Barcelona - Sevilha: Factos da SuperTaça Europeia

Dani Alves poderá igualar Paolo Maldini quando o Barcelona enfrentar o Sevilha de Unai Emery, a tentar quebrar o enguiço ante os catalães, na SuperTaça Europeia.

Conseguirá Daniel Alves voltar a vencer a SuperTaça Europeia agora frente ao seu antigo clube?
©Getty Images

Terceira SuperTaça Europeia da história decidida entre duas equipas espanholas, depois das edições de 2006 e 2014, ambas também com o Sevilha envolvido
 Sevilha bateu o Barcelona por 3-0 em 2006 com Dani Alves como principal figura
Lateral-direito brasileiro procura igualar recordes de Paolo Maldini de quatro vitórias e cinco presenças
Barcelona, na sua nona presença - novo máximo na prova - procura igualar recorde de cinco vitórias do Milan
Unai Emery sem qualquer vitória em 19 encontros com o Barcelona como treinador; Lionel Messi apontou 22 golos nessas partidas
Tbilissi alberga primeira final de futebol da UEFA depois de ter sido palco da decisão da Taça UEFA Futsal em 2013

Pelo segundo ano consecutivo, o Sevilha vai defrontar um adversário espanhol na SuperTaça Europeia, mas o desejo da equipa da Andaluzia passará por repetir o sucesso de 2006, quando bateu o Barcelona, adversário em Tbilissi, e não a derrota de há 12 meses frente Real Madrid, em Cardiff.

• O Barcelona garantiu a sua nona presença - registo recorde - na prova depois de bater por 3-1 a Juventusna final da UEFA Champions League, em Berlim.

• Uma semana antes, o Sevilha tinha revalidado a conquista da UEFA Europa League ao dar a volta ao marcador para levar de vencida o Dnipro Dnipropetrovsk, por 3-2, em Varsóvia.

Palmarés na SuperTaça Europeia

• Esta é a nona presença do Barcelona na SuperTaça Europeia, mais duas do que qualquer outra equipa. O seu registo é de 4V 4D:
1979: D1-2 no total das duas mãos frente ao Nottingham Forest (0-1 f, 1-1 c)
1982: D1-3 no total das duas mãos frente ao Aston Villa (1-0 c, 0-3 após prolongamento)
1989: D1-2 no total das duas mãos frente ao AC Milan (1-1 c, 0-1 f)
1992: V3-2 no total das duas mãos frente ao Werder Bremen (1-1 f, 2-1 c)
1997: V3-1 no total das duas mãos frente ao Borussia Dortmund (2-0 c, 1-1 f)
2006: D0-3 frente ao Sevilha (Mónaco)
2009: V1-0 após prolongamento frente ao Shakhtar Donetsk (Mónaco)
2011: V2-0 frente ao FC Porto (Mónaco)

• O quinto triunfo permitirá à turma da Catalunha igualar o recorde do Milan; as quatro derrotas sofridas pelo Barcelona constituem também registo recorde.

• Os triunfos do Barça em 1992, 2009 e 2011, bem como o desaire de 2006, tiveram lugar quando entrou em prova na condição de campeão europeu.

• A vitória dos "blaugrana" em 1997 e os desaires de 1979 e 1982 aconteceram na condição de detentor da Taça dos Vencedores das Taças.

• O Sevilha disputou até à data três edições da SuperTaça Europeia, sempre na qualidade de detentor da Taça UEFA/UEFA Europa League. O seu registo é de 1V 2D:

2006: V3-0 frente ao Barcelona (Mónaco)
2007: D1-3 frente ao AC Milan (Mónaco)
2014: D0-2 frente ao Real Madrid (Cardiff)

• Esta é a terceira SuperTaça Europeia disputada entre duas equipas espanholas depois das edições de 2006 e 2014.

• Houve também no passado duas finais 100 por cento italianas. O Milan bateu a Sampdória em 1990, mas perdeu com o Parma três anos mais tarde.

Frente-a-frente
• As duas equipas encontraram-se por 152 vezes no conjunto de todas as competições: Barça somou 80 triunfos contra apenas 38 do Sevilha. Registaram-se 34 empates.

• Na temporada passada, na Liga espanhola, o Barcelona bateu o Sevilha por 5-1 em Camp Nou antes de aumentar para 11 a série de jogos sem perder diante do Sevilha com um empate 2-2 fora; o último desaire, por 2-1, aconteceu na Taça de Espanha em Janeiro de 2010.

