O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Plautz apita no Mónaco

O árbitro austríaco Konrad Plautz vai dirigir o jogo da SuperTaça Europeia, entre o Milan e o Sevilha, na sexta-feira.

O árbitro austríaco Konrad Plautz vai dirigir o jogo de sexta-feira da SuperTaça Europeia, entre o AC Milan e o Sevilla FC, no Stade Louis II, no Mónaco.

O antídoto perfeito
Plautz será acompanhado por três compatriotas, os árbitros-assistentes Egon Bereuter e Markus Mayr e o quarto árbitro Fritz Stuchlik. Com 42 anos e natural da pequena cidade alpina de Navis, Plautz é ainda um entusiástico actor e director de um grupo de teatro da sua terra - o antídoto perfeito para o mundo frenético dos desafios nacionais e internacionais que tem dirigido nos últimos anos.

Carreira de sucesso
“Arbitrar fascina-me desde os tempos de criança. Comecei a dirigir jogos ainda jovem, em 1984”, disse ao uefa.com numa entrevista recente. “Procurei observar pessoas como o árbitro austríaco Erich Linemayr em busca de inspiração. Nos meus tempos de jovem fui defesa-direito, mas para ser honesto não era um grande jogador e o meu interesse na arbitragem foi sempre prioritário”.

Ano inesquecível
Tendo começado por dirigir encontros de futebol juvenil, Plautz começou a subir nas fileiras regionais, antes de passar aos campeonatos nacionais austríacos. “Estabeleci a mim próprio o objectivo de atingir o mais alto nível em dez anos. Consegui chegar à Bundesliga seis anos volvidos, em 1992, antes de receber as insígnias de internacional em 1996”, disse. Esse ano inesquecível culminou com a nomeação para dirigir a final do Campeonato da Europa de Sub-16, em Viena, entre a França e Portugal.

Jogos importantes
Desde então, Plautz dirigiu uma série de encontros importantes. Em 2005/06, arbitrou o triunfo do Arsenal FC sobre o Villarreal CF, por 1-0, em jogo da primeira mão das meias-finais da UEFA Champions League. Veterano de duas fases de qualificação para o Campeonato do Mundo, a experiência de Plautz em fases de apuramento para o Europeu data de Março de 1999.

Encontros anteriores
Plautz apitou jogos de ambos os finalistas da SuperTaça Europeia na época passada, nas respectivas campanhas para os troféus que viriam a conquistar – o Milan no jogo da segunda mão dos oitavos-de-final da UEFA Champions League, no qual bateu em casa, por 1-0, o Celtic FC; e o Sevilha no empate (2-2) em Londres frente ao Tottenham Hotspur FC, por ocasião da segunda mão dos quartos-de-final da Taça UEFA. Plautz inicia a nova época com 24 jogos da UEFA Champions League já dirigidos, chegando agora ao total de 50 jogos nas competições europeias de clubes.

Caras conhecidas
Para além do encontro contra o Celtic na época passada, Plautz já arbitrou outros jogos do Milan na UEFA Champions League. A 14 de Agosto de 2002, fê-lo no triunfo, por 1-0, sobre o FC Slovan Liberec, em partida da primeira mão da terceira pré-eliminatória. A 19 de Outubro de 2005, dirigiu o empate caseiro sem golos frente ao PSV Eindhoven para o Grupo E e, a 29 de Março do ano seguinte, arbitrou outro nulo dos milaneses, desta feita no reduto do Olympique Lyonnais, em desafio da primeira mão dos quartos-de-final.

Atitude rigorosa
O juiz austríaco prepara-se para o jogo de sexta-feira com o rigor habitual: “Isto não significa que não sintamos aquele nervoso miudinho quando entramos num relvado. Creio que precisamos de senti-lo até certo ponto para termos a motivação certa. Temos que estar totalmente concentrados durante os 90 minutos. É bom dar uma contribuição positiva para um jogo fluído, mas nunca devemos perder a nossa autoridade”.