Müller quer "ajustar contas" com o Chelsea

O médio-ofensivo do Bayern de Munique, Thomas Müller, admitiu que a sua equipa tem "contas a ajustar" na sexta-feira, quando defrontar o Chelsea, na SuperTaça Europeia.

Thomas Müller no treino do Bayern em Praga
Thomas Müller no treino do Bayern em Praga ©Getty Images

O médio-ofensivo do FC Bayern München, Thomas Müller, admitiu que a sua equipa tem "contas a ajustar" na sexta-feira, quando defrontar o Chelsea FC, na SuperTaça Europeia.

Foi um cabeceamento de Müller no minuto 83, que parecia dar a vitória ao Bayern na final de 2012 da UEFA Champions League, na Fußball Arena München, mas Didier Drogba empatou também de cabeça para o Chelsea, já perto do fim, pronúncio de uma festa bávara que seria estragada em definitivo com uma vitória dos ingleses no desempate por grandes penalidades. O Bayern voltaria à final na época passada, em Wembley, onde derrotaria o Borussia Dortmund e apesar da derrota ante o Chelsea ter deixado marcas, o facto é que, para Müller, os alemães não se deixaram abater e seguiram em frente,

"Temos umas contas a ajustar com o Chelsea mas a época passada sarou as feridas, pelo que já não penso mais nisso, tal como a equipa", explicou. "O nosso objectivo é derrotar o Chelsea. Queremos mostrar que a vitória na Champions League não foi por acaso e que estamos ainda entre os melhores da Europa. Estamos especialmente motivados para este encontro."

Com o habitual pilar do meio-campo, Bastian Schweinsteiger, em dúvida para a partida devido a um problema no tornozelo, Lahm poderá ser colocado à frente da defesa, deixando assim vago o seu lugar no lado direito da defesa, cargo que o capitão da selecção da Alemanha cumprirá com agrado caso o treinador assim o peça: "Não sei o que é o treinador irá fazer, ou se o 'Basti' irá jogar, mas se ele me colocar no meio-campo, não haverá qualquer problema."

Lahm foi muito elogioso para com o novo treinador do Bayern, Josep Guardiola pela sua "meticulosa" preparação, explicando que os jogadores ainda estão a trabalhar para fazer da mentalidade vencedora do antigo treinador do FC Barcelona um "hábito", destacando ainda o "grande ambiente entre o plantel", existente.

Existe apenas única situação que poderá ser um mau presságio para o Bayern: da última vez que Müller e Lahm estiveram juntos numa conferência de imprensa de antevisão de um jogo, foi antes da final de 2012 da UEFA Champions League, frente ao Chelsea.

Topo