Courtois deseja triunfo do Atlético

Emprestado pelo Chelsea ao Atlético, Thibaut Courtois admitiu ao UEFA.com que vai sentir "algo de especial" no confronto do Mónaco, mas não tem dúvidas sobre quem espera que leve a melhor.

Thibaut Courtois esteve em grande na primeira época ao serviço do Atlético
©AFP/Getty Images

Defrontar o próprio clube numa final não será uma situação muito normal, mas Thibaut Courtois não tem dúvidas sobre quem deseja que leve a melhor na SuperTaça Europeia. "É pelo Atlético que jogo e quero ganhar", garantiu o guarda-redes belga ao UEFA.com.

Courtois mudou-se para o Chelsea FC em Julho de 2011 proveniente do KRC Genk e, visto como enorme promessa mas não ainda capaz de lutar pela titularidade com o consagrado Petr Čech, foi de imediato emprestado ao Club Atlético de Madrid. Depressa deu nas vistas na capital espanhola, afirmando-se de imediato como dono da baliza do clube madrileno e ajudando a formação orientada por Diego Simeone a conquistar a UEFA Europa League.

O Atlético assegurou os serviços de Courtois por mais uma época e quis o destino que o belga vá ter pela frente na sexta-feira, no Mónaco, na SuperTaça Europeia, nada mais, nada menos do que o campeão europeu Chelsea. O seu futuro a longo prazo pode passar por Londres mas, para já, são as cores do Atlético que o guarda-redes defende. "Vai ser um jogo especial para mim, pois vou jogar contra o meu clube", admitiu Courtois, "mas neste momento represento o Atlético, o Chelsea é o adversário e eu quero ganhar."

Com apenas 20 anos de idade, Courtois já mostrou em Espanha que aprende depressa. "Tive de me adaptar ao ritmo de jogo, que é muito mais elevado aqui", destacou o guardião, três vezes internacional pela selecção principal da Bélgica. "Não foi fácil durante, talvez, as primeiras cinco ou seis semanas. Tive de me adaptar às posições dos jogadores". Mas agora, mostra-se "feliz por estar mais um ano em Espanha" e com o Atlético apostado em ir além do quinto posto alcançado na última época na Liga espanhola.

Simeone diz que Courtois tem "um futuro brilhante pela frente" e que "continua a ser a aposta porque tem muito para dar". O próprio guarda-redes sente que um ano passado em Espanha lhe permitiu desenvolver enormemente as suas qualidades. "Tenho agora maior experiência e sou melhor em muitas coisas, por exemplo nos remates à queima-roupa e nos tempos de reacção. Os meus reflexos estão também bem mais rápidos do que há um ou dois anos."

Com outro ano ao serviço do Atlético pela frente, Courtois ambiciona mais êxitos. "Temos uma equipa extremamente competitiva, com três ou quatro excelentes reforços", salientou. "Temos capacidade para lutar por um dos quatro primeiros lugares em Espanha. Na Europa League e na Taça de Espanha não vai ser fácil, é preciso alguma sorte, mas se jogarmos como na época passada podemos ir até ao fim e erguer os troféus."

Para já, porém, encontra-se totalmente concentrado em levar a melhor sobre os seus futuros colegas no encontro que assinala o arranque da temporada europeia de futebol. Entre esses futuros compatriotas de equipa estão alguns compatriotas, como Eden Hazard, cuja opinião sobre Courtois é de que "pode ser o guarda-redes pelo qual a Bélgica há tanto ansiava, desde os tempos de Preud'homme ou Pfaff".

O próprio Courtois afirmou: "Faço figas para que tudo corra bem a todos os meus amigos no Chelsea, em especial aos jogadores belgas que lá actuam agora. Desejo-lhes a melhor das sortes, mas quero ser eu a ganhar a SuperTaça Europeia. Espero que seja um bom jogo e que vença a melhor equipa."

Topo