O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Roberto Mancini sobre o Itália - Espanha e voltar a casa como herói do EURO 2020

"A Espanha foi a equipa contra a qual lutámos mais durante o EURO 2020", admitiu Roberto Mancini antes da meia-final da Itália.

 Roberto Mancini  festeja a vitória da Itália contra a Espanha nas meias-finais do EURO 2020
Roberto Mancini festeja a vitória da Itália contra a Espanha nas meias-finais do EURO 2020 Getty Images

Contratado em Maio de 2018, na sequência de a Itália não se ter apurado para o Campeonato do Mundo da FIFA de 2018, Roberto Mancini conduziu a selecção Azzurri a um período extraordinário. Conduziu a sua equipa à conquista do UEFA EURO 2020, com uma vitória diante da Inglaterra no desempate por penáltis, e continua sem perder há 37 jogos.

Mancini ganhou troféus pela Sampdória e pela Lázio como jogador, e títulos nacionais com o Inter e o Manchester City enquanto treinador. O italiano de 56 anos tem agora a oportunidade de juntar mais um título internacional ao serviço da Itália, numa altura em que se prepara para o arranque, como anfitrião, da fase final da UEFA Nations League, embora vá ter pela frente uma meia-final difícil contra a Espanha.

Siga a Nations League com a app!

Resumo do EURO 2020: Itália 1-1 Espanha (4-2 pen)
Resumo do EURO 2020: Itália 1-1 Espanha (4-2 pen)

Defrontar a Espanha a abrir a UEFA Nations League

A Espanha foi a equipa contra a qual mais lutámos durante o EURO 2020. É uma boa equipa, com bons jogadores. Vai ser um bom jogo. [Jogar pelo chão] algo em que eles são os melhores. Não tínhamos tempo para chegar ao nível deles. Será diferente desta vez.

Normalmente, San Siro está lotado quando a selecção nacional joga. Seria incrível ganhar [a Nations League directamente] depois do Campeonato da Europa e seria incrível apurar-mo-nos cedo para o Mundial, mas não será assim tão fácil.

Como foi celebrado em Roma o triunfo da Itália
Como foi celebrado em Roma o triunfo da Itália

Regressar a casa como heróis depois do EURO 2020

Foi óptimo, porque deixámos muita gente feliz, jovens e mais velhos. Foi algo que deixou muita gente feliz, talvez pelo período em que vivemos. Por isso, foi óptimo. Os adeptos estão entusiasmados e jogámos para divertir as pessoas. Foi um tempo maravilhoso.

As melhores coisas do EURO? Provavelmente o relacionamento que criámos na equipa. Foi um grupo que trabalhou junto durante 50 dias e isso não é fácil. Foram dias difíceis, cansativos, mas não houve problemas. Foi a química e o amor [entre todos]; não é algo fácil de obter.

Jogador do Torneio: Gianluigi Donnarumma
Jogador do Torneio: Gianluigi Donnarumma

Estrelas em ascensão na Itália

[O Gianluigi Donnarumma] começou a jogar muito jovem. Tem grandes qualidades e melhora ano após ano para ser considerado o melhor guarda-redes [do Mundo]. Claro, tivemos muita sorte em tê-lo na baliza durante o EURO 2020.

Acho que o Federico [Chiesa] ainda pode crescer mais. Ele está a melhorar a muitos níveis. Tem boas habilidades físicas e técnicas. Tem de crescer mentalmente para encontrar estabilidade.

Estilo pró-activo da Itália

Todos os jogos têm dificuldades. Quando defrontamos equipas mais fracas, é difícil jogar porque eles defendem muito. Não existe apenas uma maneira de vencer. Não se trata apenas jogar bem. Claro, se pudermos ganhar jogando bem e divertindo-nos, é ainda melhor.

Existem muitas maneiras de vencer. [A percepção da selecção italiana] mudou, mas não podemos esquecer que a Itália é uma selecção que já conquistou quatro Campeonatos do Mundo. Somos os campeões europeus e temos uma grande história.