O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

República Checa 2-2 Espanha: Iñigo Martínez evita surpresa para a Espanha

O golo tardio de Iñigo Martínez impediu a República Checa de bater a Espanha pela primeira vez, num jogo interessante no Grupo A2.

A Espanha só conseguiu chegar ao empate frente à República Checa perto do fim
A Espanha só conseguiu chegar ao empate frente à República Checa perto do fim AFP via Getty Images

Golos no final de cada parte ajudaram a Espanha a recuperar duas vezes e negar uma vitória surpreendente da República Checa em Praga.

Momentos-chave

4' Pešek coloca checos em vantagem
45' Gavi empata para a Espanha
61' Asensio remata ao poste
66' Kuchta recoloca anfitriões na frente
69' Ferran Torres cabeceia à barra
90' Iñigo Martínez empata à beira do fim

Jogo em poucas palavras: Espanha salva-se perto do fim

A equipa da casa teve um início fulgurante e foi recompensada logo aos quatro minutos, quando Jan Kuchta fugiu ao fora-de-jogo e assistiu Jakub Pešek.

A Espanha dominou o resto do tempo, mas só nos descontos conseguiu chegar ao empate, graças a uma bela finalização de Gavi, fazendo a bola entrar junto ao poste mais distante.

Gavi celebra após tornar-se no mais jovem a marcar por Espanha
Gavi celebra após tornar-se no mais jovem a marcar por EspanhaAFP via Getty Images

Na segunda parte manteve-se o domínio espanhol e o suplente Marco Asensio acertou no poste. No entanto os visitantes voltaram a ser surpreendidos quando Kuchta rompeu pelo meio e picou a bola por cima do guarda-redes.

Ferran Torres imitou Asensio e também acertou nos ferros da baliza. Mas quando a derrota parecia certa, Iñigo Martínez subiu à área contrária e mostrou aos colegas de ataque como se faz, resgatando um ponto para os espanhóis.

Tal como aconteceu: República Checa 2-2 Espanha

Equipas

República Checa: Vaclík; Zima, Brabec, Matějů; Coufal, Sadílek, Souček, Zelený (Jankto 24, Havel 46); Pešek (Hložek 59), Kuchta (Jurečka 78), Lingr (Černý 59)

Espanha: Unai Simón; Carvajal, Eric García, Iñigo Martínez, Alonso; Gavi, Rodri (Sergio Busquets 61), Koke (Marcos Llorente 72); Sarabia (Ferran Torres 46), De Tomás (Morata 61), Olmo (Asensio 61)

O que acontece após a fase de grupos da UEFA Nations League?

Os quatro vencedores de grupos da Liga A avançam para a fase a eliminar, com um deles, em princípio, a ser escolhido como anfitrião. As meias-finais serão disputadas a 14 e 15 de Junho de 2023, com a final e o jogo do terceiro e quarto lugares marcados para 18 de Junho.

As equipas que terminarem no quarto lugar nos grupos da Liga A serão despromovidas para a Liga B na edição 2024/25.