Bayern vence a Supertaça: Javi Martínez abate o Sevilha

Javi Martínez deu ao Bayern o segundo triunfo na Supertaça Europeia.

Resumo: Bayern 2-1 Sevilha
Resumo: Bayern 2-1 Sevilha

O Bayern venceu pela segunda vez a Supertaça Europeia após a vitória em 2013, ao bater o Sevilha, por 2-1, após prolongamento, em Budapeste.

Bayern - Sevilha: como aconteceu, reacções

O jogo em poucas palavras

Lucas Ocampos festeja depois de abrir a contagem
Lucas Ocampos festeja depois de abrir a contagemGetty Images

O Sevilha começou melhor e foi recompensado quando Luuk de Jong desviou com a cabeça um cruzamento de Jesús Navas e colocou a bola em Ivan Rakitić, com David Alaba a derrubar o médio croata na grande área. Lucas Ocampos não falhou na conversão da grande penalidade.

O Bayern aumentou a pressão e Yassine Bounou negou o golo a Robert Lewandowski, mas o avançado polaco acabou por estar na jogada do empate, quando amorteceu um cruzamento de Thomas Müller para Leon Goretzka desferir o remate que colocou o marcador em 1-1.

Os espanhóis tiveram a melhor oportunidade da segunda parte, quando o suplente Youssef En-Nesyri surgiu isolado, mas Manuel Neuer salvou o Bayern. A situação repetiu-se no prolongamento, com o guarda-redes alemão a desviar mais um remate de En-Nesyri para o poste, uma jogada que se revelaria decisiva quando outro jogador saído do banco, Javi Martínez, cabeceou para a abaliza depois de Bounou ter desviado um remate de Alaba.

Melhor em campo: Thomas Müller (Bayern)

Thomas Müller com o seu prémio de Melhor em Campo
Thomas Müller com o seu prémio de Melhor em CampoUEFA via Getty Images

Tibor Sisa, observador técnico da UEFA: "Esteve em todo o lado. O facto de estar sempre em movimento provocou muitos problemas ao adversário. Abriu espaços que permitiram aos colegas chegarem a zonas de perigo”.

Jordan Maciel, repórter junto do Bayern

O Bayern não costuma conseguir triunfos fáceis em finais europeias e a história repetiu-se. O Sevilha realizou mais uma exibição corajosa e foi o adversário mais complicado dos alemães este Verão, mas os bávaros acabaram por justificar a vitória. A frustração que Hansi Flick poderia sentir pela falta de eficácia dos seus jogadores frente à baliza terá certamente desaparecido após a conquista do quarto troféu em poucos meses. Que grande momento de Javi Martínez, que voltou a ser o herói do Bayern na Supertaça Europeia.

Joe Walker, repórter junto do Sevilha

O Sevilha estará a imaginar neste momento que poderia ter o troféu nas mãos depois de ter começado da melhor maneira com uma grande penalidade de Ocampos e de ter conseguido suster a pressão do Bayern durante o tempo regulamentar. Os espanhóis tiveram uma grande oportunidade de garantir a vitória ao cair do pano e acabaram por ceder ao poderio físico dos alemães na meia-hora suplementar.

Visto do estádio: Daniel Thacker, repórter do UEFA.com no jogo

Leon Goretzka é felicitado depois de fazer o  1-1
Leon Goretzka é felicitado depois de fazer o 1-1Getty Images

O Sevilha começou de forma determinada, mostrando toda a sua experiência europeia, e deu o seu melhor, mas a pressão do Bayern acabou por dar frutos. Os campeões europeus conseguiram chegar ao empate com um belo golo de Goretzka e, embora os vencedores da Europa League tenham resistido estoicamente durante o segundo tempo, o golo decisivo no prolongamento acabou por ser uma justa recompensa para a equipa de Hansi Flick.

Reacções

Melhor em campo, Thomas Müller, em declarações ao UEFA.com: "Estamos muito felizes, é incrível! Felizes, mas cansados, depois de 120 minutos contra um Sevilha que foi um adversário muito complicado. Lutámos e mostrámos como equipa que temos uma mentalidade ganhadora, mesmo quando não estamos no nosso melhor. Parabéns à equipa e ao Javi Martínez, o nosso Sr. Supertaça".

Javi Martínez, médio do Bayern :" Quero sempre dar 100% pelo Bayern e esta noite voltei a mostrá-lo. Mesmo se jogar só 10 ou 15 minutos, tento ajudar a equipa e hoje fiz isso com o meu golo. Estou muito feliz por erguer este troféu pela segunda vez. Também tinha marcado em 2013, por isso foi uma grande noite".

Jesús Navas, capitão do Sevilha: "Foi um jogo muito equilibrado e acabaram por ser eles a conseguir fazer o golo da vitória, mas nós tivemos as nossas oportunidades. Tivemos oportunidades, mas não as aproveitámos. Temos de saber reagir e seguir em frente. É uma pena. A equipa lutou, trabalhou muito, teve a atitude certa, tentámos sempre marcar, mas não era a nossa noite".

Ivan Rakitić, médio do Sevilha: "Primeiro que tudo, parabéns ao Bayern. Estamos desiludidos, mas o futebol é assim. Vimos, esta noite, o quanto Neuer é importante para eles. Tivemos duas grandes oportunidades para voltarmos a ganhar vantagem, mas ele defendeu ambas. Depois, num pontapé de canto mal concedido, sofremos um golo. Ainda assim, penso que nos podemos orgulhar da forma como jogamos frente à melhor equipa da Europa".

Estatísticas-chave

Manuel Neuer admira mais um troféu
Manuel Neuer admira mais um troféuPOOL/AFP via Getty Images

• Seis das últimas oito Supertaças Europeias tiveram prolongamento
• Os detentores da Taça dos Campeões Europeus/UEFA Champions League venceram 25 das 45 edições da prova.
• O Bayern é o décimo clube a conquistar mais do que uma vez a Supertaça Europeia.
• O Bayern venceu os últimos 23 jogos em todas as competições.
• Javi Martínez marcou no prolongamento nas últimas duas Supertaças Europeias do Bayern, em 2013 e 2020
• O Sevilha tem o recorde de cinco derrotas em Supertaças Europeias
• Lucas Ocampos marcou as seis grandes penalidades que tentou converter pelo Sevilha

Equipas

Bayern: Neuer; Pavard, Hernández (Javi Martínez 100), Süle , Alaba; Goretzka (Davies 99), Kimmich; Sané (Tolisso 70), Müller, Gnabry; Lewandowski

Sevilha: Bounou; Navas, Koundé, Diego Carlos, Escudero; Rakitić (Óliver Torres 56), Fernando, Jordán (Vázquez 94); Suso (Gudelj 73), De Jong (En-Nesyri 56), Ocampos

O que se segue?

Ambas as equipas estão no Pote 1 no sorteio da fase de grupos da UEFA Champions League, marcado para 1 de Outubro em Nyon.