Lionel Messi festeja o último dos seus golos frente a Unai Emery, em Abril
Lionel Messi festeja o último dos seus golos frente a Unai Emery, em Abril©Getty Images

• Nesse triunfo em casa por 5-1, Lionel Messi assinou um "hat-trick" pelo Barça e quebrou o recorde de 251 golos de Telmo Zarra como melhor marcador de sempre da Liga espanhola. Messi e Neymar colocaram depois o Barcelona a vencer por 2-0 em Sevilha, na segunda volta, antes de Éver Banega e Kevin Gameiro restabelecerem a igualdade.

• O Barça pode ter perdido a SuperTaça Europeia de 2006 para o Sevilha, mas derrotou no passado o adversário nas provas europeias, com um total de 4-1, nos oitavos-de-final da Taça UEFA de 1995/96 (1-1 fora na primeira mão, 3-1 em Camp Nou na segunda mão).

O Barcelona também bateu o Sevilha na SuperTaça Espanhola em 2010; perdeu fora por 3-1, mas venceu 4-0 em casa, uma vez mais com três golos de Messi.

Factos importantes
• Dani Alves foi eleito melhor em campo pelo Sevilha na final de 2006, tendo então defrontado os agora colegas Messi e Andrés Iniesta, suplente utilizado nessa partida.

• Tendo também vencido a prova em 2009 e 2011, já pelo Barcelona, Daniel Alves poderá igualar o recorde de quatro triunfos de Paolo Maldini na SuperTaça Europeia.

• Se o lateral-direito brasileiro alinhar em Tbilissi igualará desde logo o registo de Maldini de cinco presenças em diferentes edições da SuperTaça Europeia. O recorde de jogos disputados na prova é de oito, ostentado por Alessandro Costacurta e Roberto Donadoni, colegas de Maldini no Milan, mas esses registos dizem ainda respeito à altura em que competição era decidida em embates a duas mãos, antes de 1998.

• Luis Enrique, treinador do Barcelona, fazia parte da equipa do Barcelona que conquistou a prova em 1997 e abriu o marcador na partida da primeira mão, frente ao Dortmund.

Conseguirá Luis Enrique, vencedor da prova em 1997 como jogador, conquistá-la agora como treinador?
Conseguirá Luis Enrique, vencedor da prova em 1997 como jogador, conquistá-la agora como treinador?©Getty Images

• Luis Enrique poderá tornar-se no quarto homem a erguer a SuperTaça Europeia como treinador e jogador, depois de tal feito ter já sido logrado por Josep Guardiola, Carlo Ancelotti e Diego Simeone (técnicos que dividiram entre eles as vitórias nas últimas quatro edições).

• Ambas as equipas conquistaram já troféus europeus graças a triunfos sobre adversários espanhóis. O Barcelona venceu a Taça das Cidades com Feira – competição que antecedeu a Taça UEFA – em 1966 com um triunfo por 4-3 no conjunto das duas mãos sobre o Real Zaragoza (quatro anos depois de ter perdido a final dessa mesma prova frente ao Valência).

• O Sevilha, por sua vez, depois de bater o Barcelona na final de 2006 da SuperTaça Europeia derrotou o Espanyol na final da Taça UEFA de 2007. Depois de um empate 2-2 em Hampden Park, Glasgow, os sevilhanos levaram a melhor por 3-1 nos penalties.

• Ao todo, o Barcelona venceu cinco dos 19 encontros que disputou frente a formações espanholas nas provas de clubes da UEFA, tendo empatado outros cinco e perdido os restantes nove. Marcou 25 golos e sofreu 36.

• O Sevilha venceu seis dos 15 jogos que disputou frente a equipas do seu próprio país nas competições europeias, registando ainda seis derrotas e três empates.

• Derrotado pelo Real Madrid na SuperTaça Europeia na última época, o Sevilha defrontou depois o Villarreal nos oitavos-de-final da UEFA Europa League, vencendo 2-1 em casa e 3-1 fora; um ano antes, nessa mesma fase da mesma competição, tinha eliminado o vizinho Real Betis.

