Messi agradece apoio dos adeptos após conquista da SuperTaça

Lionel Messi elogiou os adeptos presentes em Tbilissi por terem feito com que o Barcelona se sentisse a jogar "em casa"; os dois treinadores mostraram orgulho nas suas equipas.

See how Barcelona beat Sevilla 5-4 in Super Cup thriller

Lionel Messi feliz depois de bisar no triunfo por 5-4 do Barcelona sobre Sevilha, após prolongamento, na SuperTaça Europeia
Argentino agrade apoio dos adeptos em Tbilissi, que fizeram o Barça sentir-se "a jogar em casa"
Luis Enrique satisfeito com o triunfo, mas determinado a analisar como a sua equipa deixou fugir uma vantagem de 4-1
Unai Emery "orgulhoso da equipa" apesar da derrota
Treinador do Sevilha segue determinado a encontrar forma de travar o Barça, equipa que nunca conseguiu bater

©Getty Images

Lionel Messi, Melhor em campo
Tive a felicidade de marcar aqueles dois livres. Estou muito feliz por a nossa equipa ter vencido e grato por todo o apoio que tivemos ao longo do encontro. Parecíamos estar a jogar em casa!

O encontro começou de forma estranha. Entrámos praticamente a perder, depois demos a volta aos acontecimentos e parecíamos melhores e mais fortes. Controlámos a posse de bola durante 60 minutos, criámos ocasiões de golo e marcámos, mas depois relaxámos, eles pressionaram mais e foi complicado.

Fico feliz por ter sido o Pedro a marcar o golo que nos deu a vitória. Não sei o que ele vai decidir em relação ao seu futuro, mas estamos todos aqui para o apoiar. Queremos o melhor para ele, pois ele merece-o, tendo em conta todo o que já deu ao clube.

©Getty Images

Luis Enrique, treinador do Barcelona
Todos os títulos são difíceis de conquistar e este jogo foi prova disso. Foi um encontro muito complicado para nós desde o início, pois vimo-nos em desvantagem muito cedo, mas soubemos reagir perante um adversário muito complicado. Estamos extremamente felizes com a conquista deste troféu.

Quando se está a vencer por 4-1 o adversário não tem nada a perder. O que precisamos de fazer é analisar o que aconteceu depois disso e perceber como foi possível eles voltarem à discussão do jogo, com aquele penalty e vários lances pelos flancos. São coisas que acontecem. Já na época passada, na Liga espanhola, estivemos a vencer o Sevilha por 2-0 e eles recuperaram.

Pedro encontra-se a contas com alguns problemas no músculo adutor e toda a gente sabe tudo o que se tem falado sobre ele, por isso escolhi colocar de início o jogador que achava ser melhor dadas as circunstâncias [Rafinha] e voltaria a fazer o mesmo.

Tivemos de fazer uma grande viagem, mas tivemos na bancada adeptos fantásticos e jogámos num relvado fantástico. Estamos satisfeitos com a forma como fomos recebidos e com a organização. Quando se ganha fica-se ainda mais contente com tudo isso!

©AFP/Getty Images

Unai Emery, treinador do Sevilha
Quando o resultado estava em 4-1 obviamente as perspectivas não eram as melhores, mas tentei fazer passar a mensagem de que tínhamos de lutar até ao fim. Com 4-1 no marcador, quando se faz o 4-2 fica-se mais perto e volta-se a acreditar. Depois fizemos o 4-3, e conseguimos mesmo chegar ao 4-4.

Parámos para respirar e entrámos no prolongamento com reais possibilidades de sucesso. Toda a gente estava muito cansada, não era fácil fazer a diferença, mas mesmo depois do 5-4 tivemos três ocasiões claras para empatar...

Queremos lutar sempre pela vitória, seja em que circunstância for. Esta noite perdemos, mas demos muita luta e estou extramente orgulhoso da minha equipa. Deixámos aos nossos adeptos uma mensagem de entusiasmo e optimismo em relação ao que nos espera esta temporada.

Quero, ainda, dar os parabéns a Leo Messi pela sua capacidade de jogar sempre a alto nível e ao Barcelona pela consistência que apresenta. É isso que lhes permite vencer todos estes títulos. Será que da próxima vez os conseguiremos travar? Vamos, pelo menos, tentar!

Topo