol?

Clattenburg: Algumas palavras! Para um árbitro inglês é uma experiência maravilhosa dirigir uma final entre clubes espanhóis. Quero fazer o melhor trabalho possível com a minha equipa.

UEFA.com: Pode falar um pouco sobre o trabalho de casa que teve de fazer?

Clattenburg: As equipas mudam todos os anos, com novos jogadores e treinadores o início da época é sempre complicado. Os clubes disputaram jogos de preparação e os árbitros têm oportunidade de analisar as tácticas e a ritmo a que jogam, detalhes que nos podem ajudar durante os 90 minutos. Se fizer alguma pesquisa, o meu trabalho será mais fácil.

UEFA.com: Como se prepara um desafio desta importância numa fase tão inicial da época?

Clattenburg: Estamos preparados mental e fisicamente, mesmo apesar de ser o primeiro grande jogo da época para a nossa equipa. Fiz muita preparação física e também trabalhei o aspecto psicológico. Recorremos a psicólogos do desporto de forma a garantir que estamos prontos para este arranque da época.

UEFA.com: UEFA.com: Na época passada arbitrou uma meia-final da UEFA Europa League e esteve nos quartos-de-final da UEFA Champions League: Ainda fica nervoso nestes jogos?

Clattenburg: Não diria nervoso, mas fico com uma sensação estranha. É ansiedade. Estamos ansiosos por entrar em campo e estar sob os olhares de milhões de telespectadores num evento tão fantástico. Estar aqui é maravilhoso, quando comecei a arbitrar com 16 anos nunca sonhei em chegar a esta competição. Isto é colossal, um momento fantástico.

UEFA.com: Quais são agora os seus objectivos pessoais?

Clattenburg: Defino as minhas metas todos os anos, tento sempre fazer melhor do que na época anterior. Considero que no ano passado fiz um bom trabalho, mas tenho de continuar a corrigir alguns defeitos. Se o conseguir, serei recompensado.

Topo