Ligações entre as equipas

Ivan Rakitić ajudou o Sevilha a vencer a UEFA Europa League 2013/14
Ivan Rakitić ajudou o Sevilha a vencer a UEFA Europa League 2013/14©AFP/Getty Images

• O plantel do Barcelona conta com vários outros jogadores que já passaram pelo Sevilha para além de Daniel Alves. Ivan Rakitić, transferido no início da última época depois de três anos na Andaluzia, foi eleito melhor em campo no triunfo sobre o Benfica na final de 2014 da UEFA Europa League.

Adriano disputou 218 jogos pelo Sevilha entre 2005 e 2010; conquistou duas Taças UEFA, uma SuperTaça Europeia e uma Taça de Espanha.

Aleix Vidal trocou o Sevilha pelo Barça em Junho depois de uma única temporada na Andaluzia durante a qual conquistou a UEFA Europa League. Contudo, Vidal não poderá alinhar pelo Barcelona até Janeiro em virtude do embargo de transferências a que os catalães estão sujeitos neste momento.

• A cumprir a segunda temporada de empréstimo pelo Barça ao Sevilha, Denis Suárez passou a temporada de 2013/14 no Barcelona B; disputou 36 jogos mas ainda nunca actuou pela primeira equipa dos catalães.

Unai Emery já defrontou o Barcelona em 19 ocasiões como treinador, ao leme de quatro clubes – Almería, Valência, Spartak e Sevilha. Nunca conseguiu vencer a turma "blaugrana", tendo somado seis empates e 13 derrotas.

Messi marcou 22 golos pelo Barcelona em jogos frente a equipas orientadas por Emery.

Luis Enrique e Emery mediram forças por quatro vezes como treinadores e Emery nunca venceu. Sofreu duas derrotas por 1-0 quando Luis Enrique orientava o Celta Vigo e, na última época, perdeu 5-1 em Barcelona antes de empatar 2-2 em casa.

Transferências neste Verão

Ciro Immobile no seu novo equipamento
Ciro Immobile no seu novo equipamento©Getty Images

Barcelona
Entradas: Aleix Vidal (Sevilha)*, Arda Turan ( Atlético Madrid)*
Saídas: Xavi Hernández (al-Sadd), Gerard Deulofeu (Everton), Ibrahim Afellay (dispensado, Stoke City FC)

*Não elegível até Janeiro

Sevilha
Entradas: Gaël Kakuta (Chelsea FC), Michael Krohn-Dehli (RC Celta de Vigo), Yevhen Konoplyanka (FC Dnipro Dnipropetrovsk), Sergio Escudero (Getafe CF), Adil Rami (AC Milan), Steven Nzonzi (Stoke City FC), Ciro Immobile (Borussia Dortmund), Mariano Ferreira (FC Girondins de Bordeaux)
Saídas: Aleix Vidal (FC Barcelona), Stéphane Mbia (Trabzonspor AŞ), Alejandro Arribas (RC Deportivo La Coruña), Iago Aspas (RC Celta de Vigo), Fernando Navarro (RC Deportivo La Coruña), Diogo Figueiras (Genoa CFC, empréstimo), Cicinho (dispensado), Manu del Moral (dispensado), Baba Diawara (dispensado), Mariano Barbosa (dispensado)

Tbilissi 2015

A equipa de futsal do Barcelona na fase final em Tbilissi, em 2013
A equipa de futsal do Barcelona na fase final em Tbilissi, em 2013©Sportsfile

• Esta é primeira vez que uma prova de futebol da UEFA terá lugar na Geórgia, mas Tbilissi foi já palco da fase final da Taça UEFA Futsal de 2013, na qual o Barcelona, na condição de detentor do troféu, terminou no terceiro posto.

• Barcelona e Sevilha vão ambos disputar o primeiro jogo oficial na Geórgia.

Grzegorz Krychowiak, do Sevilha, marcou pela Polónia no triunfo por 4-0 sobre a Geórgia em jogo da fase de qualificação para o UEFA EURO 2016 disputado na Arena Boris Paichadze Dinamo, a 14 de Novembro.

• A 11 de Setembro de 2012, em jogo da fase de apuramento para o Campeonato do Mundo de 2014, Espanha venceu a Geórgia por 1-0 naquele que será o palco desta SuperTaça Europeia. Iniesta, Sergio Busquets e Jordi Alba, actuais jogadores do Barça, foram titulares, enquanto Pedro Rodríguez foi suplente utilizado.

Topo