O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Fase final da UEFA Nations League 2021: a nova jóia da coroa no futebol europeu

Com a segunda edição da fase final da Liga das Nações da UEFA no horizonte, vemos como a estrutura inovadora da prova originou um calendário competitivo mais interessante para as 55 seleções europeias.

 Cristiano Ronaldo e os seus colegas na selecção portuguesa celebram com o troféu da UEFA Nations League em 2019
Cristiano Ronaldo e os seus colegas na selecção portuguesa celebram com o troféu da UEFA Nations League em 2019 UEFA via Sportsfile

Na próxima semana será coroado o segundo vencedor da UEFA Nations League, com Itália, Espanha, França e Bélgica a lutarem pelo título.

A competição coloca frente-a-frente as melhores selecções do continente e é o exemplo perfeito do rejuvenescimento do futebol de seleções pretendido com a sua criação, dando mais, melhor e mais equilibrada acção competitiva.

Primeiros passos e sucesso madrugador

Recorde a fase final da Nations League  2019
Recorde a fase final da Nations League 2019

A competição recebeu luz verde no Congresso da UEFA em 2014, com o objectivo de reduzir o número de amigáveis pouco interessantes. Graças ao sistem de promoção e despromoção, próprio das competições nacionais de clubes, a Nations League foi um sucesso instantâneo.

Após duas meias-finais emocionantes, Portugal, anfitrião da fase final de 2019, conquistou o título ao bater os Países Baixos na final, enquanto Inglaterra levou a melhor sobre a Suíça na luta pelo terceiro lugar.

Equipa do Torneio da UEFA Nations League 2018/19

Jordan Pickford – Inglaterra
Nélson Semedo – Portugal
Rúben Dias – Portugal
Virgil van Dijk – Países Baixos
Daley Blind – Países Baixos
Bruno Fernandes – Portugal
Frenkie de Jong – Países Baixos
Georginio Wijnaldum – Países Baixos
Xherdan Shaqiri – Suíça
Bernardo Silva – Portugal (Jogador do Torneio)
Cristiano Ronaldo – Portugal

Recorde a fase final da Nations League 2019 com o relatório técnico do torneio (em inglês)

Formato retocado para 2020/21

UEFA Nations League 2020/21: novo formato explicado
UEFA Nations League 2020/21: novo formato explicado

Após um processo de consulta envolvendo as 55 federações-membro da UEFA, foi aprovado um novo formato para a competição, elevando o número de jogos na fase de grupos de 138 para 162.

Assim, quase todas as equipas disputariam agora um mínimo de seis jogos, ao mesmo tempo que aumenta a sensação de equidade desportiva, já que todos os grupos de quatro equipas passam a disputar a última jornada no mesmo dia e à mesma hora.

Quem sobe e quem desce?

Itália fornece o palco perfeito

Cidades anfitriãs da Nations League
Cidades anfitriãs da Nations League

Após a capital Roma ter recebido quatro jogos do UEFA EURO 2020, a Federação Italiana de Futebol (FIGC) está satisfeita por organizar a fase final da UEFA Nations League, terminando um ano memorável dentro e fora de campo, já que a selecção comandada por Roberto Mancini sagrou-se campeã europeia.

"Itália e futebol representam uma combinação realmente atractiva e acredito que quem vier assistir ao torneio terá uma estadia memorável", disse Gabriele Gravina, presidente da FIGC.

"O grande sucesso do EURO 2020, em que a Itália desempenhou um papel de destaque, não só em campo ao conquistar o título, mas também fora dele, com a organização de quatro jogos, vai ajudar no sucesso deste evento e certamente vai consolidar o interesse nesta recém-criada competição", concluiu o dirigente transalpino.

Compre agora bilhetes para a fase final da Nations League